Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Dragão a meter a 6.ª

por Pedro Silva, em 06.03.15

Mais uma Final, mais uma vitória!

 

Apesar de ter seguido a 1.ª parte desta partida via rádio fiquei com a ideia de que o Futebol Clube do Porto apresentou um futebol bem mais fraquinho do que o habitual, se bem que do outro lado do campo esteve uma equipa que queria o “pontinho” e nada mais.

 

Mas diga-se que apesar de tudo a equipa de Lopetegui dominou por completo e impôs o seu jogo, sinal de que a equipa Portista está mesmo a melhorar como já tenho referido neste espaço por mais que uma vez. Começa a ser agradável verificar que a equipa deixou de andar com a bola para trás e para os lados e que sabe o que é rematar quando se aproxima da área adversária.

 

Para mais o Futebol Clube do Porto está a conseguir sufocar de tal forma os seus adversários que estes não sabem o que fazer em campo. Tal já tinha sucedido na jornada anterior ante o Sporting CP e agora voltou a acontecer com o outro Sporting do nosso Campeonato.

 

Julen Lopetegui está também cada vez melhor na hora de “mexer”. Soube o que tinha de fazer quando o empate parecia imperar. Fez entrar Quaresma e colocou Brahimi no meio campo, a equipa ficou ainda mais pressionante e dominadora. Após o golo de Tello percebeu que tinha de colocar Rúben Neves em campo que unuiu e solidificou o meio campo Azul e Branco de tal forma que não permitiu qualquer reacção da parte dos Bracarenses. É caso para se dizer que Lopetegui está cada vez mais perfeito no “Xadrez”. Muito bem Mister!

 

Apenas lamento, mais uma vez, que este “novo” Futebol Clube do Porto tenha demorado tanto tempo a vir ao de cima.

 

Contudo confesso que me começam a irritar os disparates defensivos do Dragão. Fabiano tem tanto de bom Guarda-redes como de repente lhe dá para dar uma de Rui Patrício. Marcano por vezes parece perder a noção de onde se deve colocar em campo e só mesmo por sorte e burrice dos adversários é que as asneiras do Jogador Espanhol não são aproveitadas. Danilo também não esteve muito bem neste jogo da Pedreira, sinal de que já estará com a cabeça noutro lado. Se o Clube Azul e Branco quer ir longe nas provas onde ainda está inserido deve melhorar a sua defesa o mais rapidamente possível.

 

Quatro notas finais sobre este SC Braga 0 x FC Porto 1:

 

- Continuo a achar que falta alguma velocidade de execução ao Futebol Clube do Porto. Quando o Dragão apanha pela frente com uma equipa defensiva acho que deveria haver uma maior velocidade de pensamento e de execução para se evitar que o jogo se arraste no tempo e acabe por enervar os Jogadores. Um aspecto a ser "limado" Lopetegui;

 

. Lamento a lesão de Jackson mas não fico deveras preocupado. É um facto que o Colombiano tem vindo a melhorar de jogo para jogo e que era já uma peça fundamental deste Porto, mas já não é a primeira vez que o Camaronês Aboubakar mostra estar á altura do Colombiano;

 

- O Espanhol Tello ainda não me convenceu por completo. O jovem Atleta está a melhorar e a trabalhatr muito para se apresentar cada vez melhor sempre que o Treinador aposta nele, mas ainda falha muito diante da baliza adversária e tem de melhorar a nível dos passes dado que ainda fez muitos disparates a este nível;

 

- Sobre a arbitragem deste jogo confesso que estou algo dividido. Isto porque por um lado não acho que Sérgio Conceição tenha muitas razões de queixa sobre a arbitragem, por outro após ter visto repetições do lance em que Pardo cai na área Portista fico com a ideia de que se tivesse sido assinalada Grande Penalidade a favor dos Minhotos não seria asneira alguma. Mas é preciso dizer que cheguei a tal conclusão após ter visto e revisto o lance algumas vezes, coisa que a equipa de arbitragem não pode fazer como é óbvio.

 

Venha o Basileia!

imgS620I151523T20150306222831.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:19


A melhorar

por Pedro Silva, em 23.02.15

Por questões meramente profissionais apenas pude seguir com olhos de ver a segunda parte do Boavista FC 0 x FC Porto 2. A primeira parte desta partida segui via rádio mas estou seguro quando afirmo que Julen Lopetegui está a melhorar e a perceber como tem de estar no futebol português. Demorou mas finalmente o Basco está a melhorar no que à gestão do seu plantel diz respeito e apenas tem de melhorar na questão da posse. Vamos por partes.

 

Esta partida no Bessa tinha dois grandes obstáculos para os Dragões: Chuva e um Relvado sintético. Ora tal exigia um Porto combativo que tentasse fazer um jogo rápido para que a bola circulasse por todos os sectores como tanto gosta Julen. Mas não foi isto que aconteceu.

 

Durante quase 80 minutos tivemos um FC Porto lento, chato e previsível que perante uma equipa Boavisteira fechada na sua defesa não soube, em momento algum, imprimir um pouco de velocidade para que a posse da bola fosse algo mais do que o toca para trás e para os lados. Não sur+reendia ninguém o empate a zero ao intervalo.

 

E foi aqui que Lopetegui mostrou estar a fazer os possíveis para melhorar o seu desempenho enquanto Treinador do Clube Azul e Branco. Fazer entrar Tello e Brahimi na segunda parte foi uma excelente jogada que trouxe velocidade e criatividade ao jogo. A velocidade de Tello acabou por dar a vitória e os três pontos ao Futebol Clube do Porto.

 

Só lamento que Julen Lopetegui tenha necessitado de tanto tempo para saber como deve estar numa equipa como o Futebol Clube do Porto. Vamos a ver se ainda vai a tempo de conquistar o Título de Campeão desta Época, se bem que não me agrada nada isto de ter de esperar por desaires alheios…

 

Ainda sobre o jogo do Bessa queria deixar aqui duas notas finais:

 

- José Ángel está a demonstrar claras dificuldades em se adaptar ao Dragão. Por pouco o Espanhol não fazia um tremendo disparate defensivo que quase dava golo ao Boavista FC. E se os Axadrezados tivessem marcado golo era o valha-me Deus para dar a volta ao jogo. Confesso que esperava mais de Ángel, se bem que compreendo que a falta de jogos o impeça de ir melhorando;

 

- Casemiro tem mesmo de jogar de início? É que Rúben Neves é o Jogador perfeito para o estilo de jogo que Lopetegui tanto gosta. O moço sabe como pautar o jogo e tem uma capacidade de passe fabulosa. Não gosto de comparações mas Rúben faz-me lembrar o Xavi do tempo do FC Barcelona de Pep Guardiola. Merecia, e deveria, jogar mais vezes. O jogo do Futebol Clube do Porto agradece.

 

Venha o Sporting CP!

imgS620I150961T20150223222216.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:38


Imperou a normalidade

por Pedro Silva, em 07.02.15

245432_med_moreirense_v_fc_porto_primeira_liga_j20 

Numa jornada muito importante, mas longe de ser decisiva, o Futebol Clube do Porto realizou um jogo perfeitamente normal em Moreira de Cônegos e, a meu ver, até mostrou algumas melhorias. Principalmente a nível defensivo.

 

Ao contrário de muito boa gente, e até do Treinador do Moreirense, não creio que o Mercado de Inverno tenha enfraquecido a equipa Minhota. É verdade que saíram Atletas importantes e de qualidade, mas bem vistas as coisas não me pareceu que o Moreirense tivesse jogado de uma forma muito diferente daquilo que fez no Dragão aquando da primeira volta do Campeonato. Miguel Leal projectou a sua equipa para a conquista de um empate e não o conseguiu pois o Dragão cumpriu com sua obrigação e venceu com naturalidade. Estar a encontrar justificação para o injustificável é o jogo típico dos que vêm no Futebol Clube do Porto um alvo a abater e infelizmente muitos destes “Snipers” habitam na nossa Comunicação Social.

 

Ainda sobre o Moreirense penso que o seu Treinador quis jogar com o facto de Julen Lopetegui preferir um futebol de posse pela posse e não deu grande importância ao fraco estado do relvado do seu Estádio. E deu-se mal pois ainda na primeira parte ficou sem dois dos seus melhores Jogadores que saíram lesionados.

 

Quanto ao FC Porto, confesso que me agradou em alguns aspectos. Foi notória durante a partida a intenção de Lopetegui em que a equipa Azul e Branca variasse o seu estilo de jogo. Os extremos trocavam várias vezes de posição e a equipa tanto optava pela posse da bola como se servia dos passes rápidos em profundidade para o ataque. Desta forma os Jogadores mexem-se em campo e criam linhas de passe e os result6ados positivos surgem. Coisa que não sucede quando lhes dá para o “toca para trás e para os lados” de que Julen tanto gosta.

 

A nível defensivo tenho de reconhecer que os Azuis e Brancos estiveram ao sue nível. A defesa “não meteu água” apesar de num momento ou outro ter passado por alguns apertos por estar mal posicionada em campo e insistir nos atrasos irracionais para o Guarda-redes. Espero que estas melhoras sejam para continuar e apenas lamento que venham tão tarde.

 

Uma nota final sobre Tello. O Espanhol cada vez mais me faz lembrar Mariano González. O rapaz tem técnica, velocidade e muita garra, mas quando lhe colocam uma bola nos pés e uma baliza pela frente o moço não acerta uma. Bem dizia eu que não era coisa boa o FC Barcelona ter emprestado o Jogador por duas Temporadas.

 

E pronto, agora é esperar pelo resultado do jogo entre Benfica e Sporting. Um deles vai perder pontos para o FC Porto, se bem que eu prefiro de longe que seja o SL Benfica a perder. Mas o que eu preferia mesmo era que o Dragão não tivesse de andar atrás do azar alheio para vencer o Campeonato.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:51


Finalmente versatilidade!

por Pedro Silva, em 17.01.15

897784.jpg 

Exacto. Foi preciso o Futebol Clube do Porto ter de jogar na Piscina Municipal 25 de Abril para se ver um tipo de futebol onde o raio da posse pela posse não marcou presença. Já vai sendo hora de o Dragão mostrar alguma versatilidade porque o Inverno está aí e não veio para brincar. Relvados como o de Penafiel é algo de muito comum no Campeonato Português, pelo que andar aos toques no campo todo até se entrar pela baliza do adversário adentro não funciona.

 

Apesar de tudo gostei de alguns pontos deste jogo. É um facto que ainda existem problemas sérios neste Porto de Lopetegui, principalmente na defesa, mas neste jogo de Penafiel deu para ver quem é o Jogador e o jogador.

 

Por exemplo; Jackson Martinez e Óliver Torres foram o exemplo daquilo que é o Jogador tendo levado a cabo grandes exibições. O Colombiano soube adaptar-se ao terreno complicadíssimo e o Espanhol é um excelente transportador de bola mesmo em relvados onde a lama era a nota dominante. Danilo e Tello mostraram, mais uma vez, serem os jogadores. O Brasileiro, com tantos anos de lateral direito, ainda não percebeu que antes de se cruzar uma bola deve-se levantar a cabeça e olhar. Por seu turno o Catalão é aquilo que se chama de “maçã com bicho” pois o moço corre como tudo mas não faz mais nada de jeito senão correr e está explicado porquê razão o FC Barcelona o emprestou.

 

O golo sofrido é caricato. Bem sei que o estado do terreno era complicadíssimo, mas por vezes em certos momentos do jogo há que ser como o Martins Indi, prático e simples: chuto para onde estiver virado e de preferência para bem longe da área. E isto treina-se, mas o problema aqui é que o FC Porto tem um treinador que adora futebol de salão.

 

Quanto a Lopetegui, penso que desta vez soube mexer na equipa. Aprendeu com a sua burrice no empate caseiro a zero com o Boavista e soube que a dada altura tinha de reforçar o meio campo para dar músculo a um meio campo muito tecnicista. Lamento é que num plantel que muitos dizem ser dos melhores de sempre o Basco tenha de recorrer a um central para reforçar o meio campo.

 

Uma nota final para a arbitragem. Tem havido muito eco de certos erros da equipa de arbitragem que, segundo quem percebe da coisa, beneficiou o Futebol Clube do Porto nesta partida. Não sei se assim foi porque o que me interessa é o jogo jogado, mas acho uma certa piada que a malta fique muito caladinha quando tais coisas acontecem nos jogos do SL Benfica e sempre a favor da equipa da Luz. E mais não digo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:38


Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg



subscrever feeds


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D