Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Dar e voltar a dar

por Pedro Silva, em 09.12.20

alta-rotacao.jpg

imagem retirada de zerozero

Dar e voltar a dar. Foi exactamente isto que Sérgio Conceição fez hoje na Grécia numa partida que valia milhões (muitos milhões) e prestígio europeu. E a verdade seja dita que Sérgio Conceição apostou forte e ganhou não só um chorudo prémio monetário para o Futebol Clube do Porto como toda uma equipa alternativa. E que jeito irá fazer essa equipa alternativa para os tempos que se seguem que serão marcados por um calendário competitivo bem apertado.

As surpresas azuis e brancas hoje foram mais do que muitas. A boa qualidade de jogo da maioria dessas surpresas já é bem conhecida como é o caso do Guarda-redes Diogo Costa que tem sido paciente na gestão da sua ainda muito “jovem” carreira. Já Diogo Leite foi uma agradável e admirável surpresa uma vez que o atleta mostrou hoje que tem feito por melhorar bastante a sua prestação enquanto defesa central.

Já os restantes elementos do baralho de cartas de Sérgio Conceição… Bem. Mais do mesmo. Romário Baró parece não ter ainda encontrado o seu espaço no campo. Marko Grujic é uma incógnita não obstante a sua qualidade técnica. Toni Martinez deu um passo maior do que a suas pernas (jogar no Famalicão e na época seguinte jogar no FC Porto é “areia a mais para a camioneta do rapaz!). João Mário ainda tem muito que mostrar para se poder – na minha opinião – fazer um juízo concreto sobre o seu real valor. E Felipe Anderson… Bem estou cada vez mais convencido de que o brasileiro veio para a Invicta fazer uma espécie de ano sabático com direito a renumeração.

A juntar a tudo isto (às surpresas boas, assim, más e habituais), temos o facto que os Dragões venceram um jogo em casa de um adversário bem complicado. Hoje até se me atrevo a dizer que o Olympiacos de Pedro Martins não deu tanto que fazer como na partida do Dragão, mas não se pode dizer que os Azuis e Brancos tiveram uma partida fácil. Pelo contrário! Muitos foram os momentos (por mérito da equipa grega e por demérito da equipa portuguesa) em que o Olympiacos “encostou” a equipa portista à sua área. Contudo remates mal colocados e fadiga (muita fadiga) fizeram com que os ataques helénicos acabassem ou nas grandes defesas de Diogo Costa, nos cortes impecáveis da dupla Mbemba/Leite ou nas bancadas vazias do Estádio Georgios Karaiskakis.

Por isto, em suma, não se pode dizer que hoje foi uma daquelas grandes noites europeias onde o Futebol Clube do Porto mostrou a razão de ter o palmarés internacional que tem e de ser - “somente” – o clube português com mais vitórias na Liga dos Campeões. Foi uma vitória do q.b. onde valeu a pena Sérgio Conceição ter baralhado e voltado a dar as cartas do baralho que tem à sua disposição dado que ganhou (creio eu) mais alguns activos que lhe permitirão gerir o esforço da equipa num calendário muito exigente. Essa vitória mostrou também, mais uma vez, que o jogar com tracção atrás e em transições rápidas na UEFA Champions League é para o FC Porto o mesmo que peixe na água.

Com isso termina uma fase de grupos quase imaculada. Apenas uma derrota diante do Manchester City em Inglaterra e com uma arbitragem muita “caseira”. 5 vitórias. Golos marcados em todos os jogos (10 golos no total). E apenas 3 golos sofridos (todos eles em Inglaterra). Jogadores a serem trabalhados e evoluídos. Aumento do leque de opções válidas. Muitos milhões e prestígio internacional renovado e reforçado. Melhor impossível!

Agora para a fase seguinte venha o Diabo e escolha o Real Madrid CF…

Melhor em Campo: Otávio. O pequeno brasileiro foi um gigante em campo. Com a braçadeira de capitão, Otávio jogou, fez jogar, comandou a equipa em campo e ainda teve tempo e cabeça fria suficiente para marcar um golo de grande penalidade. Que grande jogo fez hoje Otávio!

Pior em Campo: Felipe Anderson. Confesso que desconfio sempre quando um jogador internacional vem por empréstimo de um clube inglês (ou outro qualquer) para o FC Porto. Se o moço fosse mesmo muito bom, o West Ham não o teria emprestado… Muito mal em campo Anderson. Muito mal mesmo.

Arbitragem: Felix Brych não é um “menino” nestas coisas dos jogos da Champions. O alemão é um dos melhores árbitros europeus da actualidade e hoje voltou a mostrar a razão de tal. Bem na decisão da grande penalidade e bem na expulsão de Rúben Semedo. Só mesmo o Sporting CP é que conseguiria arranjar razões de queixa sobre o trabalho do árbitro de Brych e seus assistentes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:12


Prático e simples (finalmente)

por Pedro Silva, em 29.03.15

imgS620I152743T20150329212615.jpg 

Foi preciso a nossa Selecção ter ido buscar um Treinador que de tão habituado que estava de fazer da Selecção Helénica algo de jeito para que a nossa Selecção deixasse de ser a “menina bonita” das qualificações para passar a ser o prático mas vitorioso “patinho feio”.

 

Basicamente ante a Sérvia, uma equipa que tem também muita técnica e que trata a bola por tu, era preciso um Portugal prático e sem rodeios. Uma equipa que fosse à frente duas ou três vezes, marcasse o seu golo e depois passasse a maior parte do tempo a controlar a partida. E foi precisamente isto que sucedeu. Não é um jogo bonito de se ver, causa sonolência mas a jogar assim a equipa de todos nós lidera o seu Grupo de qualificação para o EURO 2016 e com jeitinho lá para Junho já terá carimbado o passaporte para a Competição.

 

Para além disto gosto bastante da ideia de Portugal apresentar um 4x4x2 em detrimento do 4x3x3. Quando não se tem Jogadores em forma e capazes para se jogar com um tridente ofensivo e um meio campo de três deve-se procurar soluções que garantam os três pontos da vitória e foi isto que Fernando Santos fez nesta partida da Luz. A solução não é nova dado que Rui Jorge já há muito que vem fazendo tal coisa nos Sub. 21, mas é com agrado que vejo que finalmente se deixou de lado certas teimosias e se aposta agora na melhor solução para cada momento da época. Espero que esta liberdade de pensamento e de trabalho se mantenha durante muitos e bons anos porque acima de tudo somos um País pequeno com muita qualidade mas pouca matéria-prima.

 

Uma palavra de apreço para Cristiano Ronaldo que foi um mouro de trabalhos nesta partida tendo vindo muitas vezes buscar a bola ao meio campo (tal é exigido pelo tal sistema de 4x4x2). Procurou orientar a equipa em campo corrigindo posições e “puxando” os seus colegas para a frente. Fábio Coentrão mostrou a Carlo Ancelotti que pode contar com ele para outar posição que não a de defesa esquerdo e tanto Tiago como João Moutinho realizaram um jogo fabuloso no miolo Luso.

 

Este foi mais um jogo onde Paulo Bento, anterior Seleccionador de Portugal, foi alvo de mais uma série de enormes bofetadas de luva branca. Ricardo carvalho marcou o golo inaugural e hoje ficou mais uma vez demonstrado que um Seleccionador deve ter sempre um espirito aberto e dar oportunidade de jogar pela Selecção quem estiver em melhor forma no momento em detrimento da “Clubite” e birras pessoais… A falta que Ricardo Carvalho e Tiago fizeram no último Mundial de Futebol…

 

Para terminar queria somente dizer que não gostei muito da exibição de Eliseu. O Açoriano esteve mal a defender e atacar e foi inclusive de uma falha clamorosa da sua parte que surgiu o golo do empate dos Sérvios. Eliseu já há muito que enerva Jorge Jesus e hoje ficou demonstrado o porquê de tal coisa…

 

Venha Cabo Verde para vermos o que realmente vale a segunda linha da nossa Selecção!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:34


Estamos quase lá, mas…

por Pedro Silva, em 16.11.13

O Brasil está mais perto, mas há que ter cuidado e não tomar a qualificação por assegurada porque a Suécia vai com toda a certeza reagir perante o seu público e contam com um grande avançado que dá pelo nome de… Rui Patrício!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00


Perder pontos (ou não)

por Pedro Silva, em 09.08.13

Ao contrário do que muita gente diz e escreve, a época futebolística já começou. A honra de cortar as fitas da Temporada 2013/14 coube ao grupo Desportivo Estoril Praia que teve de disputar uma pré eliminatória que antecede a eliminatória de Fase de grupos da Liga Europa (tanta confusão, mas a UEFA só nos arranja disto).

 

E a verdade seja dita a equipa da Linha não nos deixou ficar mal e está nesse momento à portinha da Fase de Grupos da Liga Europa depois de ter eliminado o Hapoel Ramat Gan, equipa Israelita que milita na Segunda Divisão do seu País e que venceu a Taça de Israel na época passada. Hoje ficamos a saber que os Estorilistas jogarão com os austríacos do FC Pasching, com a primeira “mão” a realizar-se a 22 de Agosto, em Portugal, e a segunda a 29 de Agosto, na Áustria.

 

Por seu turno o estreante da Champions Paços ferreira FC vai medir forças com o Zenit de São Petersburgo no play-off da Liga dos Campeões. A “sorte” era praticamente uma impossibilidade para os Pacenses, na medida em que os outros possíveis adversários eram Arsenal (ING), Lyon (FRA), AC Milan (ITA) e Schalke 04 (ALE).

 

Tudo isto é muito bonito, mas levanta-se aqui uma grande questão: Estoril e Paços terão “pedalada” para estas andanças?

 

Na minha opinião não. Isto porque se no Estoril Praia temos um projecto sustentado que tem vindo a ser desenvolvido ao longo dos tempos pela Direcção Estorilista com a ajuda de um bom Treinador, o mesmo não se pode dizer do Paços. O Estoril teve de lutar contra tudo e contra todos pela qualificação Europeia, já os “Castores” tiveram a tremenda sorte de os dois Sportings (o de Braga e o de Portugal) terem andando a “brincar às casinhas” durante quase toda a Temporada anterior.

 

Para mal de todos acredito que vamos ter de assistir a uma vergonha nacional por cá e na Rússia dado que defrontar equipas da terra de Vladimir Putin nesta altura do campeonato é complicado e um tremendo suicídio para quem nunca soube o que é jogar ao mais alto nível.

 

Resta-nos ver o que vai fazer o Estoril se bem que este já mostrou ter estaleca para jogar na Europa do Futebol. Vamos a ver se perdemos ou não pontos do ranking da UEFA.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00


Mais sobre mim

foto do autor


gatices


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Janeiro 2021

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Publicidade


Futebol Clube do Porto

<<

Dios falleció (RIP 25/11/2020)

<<


No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D