Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ansiosos pela tragédia Grega

por Pedro Silva, em 28.02.15

size_960_16_9_tsipras-grecia.jpg 

Posso estar a ser exagerado mas a impressão que tenho é a de que a nossa Praça de Comentadores/Comunicação Social parece estar desejosa de que na Grécia o Governo de Tsipras termine numa tremenda tragédia Grega.

 

Pois eu, ao contrário de todos eles, espero sinceramente que o Executivo de Tsipras seja bem-sucedido na sua Governação e que tal contribua para que o Velho Continente saia do lodo financeiro em que se meteu. Isto como está não pode continuar.

 

É claro e evidente que tem de haver um controlo sério dos orçamentos Europeus. Mas não se pode descurar a parte social da Europa.

 

O desemprego disparou para valores inacreditáveis no Sul da Europa. O investimento simplesmente desapareceu daquela zona do Velho Continente. A educação, pilar fundamental de qualquer Sociedade Moderna Democrática passou a ser um privilégio só para alguns porque os custos são cada vez maiores e as comparticipações Estatais cada vez menores. A fome e a miséria passaram a fazer parte do cenário de Portugal, Espanha, Grécia e Itália. Tudo isto são factos que ninguém pode contrariar e negar. Factos que se tornaram realidade fruto das exigências absurdas de quem supostamente investiu na recuperação de Países que fazem parte de uma Economia comum (Eurozona).

 

Agora tenhamos em especial atenção de que todas as desgraças de que falei atrás foram 10 vezes piores na Grécia do que em qualquer um dos ditos “intervencionados” (Portugal, Espanha, República da Irlanda, Chipre e Itália). Na Grécia dos tempos modernos há quem não tenha direito à saúde porque está desempregado. Na terra de Tsipras e do Siryza, onde os Invernos são muito rigorosos, há quem não tenha direito a aquecimento e electricidade simplesmente porque está no desemprego. Na Grécia de hoje ter-se assistência da parte do Estado é um luxo! A Grécia actual é um País perdido num abismo social do qual terá imensas dificuldades em sair se não houver uma cooperação internacional igual à que a Alemanha teve direito após a Segunda Guerra Mundial! E este abismo foi iniciado pelos Socialistas do PASOK e alimentado pela Direita da Nova Democracia que esteve no Poder em Atenas nos últimos quatro anos. E convêm recordar que a Grécia foi alvo de dois resgastes, um a pedido do PASOK e outro durante a Governação da Nova Democracia.

 

Daí que pergunte:

 

Será que queremos mesmo que Tsipras falhe redondamente na sua governação?

 

Será que a Política destrutiva que a Direita impôs na Europa nos está a levar a algum caminho que não seja o da destruição total?

 

Será que afinal não será só José Sócrates o Governante que controlava, ou que tentou controlar, a Comunicação Social Portuguesa?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:56


Habemus colectivo

por Pedro Silva, em 11.06.14

E pronto, eis que a nossa Selecção fechou com chave de ouro o seu estágio de preparação nos Estados-unidos. A República da Irlanda é uma equipa “fraquinha” que esteve sempre mais interessada em dar “pancadaria” do que em jogar à bola, mas tal não retira brilho algum a uma vitória "bem gorda" de Portugal.

 

Mas mais importante que o resultado foi a exibição e o sinal muito positivo que a equipa de Paulo Bento passou. O grupo de trabalho está unido, a vontade de trabalhar é muita e a humildade/racionalidade parece ter tomado conta de uma equipa que sabe muito bem quais são as suas limitações e o que quer tentar fazer no Mundial do Brasil.

 

Não sou grande fã de Paulo Bento, mas tenho de reconhecer que o Seleccionador conseguiu criar um bom ambiente na Equipa de Todos Nós e com isto seja quem for que entre em campo dá sempre o litro. Até Hugo Almeida e Silvestre Varela que costumam realizar exibições muito medianas mostraram bom serviço, baralhando positivamente as contas do Treinador no que ao onze que irá defrontar a Alemanha diz respeito.

 

Cristiano Ronaldo esteve em grande neste jogo. Nem parece que esteve lesionado! Assim como Meireles que também esteve muito bem.

 

O ponto negativo nesta partida, a meu ver, foi Rui Patrício que confia demais nos golpes de vista em certos momentos do jogo. Como tal não veria com maus olhos que o Seleccionador o sentasse no banco em detrimento de Beto ou Eduardo porque a Alemanha não é para brincadeiras.

 

Agora é manter os pés bem assentes na Terra. Portugal é um País demasiado pequeno para almejar conquistar o Título Mundial, mas é uma equipa que tem capacidade para estar entre os quatro melhores do Mundo. Mas para isto há que trabalhar muito e com bastante humildade.

 

Venha a Alemanha que está armada em importante. E atenção que a fase de grupos do Mundial só tem apenas três jogos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:07


Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D