Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Se era para fazer o frete

por Pedro Silva, em 21.05.17

imgS620I196655T20170521200728.jpg 

imagem retirada de zerozero

 

Não me vou alongar muito na análise ao Moreirense FC 3 x FC Porto 1. Isto porque o título deste texto é elucidativo sobre o que aconteceu em campo. Uma defesa como a do Futebol Clube do Porto não pode – nem deve – sofrer golos daqueles. Será que os atletas do FC Porto nunca ouviram falar nas “compensações”? Se um companheiro da defesa vai marcar um outro atleta da equipa adversária, cabe a um jogador do FC Porto ocupar o espaço deixado vazio pelo defesa para se evitar sofrer um golo como o terceiro do Moreirense FC. É assim tão complicado?

 

Pois para os jogadores do actual plantel do Futebol Clube do Porto tudo parece ser complicado. Tal ficou bem patente nos três golos da equipa minhota… Três disparates defensivos que redundaram em três golos inadmissíveis. Se isto continuar assim bem que se pode ir buscar o José Mourinho que isto nunca mais lá vai. E mais, se era para se fazer o frete, mais valia ter-se entrado em campo com os jogadores da equipa B. Se calhar até que teriam deito melhor figura.

 

Quanto a Nuno Espírito Santo (NES), este percebeu tarde demais que nunca deveria ter dado ouvidos à “sapiência” futebolística dos adeptos que o criticam por tudo e por nada. Eu sempre disse que o melhor sistema táctico para o actual FC Porto é o 4x4x2. E a prova está neste jogo de Moreira de Cônegos onde os azuis e brancos só começaram “a jogar à bola” quando NES retirou do campo Otávio e Herrera para fazer entrar André Silva e Corona. Dito de outra forma; a equipa portista joga muito melhor num 4x4x2 do que num 4x3x3 onde praticamente só se vê Brahimi a brincar com a bola e a correr para cima dos adversários para perder a posse do esférico o mais rapidamente possível. O que não, percebi foi a razão da entrada de Rui Pedro em campo por troca com Tiquinho Soares… Gestão de esforço nesta altura do campeonato NES?

 

Depois do que vi hoje em Moreira de Cônegos espero bem que Pinto da Costa e restante Direcção do FC Porto já tenham definido a próxima época. Se ainda não o fizeram o mais provável é na próxima época ficarmos – mais uma vez - em branco

 

MVP (Most Valuable Player): Alex Telles. De todos os que estiveram em campo, Alex foi aquele que mais procurou dar a volta ao rumo dos acontecimentos antes de ter sido “levado na onda”. Bem a atacar e exímio a defender, Alex foi um “oásis” num tremendo “deserto de ideias” que hoje se apelidou de Futebol Clube do Porto.

 

Chave do Jogo: Apareceu no minuto 83', altura em que o Moreirense marcou o seu terceiro golo e colocou um ponto final no jogo. Até esta altura a partida estava longe de estar decidida muito por força da reacção dos portistas que fora entretanto promovida pelas “mexidas” tardias do seu treinador.

 

Arbitragem: Não terá sido por causa de Fábio Veríssimo e dos seus assistentes que o Futebol Clube do Porto perdeu o jogo de hoje. Contudo os Dragões terão algumas razões de queixa porque terá ficado por marcar uma grande penalidade contra o Moreirense por falta de Caué sobre Otávio ainda na primeira parte e quando os azuis e brancos pressionavam a equipa cónega foram vários os momentos em que Fábio Veríssimo pactuou com as famosas “demoras de tempo” que cortam o ritmo do jogo a quem ataca.

 

Positivo: As alterações de NES ao intervalo. A mudança de um confuso 4x3x3 para um eficiente 4x4x2 foram o único factor positivo a apontar à equipa portista em todo o jogo.

 

Negativo: “Fazer o frete”. Os jogadores do Futebol Clube do Porto são profissionais bem renumerados. Independentemente de o jogo de hoje não contar para nada, a sua obrigação era a de ter feito algo mais pelo Clube.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:51


SC Braga 1 x FC Porto 1 (breves notas)

por Pedro Silva, em 15.04.17

imgS620I194538T20170415223740.jpg 

imagem retirada de zerozero

 

Sobre o empate do Futebol Clube do Porto em Braga retiro as seguintes notas:

 

- O SC Salgueiros “desapareceu” do panorama futebolístico português, mas ontem assisti ao renascimento de um outro “Benfica do Norte”, Só assim se percebe a garra e tremenda vontade que o Sporting Clube de Braga mostrou na 1.ª parte do jogo. Tal explica, também, a razão de tanto festejo da parte dos bracarenses sendo que o empate não serve os interesses da equipa minhota no “mano a mano” com o Vitória Sport Clube na luta por um “lugar europeu”;

 

- Está mais do que provado (e demonstrado) que até ao final da actual edição da Liga NOS todo e qualquer adversário do Futebol Clube do Porto terá “carta-branca” para “distribuir porrada” a tudo o que equipe de azul e branco. Tal pode suceder em qualquer parte do campo dado que as equipas de arbitragem tudo consentem. Já os jogadores do FC Porto são fortemente penalizados por terem ousado entrar em campo;

 

- Ainda estou para perceber qual a razão da expulsão de Yacine Brahimi. Na semana passada um tal de Samaris, atleta do SL Benfica, agrediu um jogador do Moreirense diante de toda a gente e não foi devidamente punido por quem de direito. Já Brahimi terá sido expulso por supostamente ter falado em francês com o 4.º árbitro;

 

. Ao que consta Pinto da Costa terá abandonado a bancada presidencial do Estádio Municipal de Braga por causa dos festejos de um Secretário de Estado. Já fazer o mesmo por causa das recentes arbitragens “vai no Batalha”. Isto de se “sujar na imundice” é algo que somente o Departamento de Comunicação do Futebol Clube pode e deve fazer;

 

- Porquê razão o Futebol Clube do Porto de Muno Espírito Santo (NES) – por vezes - demora tanto tempo a entrar no jogo. Tal postura contra equipas que “querem agradar ao dono” é fatal;

 

- Óliver Torres está a atravessar um mau momento de forma. Tal afecta o normal rendimento de toda a equipa como se viu neste jogo em Braga. Talvez fosse melhor apostar em João Carlos Teixeira em vez de Óliver, mas não creio que NES não opte por tal porque sim. Há que ter memória e recuar atá à pré temporada para se perceber porquê razão para o lugar de Óliver só existe a alternativa Óliver;

 

- E, por último, quando é que Yacine Brahimi voltará a perceber que isto de fintar tudo e todos sem desmarcar um qualquer companheiro e/ou criar linhas de passe não leva a lado algum? Espero que a breve estadia na bancada ajude o argelino a repensar a sua recente ideia de jogo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55


Desgraça (FC Porto 1 x Sporting CP 3)

por Pedro Silva, em 30.04.16

2314202_w2.jpg 

Estive no Estádio do Dragão a assistir in loco à pesada derrota dos Azuis e Brancos diante do Sporting CP e neste momento pergunto a mim mesmo se tudo isto não será uma piada de mau gosto. Especialmente depois de ter ouvido Pinto da Costa e José Peseiro a queixarem-se do Árbitro…

 

Não que os Portistas não tenham razões de queixa do trabalho de Artur Soares Dias mas pelo amor da santa, vir a público dizer que o Futebol Clube do Porto não ganhou porque foi prejudicado pela arbitragem é de uma cegueira sem precedentes. E há quem vá atrás desta triste e enfadonha conversa que mais faz lembrar o Sporting de Godinho Lopes, Sousa Cintra e Bruno de Carvalho!

 

Meus amigos e minhas amigas a realidade é esta e só esta: o Futebol Clube do Porto não jogou absolutamente nada! A defesa e o meio campo simplesmente não existiram e foram os principais responsáveis pela derrota diante dos de Alvalade.

 

Contudo se me disserem que os Jogadores do FC Porto deram tudo o que podiam dar e que não conseguem dar muito mais do que a pobreza franciscana que se viu hoje (nem um passe sabem fazer) eu ainda sou como o outro… E também dou o braço a torcer se me disserem que José Peseiro parece cada vez mais perdido antes, durante e após os jogos. Agora não me venham com a história da arbitragem… Não quando TODOS vemos um Dragão doente, sem ambição, sem táctica, sem plano, sem garra, sem nada em campo!

 

Sobre o Clássico apenas quero acrescentar que os Azuis e Brancos mereciam ter perdido pela margem mínima mas a verdade seja dita que a sorte procura-se e isto de se ter na baliza um Guarda-redes do nível da Liga Norte-americana de futebol é aquela coisa.

 

E mais não digo senão que ou isto dá uma grande volta ou então a próxima temporada vai ser uma desgraça. E não, não vou perder mais o meu tempo a expor o que vai mal neste Porto de Peseiro porque os erros são sempre os mesmos!

 

Chave do Jogo: Apareceu no minuto 44 do jogo, altura em Slimani marcava o segundo golo dos Sportinguistas. A partir desta altura a equipa de Jorge Jesus quase que se limitou a gerir os acontecimentos dado que os Azuis e Brancos ficaram sem capacidade de reagir com calma e frieza à adversidade no marcador.

 

Positivo: Sérgio Oliveira. Foi o único Atleta dos Portistas que mostrou querer “remar contra o marasmo” que se apossou do Futebol Clube do Porto. Infelizmente um Homem só não faz uma equipa de futebol.

 

Negativo: Herrera. Podia ter aqui colocado José Àngel dado que foi pelo seu flanco que passou todo o futebol Leonino, mas o Mexicano Herrera não joga nem faz jogar. Nem um passe acerta quando pressionado por um adversário! Um Jogador que ainda estou para perceber o que faz de Azul e Branco vestido de tão mau que consegue ser.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:21


Ratitos

por Pedro Silva, em 26.02.14

Pinto da Costa disse há uns dias atrás que só os ratos é que fogem. Esqueceu-se que actualmente no plantel existem uns ratitos que nas alturas de crise resolvem dar a cara nas redes sociais. A ideia destes é a de ir roendo a corda a ver se a coisa cola porque de outra forma ninguém lhe liga puto.

Vem isto a respeito do desabafo de Kelvin. Sempre gostei do miúdo e sempre vi nele muito talento. Mas Kelvin precisa de crescer como qualquer outro Jogador e não me agradou a histeria colectiva que se criou em seu redor depois de este ter dado o título de Campeão Nacional ao FC Porto no célebre minuto 92.

 

Como já disse, o Brasileiro é muito jovem e facilmente se deixa levar pelas emoções. Depois temos os empresários que querem sempre ganhar o seu á custa de talentos como o Kelvin, pouco ou nada se importando com o seu futuro profissional.

 

Ora se Kelvin está farto então tem boa solução; fala com o seu representante, arranja quem pague o valor do seu passe e siga para outro lado. Para mais estamos a falar de um Jogador que nem nos tempos de Vítor Pereira era titular indiscutível pelo que lhe fica muito mal este tipo de atitude à ratito.

O outro ratito do Plantel Portista é o Guardião Fabiano que optou pelo mesmo estratagema. A solução é a mesma e para mais o colosso Italiano Hellas Verona anda à procura de artistas de circo porque o Iturbe sozinho não tem piada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:20


E agora o que fazer?

por Pedro Silva, em 14.01.14

Confesso que me custa estar outra vez a falar de futebol num espaço que desejo que seja diverso, só que vai uma azáfama na Nação Azul e Branca que nem vos conto! Como tal eis que me sinto na obrigação de dizer o que penso sobre o actual estado do Futebol Clube do Porto.

 

Segundo muito boa gente a “coisa está preta”. E está assim porque se perdeu no estádio da Luz. O FC Porto jogou pouco e voltou a ter problemas na defesa. Há um claro défice de liderança e os jogadores sentem-se perdidos em campo. Paulo Fonseca é para muitos o principal responsável por um “Porto sem chama”, sem ideias e sem garra.

 

Solução? Aqui é que a porca torce o rabo… E de que maneira acrescento eu!

 

Isto porque o Futebol Clube do Porto ainda está longe do tempo em que vai ser governado de fora para dentro tal como aconteceu recentemente com o Sporting CP de Godinho Lopes ou com o Paços de Ferreira de Carlos Barbosa. Pinto da Costa não vai despedir o treinador por muita pressão que possa existir da parte dos adeptos.

 

Se eu concordo com a habitual postura do Presidente Portista neste tipo de situações? Em certa medida sim. E concordo por quatro razões:

 

- A distância pontual para o primeiro classificado é de três pontos. Nada que não seja recuperável. Estamos ainda a meio da época;

 

- Ainda está para vir treinador que traga consigo uma varinha mágica que mude a equipa da manhã para a noite;

 

- Despedir agora em Janeiro o Paulo Fonseca para se contratar outro técnico com o claro objectivo de ser campeão ainda esta época é jogar à roleta russa. Tal já foi experimentado na época de 2004/05 e perdeu-se o título para o Benfica (o mais fraco da sua história);

 

- Um eventual despedimento de Fonseca será sinal de que o Clube abdicou do projecto desportivo que tinha delineado para a actual temporada. Ou seja, ao contratar agora com outro treinador o Clube vai começar a preparar a nova temporada e desistir da actual. Foi assim com Artur Jorge, Robson, Mourinho e outros tantos treinadores que passaram pelo FC Porto e que vieram para o Clube com a época a meio.

 

Contudo esta minha concordância não é um compartimento estaque.

 

Isto porque o ponto quatro das razões que evidenciei em cima pode muito bem acontecer bastando para tal que os Dragões cedam pontos ante o Vitória de Setúbal em casa no próximo Sábado e que tanto Benfica como Sporting vençam os seus jogos.

 

Como tal aguardemos pacientemente pelas cenas dos próximos capítulos em vez de tirarmos conclusões precipitadas. Acima de tudo há que ser racional e frio quando o assunto é a gestão de um Clube, até porque está muita coisa em jogo e as variantes são mais que muitas.

 

p.s. Já o que dizem certos “Benfiquistas” passa-me ao lado. Foi preciso que o FC Porto perdesse na Luz para saírem da longa hibernação que levavam a cabo numa qualquer caverna escura sob o pretexto de que o futebol não lhes interessa. Adiante.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:00


Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Agosto 2019

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D