Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Se não fosse Ronaldo

por Pedro Silva, em 13.06.15

imgS620I156512T20150613183354.jpg 

Penso que o título deste texto diz rudo. Não fosse Cristiano Ronaldo um Jogador Português com uma qualidade fora de série e neste momento estaríamos todos a aturar a choradeira dos Comentadores Desportivos em tudo quanto é espaço de opinião.

 

É um facto que a nossa Selecção venceu e fez história (foi a primeira vez que Portugal venceu na Arménia), assim como também é um facto que é a primeira vez que me lembro de ver Portugal levar a cabo um apuramento “tranquilo” não obstante as regras do apuramento para o Europeu de França sejam completamente diferentes dos anteriores (vão poder participar mais equipas), mas exige-se mais a uma equipa que é somente aquela que reúne os nossos melhores futebolistas.

 

Rui Patrício foi uma desgraça na baliza. Já não é novidade alguma dado que já vai sendo um hábito ver o Guardião do Sporting CP a cometer frangos ao serviço da Selecção. Por muito menos Quim foi afetado da equipa de todos nós, mas por alguma razão Patrício tem um “anjola” qualquer que o protege de tudo e mais alguma coisa mesmo quando só faz disparates que quase custam o apuramento. Vai sendo hora de Fernando Santos começar a pensar num Guarda-redes de jeito para a nossa Selecção.

 

Outro Atleta que esteve muito em baixo foi Tiago. Se não queria vir à Selecção que tivesse ficado na sua casa de férias como parece ser a sua vontade. Mas o Tiago não foi o único responsável pelo péssimo desempenho do meio do campo de Portugal dado que João Moutinho teve muita dificuldade em pautar o jogo Luso e corrigir os disparates de Tiago e os alas só souberam que tinham de ajudar na recuperação de bola quase no final da primeira parte.

 

De resto saúda-se a ideia de Fernando Santos de começar a apostar num sistema táctico que tire um real proveito dos Seleccionados que tem actualmente à sua disposição. Na falta de um ponta de lança não faz grande sentido insistir num 4x3x3 colocando-se Cristiano numa das faixas do ataque a cruzar opara a terra de ninguém. Apostar num 4x4x2 com dois avançados móveis como Cristiano e Danny é, a meu ver, o melhor que o Seleccionador poderia fazer e o resultado salta à vista pois o apuramento para o EURO de França é quase uma realidade. Apenas acho que o meio campo tem de ser algo melhorado porque os “mininos á moda do Tiago” tem de perceber que não existem lugares cativos na Selecção por muito bad boys que possam ser.

 

Uma última palavra para Ricardo Carvalho. Mais um jogo perfeito que poderia ter sido melhor se o seu parceiro da defesa tivesse sido outro que não o Bruno Alves. Não se percebe porquê razão Paulo Bento embirrou tanto com o veterano mas sempre útil Carvalho.

 

Venha a Itália e de preferência com uma equipa que jogue à bola em vez de pensar nas férias estragadas. Se neste jogo da Suíça Fernando Santos conseguir apresentar uma equipa Lusa com 11 “Ronaldos” (sem “Tiagos”) seria excelente!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:24


Prático e simples (finalmente)

por Pedro Silva, em 29.03.15

imgS620I152743T20150329212615.jpg 

Foi preciso a nossa Selecção ter ido buscar um Treinador que de tão habituado que estava de fazer da Selecção Helénica algo de jeito para que a nossa Selecção deixasse de ser a “menina bonita” das qualificações para passar a ser o prático mas vitorioso “patinho feio”.

 

Basicamente ante a Sérvia, uma equipa que tem também muita técnica e que trata a bola por tu, era preciso um Portugal prático e sem rodeios. Uma equipa que fosse à frente duas ou três vezes, marcasse o seu golo e depois passasse a maior parte do tempo a controlar a partida. E foi precisamente isto que sucedeu. Não é um jogo bonito de se ver, causa sonolência mas a jogar assim a equipa de todos nós lidera o seu Grupo de qualificação para o EURO 2016 e com jeitinho lá para Junho já terá carimbado o passaporte para a Competição.

 

Para além disto gosto bastante da ideia de Portugal apresentar um 4x4x2 em detrimento do 4x3x3. Quando não se tem Jogadores em forma e capazes para se jogar com um tridente ofensivo e um meio campo de três deve-se procurar soluções que garantam os três pontos da vitória e foi isto que Fernando Santos fez nesta partida da Luz. A solução não é nova dado que Rui Jorge já há muito que vem fazendo tal coisa nos Sub. 21, mas é com agrado que vejo que finalmente se deixou de lado certas teimosias e se aposta agora na melhor solução para cada momento da época. Espero que esta liberdade de pensamento e de trabalho se mantenha durante muitos e bons anos porque acima de tudo somos um País pequeno com muita qualidade mas pouca matéria-prima.

 

Uma palavra de apreço para Cristiano Ronaldo que foi um mouro de trabalhos nesta partida tendo vindo muitas vezes buscar a bola ao meio campo (tal é exigido pelo tal sistema de 4x4x2). Procurou orientar a equipa em campo corrigindo posições e “puxando” os seus colegas para a frente. Fábio Coentrão mostrou a Carlo Ancelotti que pode contar com ele para outar posição que não a de defesa esquerdo e tanto Tiago como João Moutinho realizaram um jogo fabuloso no miolo Luso.

 

Este foi mais um jogo onde Paulo Bento, anterior Seleccionador de Portugal, foi alvo de mais uma série de enormes bofetadas de luva branca. Ricardo carvalho marcou o golo inaugural e hoje ficou mais uma vez demonstrado que um Seleccionador deve ter sempre um espirito aberto e dar oportunidade de jogar pela Selecção quem estiver em melhor forma no momento em detrimento da “Clubite” e birras pessoais… A falta que Ricardo Carvalho e Tiago fizeram no último Mundial de Futebol…

 

Para terminar queria somente dizer que não gostei muito da exibição de Eliseu. O Açoriano esteve mal a defender e atacar e foi inclusive de uma falha clamorosa da sua parte que surgiu o golo do empate dos Sérvios. Eliseu já há muito que enerva Jorge Jesus e hoje ficou demonstrado o porquê de tal coisa…

 

Venha Cabo Verde para vermos o que realmente vale a segunda linha da nossa Selecção!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:34


Agora sim! Habemos sinais positivos!

por Pedro Silva, em 14.10.14

Ao contrário da histeria que se instalou após uma derrota ante a França, sim leram bem: derrota, a nossa Selecção mostrou ante a Dinamarca sinais positivos. Ainda existem arestas para limar, muitas mesmo, mas começam a ser notórias algumas melhorias na Equipa de Todos Nós. E isto porque acabaram de vez as cismas de Paulo Bento.

 

Tiago fez um jogo muito bom no meio campo. Ricardo Carvalho trouxe uma tranquilidade que já há muito não se via na defesa Lusa e Ricardo Quaresma, mesmo tendo jogado pouco, foi fundamental para a vitória Portuguesa em solo Dinamarquês, algo que não acontecia desde o ´seculo passado. Como já alguém disse em pleno facebook: tantas bofetadas de luva branca Paulo Bento. O que teríamos feito de bom no Mundial se tivesses colocado o teu orgulho de lado.

 

Para além dos regressos dos “D. Sebastiões”, eis que voltamos a ter um Treinador no banco. Fernando Santos teve olho e coragem para colocar em campo um meio campo com William Carvalho, Tiago e João Moutinho que deram uma dinâmica muito boa ao jogo Português e apresentou uma defesa onde, como já aqui o disse e repito, um Ricardo Carvalho que reinou de tal forma que até o mediano Patrício não teve de fazer defesa alguma no verdadeiro sentido do termo. Ainda no campo do Seleccionador, uma palavra de apreço para o sistema táctico que este encontrou para tirar o melhor proveito de um País Futebolístico que não consegue “produzir” um ponta de lança de qualidade, criando na frente de ataque um carrossel ofensivo onde Cristiano vai aparecendo como falso n.º 9. Mais ou menos o que vai sucedendo no Real Madrid CF onde Cristiano vai batendo recordes atrás de recordes.

 

Pela negativa destaco somente Eliseu. Este Jogador nunca foi um defesa lateral esquerdo e não tem qualidade para estar ao serviço da Equipa Tuga. Foram várias as ocasiões de golo dos Dinamarqueses que surgiram pelo seu flanco fruto da sua aselhice. É daquele tipo de Jogador que está sobrevalorizado pela Imprensa uma vez que é um Atleta do SL Benfica que na Liga Portuguesa que “desenrasca a coisa” sem ser sublime. Jogadores de Selecção devem ser sublimes e não desenrascados. O inverso aconteceu com Cédric que desta vez mostrou ser, de longe, bem melhor que o caceteiro mor João Pereira.

 

Agora é seguir em frente. Nada está ganho, assim como nada está perdido, mas a nossa Selecção ainda tem muito trabalho pela frente. Para mais uma rápida vista de olhos sobre os resultados do apuramento para o EURO de França rapidamente nos colocamos em sentido… Não é por mero acaso que venho dizendo sempre que hoje em dia não existem equipas fáceis. Que o digam a Alemanha, Grécia, Bélgica, etc., etc…

ng3626740.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:07


Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg



subscrever feeds


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D