Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Lamentavelmente previsível

por Pedro Silva, em 13.11.15

França. Paris. Mais uma vez uma cidade em estado de sítio por causa do terrorismo.

 

Continuem a fazer de conta que o Estado Islâmico não é um produto do Ocidente e a apoiar os "Rebeldes" da Síria.

 

Continuem a "brincar" aos aviões e a criticar os Russos por terem tentado colocar um fim na Guerra Síria.

 

Continuem a agir como tem agido até aqui.

 

O problema é que "paga o pato" quem não tem nada a ver com isto.

 

E mais não digo... Apenas lamento por termos o Ocidente que temos...

 

Daqui a nada vamos ter os "mesmos de sempre" a culpar os Refugiados por tudo o que está suceder em Paris.

12243314_1015213085212805_5507919135433910337_n.jp

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:16


Da outra auspiciosa vitória europeia

por Pedro Silva, em 04.08.15

824767.jpeg 

Já há muito que não se fala da Ucrânia. Durante largos meses foram imensos os tendenciosos directos televisivos que relatavam o que sucedia naquele País do Leste Europeu. Os debates sobre qual seria melhor para a Ucrânia eram o pão nosso de cada dia e muitos foram os que apoiaram a propaganda do Regime que se encontra agora no Poder em Kiev.

 

Multiplicaram-se as sanções, na sua grande maioria com o carimbo da União Europeia, à Rússia porque supostamente esta leva a cabo um não provado apoio aos Rebeldes separatistas pró-russos que combatem os neo nazis que se encontram na outra metade do País. A União Europeia resolveu colocar de lado um importddante parceiro económico que poderia ajudar os Países do Sul a sair da crise em que se encontram para defender e apoiar gente que tem tiques ditatoriais como este que foi noticiado muito timidamente num site internacional.

 

Continue a ler o resto deste meu artigo no Repórter Sombra.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:21


Outra Síria? Não, obrigado.

por Pedro Silva, em 11.02.15

Efectivamente o Inverno está a chegar ao fim. E como dou conta de tal facto? Não pelo tempo até porque hoje em dia a meteorologia é tudo menos natural graças ao aquecimento global.

 

Apercebo-me de que o Inverno está a chegar ao fim porque voltou em força o folclore da dita “crise” Ucraniana. Um mal que teve origem na mesquinhice Europeia que fez com que os Ucranianos tivessem dado um tiro na sua própria cabeça.

 

Não vou aqui voltar a comentar as tais Sanções à Rússia. Isto é tempo perdido. Apenas lamento que Portugal se meta nestas coisas que só nos prejudicam. Sim prejudicam, porque não precisamos do Gás Russo para nada dado que o nosso fornecedor é a Argélia e os embargos são tão bons para a nossa economia que acabaram somente com aquela que era a nossa maior Cliente de fruta (estas coisas não vejo o nosso Ministro da Economia a debate-las na Assembleia da República).

 

Contudo regresso a esta temática da Guerra Civil Ucraniana para dar conta de que estou de acordo com a Sra. Merkel. E não, o fim do mundo não está próximo nem eu me converti à Alemanha como fez o nosso Governo. Simplesmente sou também da opinião de que isto de fornecer armamento ao Exercito de Poroshenko não é, nem nunca será, a solução do problema que a Europa criou. Isto porque se os Estados-unidos e aliados fornecerem armamento ao Exercito Ucraniano, a Rússia vai responder fornecendo armamento aos Rebeldes do Leste da Ucrânia e tudo isto acabará numa enorme escalada de violência cujos resultados serão semelhantes ao que sucedeu, e sucede, na Síria.

 

Bem sei que os Norte-americanos são muito limitados em termos diplomáticos. Para eles é tudo à base da “cowboyada” para além de que o negócio das armas é altamente lucrativo, mas a Ucrânia não é o Iraque e os Rebeldes Pró-russos não são uns quantos maluquinhos de cara tapada que se atiram de carro contra os Soldados.

 

O problema Ucraniano é muito complexo. Bem mais complexo do que o da antiga Jugoslávia. Como já aqui disse, a Europa e a sua ganância fizeram com que os Ucranianos tivessem dado um tiro na cabeça ao terem derrubado à força e com o apoio de neo nazis o Governo legítimo de Viktor Yanukovich (e digo legítimo porquê este foi eleito pela maioria dos Ucranianos). Agora os Ucranianos estão a braços com um dilema que fracturou o País a meio e cuja solução será mesmo esta: “partir” o País em dois. Só assim a Paz voltará a reinar naquela região do Globo.

 

Seguir uma qualquer outra opção é puro suicídio. Para além de que a Europa e aliados têm violado sistematicamente os Tratados. Recordo que na década de 90 a Europa e aliados comprometeram-se a não anexar na NATO Países que faziam parte do antigo Pacto de Varsóvia. A ideia era a de se evitar situações como a crise dos Mísseis de Varsóvia que quase colocou o Mundo a ferro e fogo.

ucrania-charge-300x203.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:15


Ó idiotas! (II)

por Pedro Silva, em 20.07.14

Confesso que me causa uma certa impressão a hipocrisia do Mundo perante algo de muito grave. Vamos por partes:

 

- Muito ruído se tem feito em torno da queda do avião da Malaysia Airlines em terreno de Guerra.

 

Sim, terreno de Guerra e não no território do A ou B porque por muito que se branqueie a situação o dito avião caiu em terreno onde tem decorrido combates entre as Forças de Kiev e os Rebeldes Pró Rússia. Estamos portanto a falar de uma zona de ninguém onde um dos lados do conflito, por força ocasional das armas, tem imposto a sua Lei.

 

Fica então por perceber porquê carga de água um avião civil sobrevoava uma zona de conflito armado. Zona esta onde têm sido abatidos aviões da Força Aérea Ucraniana. Para mais ainda está para se saber quem autorizou tal coisa e que espera o Mundo para exigir que seja levada a cabo uma investigação imparcial, profunda e séria aos Controladores de Trafego Aéreo e responsáveis da Empresa da Malásia que autorizaram tal voo.

 

- Outro ponto da questão prende-se com o facto de muita gente querer levar a cabo uma investigação numa zona de Guerra.

 

Ora se estamos a falar de uma zona de Guerra, gostava eu muito de saber como é que a Comunidade Internacional vai levar a cabo a tal Investigação que pretende e, já agora,  também resgatar os corpos das pobres vítimas que estavam no avião.

 

- Os Estados Unidos da América dizem ter provas de que foi uma arma Russa que abateu o pobre do avião. Ora se tem provas então que as mostre ao Mundo em vez de mandarem um papagaio para a CNN dizer que tem tudo e mais alguma coisa.

 

Na altura da Guerra e Invasão unilateral do Iraque os Norte-americanos também diziam estar na posse de provas irrefutáveis de que o Regime de Saddam Hussein tinha armas de destruição maciça. Mais tarde veio-se a descobrir que nem um galo de luta os Iraquianos tinham em sua posse.

 

- Para terminar, o que tem resolvido as tais sanções económicas à Rússia? Nada! Inclusive agora até já se abatem aviões civis.

 

O que tal coisinha de que Berlim, Paris e Londres tanto gostam apenas tem servido para que a Rússia se feche cada vez mais em si mesmo e seja um maior obstáculo ao fim de um conflito que tem tido o Ocidente como apoiante dos nazis de Kiev e os Russos como apoiantes dos Rebeldes.

 

Para mais há que chamar a atenção de que a Rússia tem assento no Conselho de Segurança da ONU e basta-lhe exercer o seu direito de veto para deitar por terra qualquer iniciativa Mundial de apoio aos nazis da Ucrânia. Mais uma boa razão para se tratar a Rússia como um aliado e não como a causadora do problema.

 

Custa assim tanto que os idiotas que são, por mero acaso, Líderes Mundiais retirem estas conclusões e tentem trabalhar em conjunto para que não tenhamos na Europa uma cópia fiel do conflito do Médio Oriente?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:43


Ó idiotas!

por Pedro Silva, em 17.07.14

Mal o avião Malaio foi abatido as primeiras reacções que o Mundo teve conhecimento foram que Pró-russos acusam Kiev e Governo ucraniano acusa separatistas de terem abatido o avião com um míssil.

 

Pelo meio ficamos a saber que o Presidente Ucraniano Petro Poroshenko considera que a queda de um avião das linhas aéreas da Malásia no Leste da Ucrânia, "é um acto terrorista" dos Separatistas Pró-russos.

 

Mais para o fim da noite cá pelo burgo veio-se a saber que há aviões comerciais a sobrevoar a Ucrânia. "O espaço aéreo não foi encerrado e não houve perturbações no movimento normal".

 

Ora perante tal eis que coloco a seguinte questão:

 

Ó idiotas! Em vez de andarem a trocar acusações e de aprovar mais sanções económicas contra Moscovo, não seria muito mais inteligente e sensato da vossa parte tentarem descobrir quem foi a esperteza saloia que autorizou que um avião comercial sobrevoasse o espaço aéreo de uma zona de guerra?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:17


Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Agosto 2019

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D