Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Este verão eu vou…

por Pedro Silva, em 08.07.18

dtira51.jpg 

Ora bem, confesso que não sou mesmo nada dado a estas “coisas” das correntes, mas como me pediram com muito jeitinho e eu tenho uma enorme consideração e respeitinho pela pessoa que o fez, eis então que vou participar nesta “coisa”. Mas é só desta vez!

 

Ora bem. Primeiro que tudo tenho de dizer que eu e o Verão temos… Uma relação complicada! Por norma quando chega Maio - mês do meu «armageddon» pessoal por causa das alergias! – o meu maior desejo é que Setembro chegue depressa e fresco. Por esta pequena amostra já todos podem ver como adoro o Verão.

 

Posto isto, vamos lá ao «challenge» … O dito consiste em listar 10 actividades que tenciono fazer este Verão. Vai ser giro fazer tal coisa, vai…

 

- Reclamar o menos possível do calor. Verão é calor bem sei. Verão é sinónimo de estar de cu para o ar a tostar ao sol. Mas tenham lá santa pachorra porque nada disto é para mim. Eu sou mais dado ao frio e afins. Mas como tenho sempre a família por perto nesta época prometo que irei resmungar o menos possível. Não prometo é que seja eficaz no cabal cumprimento desta minha promessa. Adiante.

 

- Tentar sossegar. Já o disse. Calor não é para mim. E muito menos gosto de estar quieto no mesmo sítio horas a fio. Especialmente quando este sítio tem areia, vento e um sol tórrido a dar-me cabo da ”moleira”. Mas este ano vou tentar sossegar. Vai ser milésima vez que o tento. Quem sabe desta vez terei mais sorte.

 

- Tentar acabar as minhas leituras. Entre trabalho e as crises alérgicas para mim é sempre complicado ler um livro do princípio ao fim. Se eu conseguir cumprir à risca o ponto anterior, acredito que este Verão irei conseguir por a leitura em dia. E tenho mesmo muita coisa para recuperar!

 

- Abstrair-me dos putos mal-educados e barulhentos. Verão é – também – sinónimo de ter de aturar os putos mal-educados, mal habituados e mega barulhentos dos papás e mamãs que acham que por estarem de férias não tem de ter mão na sua prole. É mega irritante estar num determinado local a tentar relaxar e ter de levar com um puto que resolve andar em cima das mesas ou a brincar com as portas enquanto o pai e a mãe estão a esticar a perninha ao sol. Este ano vou ver se consigo mesmo não dar por estes “fabulásticos” fenómenos.

 

- Ignorar os “gordos” da praia. Coisa que mais me irrita é estar numa praia de grande vastidão, assentar o Guarda-Sol/Tapa-Vento e respectiva tralha de praia e passados uns minutos eis que tenho uma série de vizinhos que só não assentam arraiais em cima de mim porque é lata a mais.

 

- Ir a Espanha e trazer uma recordação (no verdadeiro sentido do termo!) do Real Madrid CF. Sempre que estou de férias aproveito para dar um “saltinho” a Espanha. O problema é que no sul do país dos «Nuestros Hermanos» ou és adepto dos dois clubes de Sevilha ou és banido. Fora que a família nem sempre tem muita paciência para ir comigo numa demanda em busca daquela sagrada loja que venda um qualquer artigo da equipa de Madrid. A ver se este ano tenho mais sorte.

 

- Quebrar a rotina. A malta cá de casa gosta muito de fazer sempre a mesma coisa nas férias. Vai ser tremendamente complicado, mas a ver se desta vez consigo acabar com este desespero de ir sempre ao mesmo sítio à mesma hora.

 

- Tentar não ter muitos problemas com a alergia. Para tal preciso – mesmo – de seguir à risca todos os pontos anteriores. Especialmente o ponto 1 e 2.

 

- Que mais dizer? Já nem sei… Gosto tanto do Verão que já nem sei que mais quero fazer nesta estação do ano. Talvez aproveitar melhor o dito… Mas já aqui falei nisto… Fico-me então por aqui. Quem não gostar que ponha na beira do prato (ora pois!).

 

Agora para terminar tenho de nomear mais dez desgraçados e desgraçadas para fazerem o mesmo que eu… Só trabalho!

 

Mas eu até sou boa pessoa e como tal só vou nomear uma única pessoa. A escolhida é… A Quarentona do blog mais vale uma boa quarentona! Agora não me deixes ficar mal!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:32


Hora Garfield (119)

por Pedro Silva, em 13.12.17

garfield-2010-julho-26.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:34


Mulher objecto

por Pedro Silva, em 29.08.16

PS_mulherobjecto_destaque.jpg 

Uma nota antes da crónica propriamente dita. Por onde andou a dita “ala feminista” do Bloco de Esquerda na polémica proibição camarária da utilização do Burkini em algumas praias francesas? Não andou. Não se viu. Não falou. Apenas se leu aqui e acolá um ou outro artigo de opinião de um ou outro bloquista, mas das ditas “acérrimas” defensoras das liberdades e dos direitos das mulheres nem uma única palavra. Já quando o caso foi a denominação do nosso Cartão de Cidadão foi o aqui-d'el-rei com direito a legislação, teses sociológicas e demais fundamentação. Depois querem ser levadas a sério. Adiante.

 

Estamos no século XXI. Já há um século que as mulheres conquistaram o seu direito de serem tratadas por igual por todos (e quando falo aqui em todos refiro-me as todos sem execpção). Não se entende, portanto, que em pleno século XXI as sociedades modernas se sintam ainda no cabal direito e obrigação de dizer às mulheres o que devem vestir, fazer e até mesmo sentir. Não se tenha a mais pequena dúvida de que aquilo que algumas Câmaras Municipais francesas tentaram fazer foi isto mesmo: dizer às mulheres francesas o que vestir, fazer e sentir. Se não fosse este o caso não teriam utilizado o estapafúrdio argumento da segurança para terem criado uma Lei Municipal que proibia a utilização do Burkini nas suas praias.

 

Pior do que a “islamofobia” é em pleno século XXI a mulher ser ainda vista - por alguns - como um mero instrumento. Uma tremenda tragédia que me envergonha como cidadão de uma Europa que se diz desenvolvida e igual para todos e todas. Custa-me aceitar tamanha forma disparatada de estar de uma Europa que diz querer a igualdade entre todos os Cidadãos e que, em nome de uma ridícula generalização, viola o mais elementar dos direitos básicos de cada um: liberdade!

 

Se me perguntarem, se eu gosto de ver uma mulher de Burkini eu direi que não. Não gosto. Mas desde quando o meu gosto tem de imperar sobre todos os outros? Desde quando os Executivos Camarários de França podem impor a sua lógica a pessoas que, por opção, tem uma forma distinta de ver e sentir o Mundo? Será que ainda vamos ver o Islamismo a ser considerado crime no Velho Continente recuperando – desta forma – algo que só se viveu na Europa na época medieval onde (curiosamente) as mulheres não tinham direitos alguns a não os respeitantes à lida da casa e satisfação do seu “senhor”?

 

É verdade que desde a gravíssima crise das dívidas soberanas que tenho a sensação de que o Velho Continente anda completamente à deriva no que às políticas sociais diz respeito, mas confesso que nunca imaginei que a figura da “mulher objecto” voltasse a figurar nas mentes dos políticos europeus.

 

Bem sei que a tal Lei anti Burkini acabou por ser revogada pelas instâncias judiciais superiores francesas, mas como europeu sinto uma enorme vergonha ao saber que os nossos políticos ainda olham para as mulheres como meros obejctos que tem de obedecer aos seus caprichos disfarçados de bem maior. E uja lata extrema tem estes mesmos políticos quando criticam abertamente os extremistas (aka perfeitos atrasados mentais) do Daesh.

 

Artigo publicado no site Repórter Sombra (29/08/2016)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:08


Hora Garfield (18)

por Pedro Silva, em 01.01.16

ga000409.png

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:42


Fim

por Pedro Silva, em 21.08.14

Tal como nesta foto que foi tirada em Monte Gordo ao fim do dia, tudo tem o seu final. Está quase a terminar mais uma estadia por terras Algarvias e já vai dando para se fazer um pequeno balanço.

 

Houve calor q.b. algum vento chato, mar frio mas calmo, alforrecas/caravelas portuguesas/ouriços-do-mar e restante malta a importunar o pessoal que passeia á beira-mar (exercício que faço sempre que venho passar férias ao Sul), gente mal formada e gente bem-educada, comerciante de mal com a Vida que contrastam com outros bem-intencionados e profissionais e elemento da família que amua com toda a gente porque tem de dividir o enorme espaço do Hotel com alguém de que não gosta. Eis um pequeno resumo da minha estadia em Monte Gordo, Vila Real de Santo António.

 

Falhou a habitual visita a Espanha (viagem que adoro fazer mas que não foi possível por causa do tal amuo) e ficou mais uma vez por explorar as terras que estão perto desta terriola simpática mas pouco acolhedora, o que tornou a estadia um pouco chata e demasiado rotineira.

 

Fica o meu conselho para que quando venham passar férias ao Algarve explorem. Divirtam-se a passear pelo Barlavento Algarvio e se possível pela Andaluzia Espanhola porque só se vive uma vez na Vida. Mas nunca deixem este pequeno espaço de nome Monte Gordo de lado, mesmo que seja só como ponto de partida e chegada da vossa exploração.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:37


Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg



subscrever feeds


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D