Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Terras que visitei (Ayamonte)

por Pedro Silva, em 21.08.13

Ayamonte (em português Aiamonte) é um município raiano da Espanha na província de Huelva, comunidade autónoma da Andaluzia, de área 142 km² com população de 19380 habitantes (2007) e densidade populacional de 136,48 hab./km².

 

O município de Ayamonte localiza-se junto à foz do rio Guadiana, a leste dos concelhos portugueses de Castro Marim e Vila Real de Santo António.

 

Entre as festividades de Ayamonte destacam-se as celebrações da Semana Santa e, na primeira semana de Setembro, as tradicionais Fiestas de las Angústias em honra de Nossa Senhora das Angústias, às quais acorrem todos os ayamontinos assim como muitos portugueses. As mesmas festas são acompanhadas pela Banda Ciudad de Ayamonte em conjunto com a banda portuguesa da Sociedade Filarmónica Progresso e Labor Samouquense, da freguesia do Samouco.

 

Fonte: wikipédia

 

Calor, simpatia, limpeza e organização. È assim que descrevo esta pacata mas muito engraçada cidade espanhola. Vale a pena visitar com calma e se puderem aconselho a que façam a travessia do Guadiana por ferry dado que apesar de curta é sempre uma viagem barata e engraçada.

 

No maior parque da cidade existe um pequeno Jardim Zoológico. O que não deixa de ser pitoresco e diferente.

 

O único defeito de Ayamonte é a “pasmaceira” que marca a cidade durante todo o dia. Praticamente nada se passa e nada se faz, mas também com 40 graus à sombra é natural que assim seja.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00


Terras que visitei (Montemor-o-Novo)

por Pedro Silva, em 16.08.13

Montemor-o-Novo é uma cidade portuguesa, no Distrito de Évora, região Alentejo e sub-região do Alentejo Central, com cerca de 11 001 habitantes (2011).

 

É sede de um dos maiores municípios de Portugal, com 1232,10 km² de área e está subdividido em 10 freguesias:

Cabrela, Ciborro, Cortiçadas, Foros de Vale de Figueira, Lavre, Nossa Senhora da Vila, Nossa Senhora do Bispo, Santiago do Escoural, São Cristóvão e Silveiras.

 

A cidade situa-se nas freguesias de Nossa Senhora da Vila e de Nossa Senhora do Bispo. Por sua vez, as restantes freguesias são formadas pelas aldeias que lhes deram o nome e outros pequenos povoamentos.

 

Fonte wikipédia


Passei por esta cidade a caminho das terras Algarvias. È a típica cidade Alentejana, pacata e com imenso calor durante a tarde.

Impressionou-me pela positiva a simpatia com que os seus cidadãos recebem os visitantes, algo que contrasta com Beja e Évora que me deizaram com uma impressão muito negativa do “faroeste” Lusitano.

 

A gastronomia local é também muito boa e faz as delícias de qualquer viajante!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00


Mais sobre mim

foto do autor


gatices


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Outubro 2020

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Publicidade


Futebol Clube do Porto

<<

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n


subscrever feeds


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D