Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Muito gostamos do poker

por Pedro Silva, em 20.06.18

imgS620I224028T20180620151334.jpg 

imagem retirada de zerozero

 

Efectivamente a nossa selecção adora jogar poker. Confesso que tal não me incomoda de todo desde que se ganhe, mas passamos pro cada sofrimento--- Um sofrimento desnecessário (digo eu) dado que era certo e sabido que Marrocos ia entrar em campo da forma que entrou. Não foi surpresa para ninguém o constante e apertado “espartilho” com o qual a equipa africana manietou, quase que por completo, todo o jogo português. Daí eu não perceber muito bem a zanga de Fernando Santos no final do jogo. Até parece que o seleccionador não está lá a fazer nada dado que parece não conseguir preparar a equipa cada jogo (já com a Espanha foi o mesmo).

 

Quanto ao jogo em si, este foi o que eu estava à espera. Já tinha visto esta mesma selecção marroquina a deixar tudo em campo diante do irão. Ora tendo em consideração que hoje os africanos ou pontuavam ou eram eliminados. Era, então, de esperar que Marrocos fosse dar o litro diante da nossa equipa:

 

E assim foi. Momentos houve em que Marrocos dominou a partida e foi, Inclusive, bem melhor do que Portugal. Razão para tal? A mim apenas me apraz explicar tal através do fraco desempenho de alguns dos atletas lusos que ocupa4ram posições chave. Bernardo Silva está nitidamente a acusar o desgaste de uma época de estreia na Premier League (tem sido uma nulidade em todos os aspectos), Gonçalo Guedes bem que tenta fazer algo de jeito mas não acerta uma (e André Silva no banco de suplentes…), William Carvalho continua a ser um tremendo “pastelão” na recuperação de bola e, por último, Raphael Guerreiro tem estado muito melhor a atacar do que a defender (foi quase sempre pelo seu lado que Marrocos atacou com muito perigo). Felizmente os Deus do Futebol, estiveram do nosso lado. Tal como São Patrício e São Cristiano Ronaldo. Foram estes dois últimos “Santos” que praticamente deram a vitória a Portugal numa partida que poderia ter sido bem menos sofrida.

 

Agora segue-se o Irão de Carlos Queiroz. Uma das equipas deste Mundial que melhor defende. Vai ser um tremendo problema se Portugal voltar a não estar devidamente preparado. A Espanha venceu este mesmo Irão com muito sacrifício! Que sirva de aviso a Fernando Santos e jogadores. Muita cautela para as linhas defensivas portuguesas que terão de estar muito atentas às transições rápidas dos iranianos e às bolas paradas onde esta equipa do médio oriente costuma ser muito eficaz.

 

MVP (Most Valuable Player): Rui Patrício. Não quero, de forma alguma, retirar o foco que Cristiano Ronaldo merece, mas não tivesse Rui Patrício feito uma “defesa do outro mundo” na segunda parte desta partida e de nada teria valido o enorme golo de CR7.

 

Chave do Jogo: Inexistente. Penso que em momento algum deste jogo ambas as equipas goram capazes de criar um lance que fizesse com que a vitória pendesse, em definitivo, para o seu lado

 

Arbitragem: Arbitragem pouco feliz num jogo duro e com vários momentos de difícil análise. Ficam muitas dúvidas num derrube de José Fonte a um adversário, também dúvidas na queda de Ronaldo na segunda parte na área. Falhou também no capítulo disciplinar, onde não foi coerente.

 

Positivo: Marrocos. Não admira que a equipa marroquina não tenha sofrido um único golo na fase de qualificação para o Mundial Rússia 2018. Jogam bem. Muito bem. Tem muita técnica e força física. Falta-lhes somente um “matador” e aquela “pontinha de sorte” das grandes equipas mundiais.

 

Negativo: Portugal. Futebol também é posse. Quem tem a posse da bola e está em vantagem no jogo manda no dito. È isto que os atletas portugueses às ordens de Fernando Santos tem de perceber de uma vez por todas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:05


Mais vezes Porto!

por Pedro Silva, em 03.04.14

Depois de ter visto a vitória do Futebol Clube do Porto sobre uma das melhores equipas de Espanha pergunto porquê razão este Dragão não joga mais vezes desta forma?

 

Houveram asneiras, passes errados e alguma desconcentração em certos momentos do jogo, mas nada que fizesse lembrar a anormalidade que se viu na Madeira ante o CD Nacional por exemplo.

 

A defesa Azul e Branca que tanta água se fartou de meter no passado esteve muito mais segura e quando alguém falhava eis que rapidamente outro colega aparecia para fazer a emenda. O meio campo esteve bem sem ter sido exuberante e o ataque deu que fazer aos Sevilhanos com várias bolas a irem embater com estrondo na baliza de Beto.

 

Daí que faça novamente a pergunta: onde estava este Futebol Clube do Porto?

 

Lá com isto a eliminatória está a meio com os Portistas em vantagem por uma bola a zero. Pelo que tenho visto o Sevilha tem tido piores resultados em casa do que fora na Liga Europa, mas o futebol está longe de ser uma ciência exacta e tanto Jackson (viu amarelo e está impedido de jogar o próximo jogo) como Fernando (expulsão estúpida pá) não vão poder jogar, mas se o onze que Luís Castro escalar jogar com esta vontade e confiança é quase certo que as meias-finais estarão já ali.

 

Uma nota final para colocar aqui uma questão: Com Beto a fazer o que faz no Sevilha porquê carga de água Paulo Bento insiste em entregar a baliza da Selecção Nacional ao frangueiro do Rui Patrício?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:26


Estamos quase lá, mas…

por Pedro Silva, em 16.11.13

O Brasil está mais perto, mas há que ter cuidado e não tomar a qualificação por assegurada porque a Suécia vai com toda a certeza reagir perante o seu público e contam com um grande avançado que dá pelo nome de… Rui Patrício!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00


Estamos tramados

por Pedro Silva, em 10.11.13

Não vi o Benfica x Sporting e apenas me limitei a segui-lo via rádio porque não tinha nada de mais interessante para fazer. Mas houve algo que me chamou a atenção e que me coloca muito apreensivo para os importantes jogos da nossa Selecção que se avizinham.

 

Rui Patrício ficou muito mal na fotografia e comprometeu o futuro do Sporting na Taça de Portugal. A Comunicação Social Desportiva (e não só) prefere realçar o bom jogo entre Águias e Leões, esquecendo-se do enorme erro daquele que é somente o Guarda-redes da nossa Selecção.

 

Há que salientar que já é a segunda vez que Rui Patrício faz um “frango” de todo o tamanho que prejudica as aspirações da equipa que representa. Não nos esqueçamos de que ao serviço de Portugal o Guardião do Sporting CP deu o empate a Israel e Portugal perdeu de imediato a hipótese do apuramento directo para o Mundial do Brasil do próximo ano.

 

É sabido que entre os Jornalistas existem muitos Benfiquistas e Sportinguistas que perante o total domínio do Futebol Clube do Porto se servem de qualquer coisinha para trazer ao lume o tal passado glorioso dos Clubes da Segunda Circular, mas não podemos continuar a atirar areia para os olhos e há que perceber que neste momento existem Atletas (Beto do Sevilha por exemplo) em muito melhor forma que Rui Patrício.

 

Paulo Bento é teimoso pelo que Patrício pode errar as vezes que muito bem entender e comprometer as suas equipas que o Seleccionador Nacional vai apostar sempre nele como dono da Baliza de Portugal.

 

Cabia portanto à nossa Comunicação Social fazer alguma pressão sobre Paulo Bento para que este não cometa o mesmo erro, mas como os Jornalistas colocam à frente do seu dever de informar o seu cartão de Sócio dos Clubes Lisboetas então apenas posso afirmar que estamos bem tramados quando em breve a nossa Selecção tiver que enfrentar a turma de Zlatan Ibrahimović e companhia…

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00


Não os aturo mais!

por Pedro Silva, em 30.10.13

No passado dia 28 de Novembro do corrente ano cível a Direcção do Sporting Clube de Portugal emitiu um comunicado que entre outras coisas diz o seguinte:

 

«Nas bancadas foram colocados vários cartazes (com acabamento gráfico profissional e por isso de acesso altamente questionável) exibidos por adeptos da equipa da casa, com frases provocatórias dirigidas ao Rui Patrício enquanto guarda-redes da Selecção Nacional. Sabendo-se que há proximamente um play-off importante para a nossa Selecção, esta atitude demonstra uma mesquinhez regional, não compatível com o Seculo XXI em que vivemos, e como tal um desrespeito por Portugal;»

 

Os cartazes em questão são estes: 

Ora sucede porém que no Sporting CP x V. Setúbal que se disputou em Alvalade e que antecéu a visita dos Sportinguistas ao Dragão a Torcida Verde (umas das Claques oficiais da equipa dos Viscondes) exibiu a seguinte faixa:

Agora que cada um retire daqui as suas conclusões.

 

Da minha parte tudo o que diga respeito ao Sporting e á sua Direcção passará a ser completamente ignorado e posto de lado porque já estou farto de aturar este tipo de gente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00


Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Agosto 2019

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D