Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Lamentavelmente previsível

por Pedro Silva, em 13.11.15

França. Paris. Mais uma vez uma cidade em estado de sítio por causa do terrorismo.

 

Continuem a fazer de conta que o Estado Islâmico não é um produto do Ocidente e a apoiar os "Rebeldes" da Síria.

 

Continuem a "brincar" aos aviões e a criticar os Russos por terem tentado colocar um fim na Guerra Síria.

 

Continuem a agir como tem agido até aqui.

 

O problema é que "paga o pato" quem não tem nada a ver com isto.

 

E mais não digo... Apenas lamento por termos o Ocidente que temos...

 

Daqui a nada vamos ter os "mesmos de sempre" a culpar os Refugiados por tudo o que está suceder em Paris.

12243314_1015213085212805_5507919135433910337_n.jp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:16


Semana crucial

por Pedro Silva, em 28.09.15

Imagem Crónica Repórter Sombra.png 

1 - Não obstante a questão dos refugiados não ser, agora, capa de jornais nem tema de abertura dos Telejornais esta mantem-se na ordem do dia dado que as guerras não abrandam no Médio Oriente. Por força da Alemanha, e não só, eis que a Europa conseguiu encontrar uma solução para a questão dos refugiados. Não irá haver uma distribuição equitativa destas pessoas por todos os Estados-membros como mandavam as pretensões Germânicas, mas estas serão distribuídos pelos Estados-membros em números acordados entre estes.

 

A medida em si parece razoável na teoria, mas na prática não o é. A ideia que se pretende passar é que não pode ser a Alemanha o único País a acolher milhares de pessoas todos os dias, mas os refugiados que forem encaminhados para Portugal (por exemplo) não vão ficar por cá por muito tempo pois mal sejam também eles cidadãos europeus irão fazer as malas e partir para a Alemanha porque o espaço Schengen lhes permite tal atitude. Ou seja, isto da distribuição de refugiados pelos Estados-membros da União Europeia não passa de mais uma demonstração de que a Alemanha da Sra. Merkel é quem realmente manda na Europa e que quando esta deseja tomar uma medida que agrade aos eleitores Germânicos Bruxelas não “mexe uma palhota” contra tal.

 

Continue a ler o resto do artigo no Repórter Sombra.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:24

Imagem Crónica Repórter Sombra.jpg 

1-  Volto à temática dos Refugiados para dar conta da forma como estou assutado com certas posições e declarações de pessoas que tem responsabilidades naquilo que dizem e fazem. E aqui não me refiro aos Políticos pois estes mudam de opinião consoante o vento. Refiro-me antes a certos Jornalistas que supostamente estão a acompanhar o drama dos Refugiados em Budapeste (e arredores) e que acham bem a forma desumana, xenófoba e irracional como as Autoridades Húngaros (e não só) estão a lidar com o problema. Dizem tais Jornalistas que ninguém deve entrar de qualquer forma na Europa e quem diz o contrário ou é estúpido ou é irracional.

 

Custa-me um pouco aceitar que quem defenda o auxílio aos Sírios que fogem de uma Guerra patrocinada pelo Ocidente ache que estes devam entrar de qualquer maneira no espaço Europeu. Nós, defensores da ajuda a quem dela precisa, não somos assim tão estúpidos como certas personagens nos querem fazer parecer.

 

Já pelo contrário estúpidos no pior dos sentidos são aqueles que andam nas Redes Sociais e derivados a espalhar a ideia peregrina de que todos os Sírios são Terroristas disfarçados que e que nos vão exterminar a todos. Pensava eu que a estupidez tinha finado nos anos 40 do século passado, mas pelos vistos esta está viva e continua a fazer das suas.

 

Continue a ler o resto do artigo no Repórter Sombra,

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:31

 

Mais simples do que isto é impossível. Até uma criança de 5 anos fica a perceber que os refugiados são pessoas que buscam auxílio na Europa porque o seu País está reduzido a escombros e a morte é soberana,

 

Se após ter assistido a este vídeo continuar a alimentar conspirações e outras coisas tais das duas uma; ou é burro que nem uma porta ou então não tem o mínimo de Humanidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:36


Dos “Políticos barco à vela”

por Pedro Silva, em 08.09.15

 

Imagem Crónica Repórter Sombra.jpeg 

Já aqui abordei a questão dos Refugiados e a minha posição mantem-se pelo que não haverá muito mais a acrescentar à minha visão sobre o facto de estarmos a falar de Seres Humanos que fogem do seu País e são tratados como lixo pelos Europeus.

 

Contudo o que me traz de volta a esta temática é a conclusão de que nos dias que correm temos por esta Europa fora a pior escória que alguma vez poderia ter surgido na classe política Tal fenómeno é transversal a todos os Países Europeus cujos Políticos deixaram de ser Humanos e se transformaram numa espécie de barco à vela que vira consoante o vento. Se a populaça está numa de “Refugiados rua” eis que temos uma grande parte da Classe Política silenciosa ou a levar a cabo atitudes preconceituosas. Já quando a populaça resolve entrar numa de “pobrezinhos dos Refugiados vamos todos dar as mãos e ajuda-los” eis que a Classe Política entra numa de “vamos ajudar todos os que pudermos”.

 

Continue a ler o resto da Crónica no Repórter Sombra

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:05



Mais sobre mim

foto do autor


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Junho 2018

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Frase do Ano


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

CR7 (Bola de Ouro 2017)


Publicidade




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D