Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Terra Sangrenta

por Pedro Silva, em 11.09.14

Drama, Guerra (1984) - The Killing Fields

Realizador: Roland Joffé 

Elenco: Sam Waterston, Haing S. Ngor, John Malkovich, Julian Sands

 

Sinopse: Cambodja 1972, Sydney Schanberg é enviado como correspondente do New York Times, com o objectivo de cobrir o conflito entre os revolucionários e o governo, tendo como assistente e amigo o intérprete Cambodjano Dith Pran. A guerra entre os Khmer Rouge e as tropas governamentais de Lon Nol está no auge, e quando as forças revolucionárias tomam a Capital, Phnom Pehn a 17 de Abril de 1975, as suas vidas mudam para sempre. Nesse mesmo dia, Dith Pran salva a vida Schanberg e de outros jornalistas ao convencer os revolucionários que estes são neutrais, poupando-lhes a vida. O período que se segue é de um horror indescritível, de uma população de sete milhões em 1975, cerca de três milhões foram massacrados ou morreram à fome ou por doença.

 

Critica: Este é um bom exemplo de que como se faz uma biografia com sentido critico sem complicar o que não tem nada de complicado, sem ter de recorrer a guiões longos e a personagens irritantes.

 

Cinematograficamente falando este filme conseguiria um bom no sue tempo. Actualmente tem um satisfaz porque o nível de exigência aumentou bastante, mas não deixa de ser uma produção interessante e cativante.

 

Sem recorrer a grandes e chatos engenhos, Roland Joffé conta a história de um País através de uma visão critica sobre a forma como tudo sucedeu na altura. A tomada do Poder pelos Rebeldes, as Crianças Soldado, a fraqueza do Regime, a violência da Guerra, o fanatismo dos Khmer Rouge e tudo o mais que faz parte de uma página negra, muito negra, da história do Cambodja são relatados neste muito interessante filme.

 

Fica desta forma demonstrado que não é preciso ser-se um grande Realizador com bom nome na Praça para se fazer uma boa Biografia Histórica. As modernices e pieguices da era moderna do cinema acabaram com este estilo de fazer cinema, impondo-nos coisas como comédias chatas como tudo onde apenas um Actor brilha naturalmente.

 

p.s.: Podia aqui ter colocado a minha análise ao segundo debate televisivo Costa/Seguro, mas aquilo foi mais do mesmo. A única diferença é que desta vez António Costa resolveu “mexer-se” um pouco mais e José Seguro já não sabia onde se meter tendo de recorrer à habitual boçalidade dos Políticos modernos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:29


Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Setembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg



subscrever feeds


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D