Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Aniquilação

por Pedro Silva, em 25.03.18

annihilation_vertical-main_pre_bpo.jpg 

"Annihilation"

AventuraDramaFantasia - (2018)

Realizador: Alex Garland

Elenco: Natalie Portman, Jennifer Jason Leigh, Gina Rodriguez

 

Sinopse: Uma bióloga (Natalie Portman) se junta a uma expedição secreta com outras três mulheres em uma região conhecida como Área X, um local isolado da civilização onde as leis da natureza não se aplicam. Lá, ela precisa lidar com uma misteriosa contaminação, um animal mortal e ainda procura por pistas de colegas que desaparecem, incluindo seu marido (Oscar Isaac).

 

Critica: Ora aqui está algo que Hollywood rejeitou liminarmente (a falta de capacidade de encaixe do Norte-americano comum dá nisto) que a NETFLIX em boa hora aproveitou. “Aniquilação” de Alex Garland não é uma obra de arte, mas tem a capacidade de nos colocar a pensar e quando este objectivo é o pretendido pelo seu Realizador então estamos, forçosamente, perante um bom filme.

 

Há quem, diga que o argumento deste “Aniquilação” é algo “pesado”. Pessoalmente não achei que tal seja assim. É um facto que se trata de um argumento cuja “degustação” não é propiamente fácil dado que são alguns os momentos em que a história “trava”, cortando – quase que por completo – com a acção do momento e esta técnica nem sempre é apreciada por todos, mas se tomarmos o argumento desta produção cinematográfica de Alex Garland pelo seu todo, facilmente verificamos que este é mesmo muito bom. “Aniquilação” é Algo que tem “cabeça, tronco e membros”. Algo que se aproveita e que passa uma clara e inequívoca mensagem.

 

O elenco deste filme teve um trabalho bem complicado pela frente. Isto porque a cada personagem cabia a tarefa de passar uma mensagem diferente. Pessoalmente não desgostei do trabalho das actrizes. Estiveram bem, se bem que me pareceu que Natalie Portman poderia ter estado bem melhor dado o seu histórico no Mundo da Sétima Arte.

 

As partes que mais gostei de ver neste “Aniquilação” foram os cenários (os respectivos efeitos especiais) e a banda sonora. São de uma excelência atroz! Os cenários até que são pouco diversificados, mas estão muito bem enquadrados à história que o Realizador nos quer contar. Claro que para tal a Banda Son9ora também ajuda muito. Assim como os fabulosos efeitos especiais.

 

Em suma; “Aniquilação” de Alex Garland tem a minha forte recomendação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55


As Armas de Jane

por Pedro Silva, em 09.04.16

QAaL2wp.jpg 

AcçãoDramaWestern - (2016) "Jane Got a Gun"

Realizador: Gavin O'Connor 

Elenco: Natalie Portman, Joel Edgerton, Ewan McGregor, Rodrigo Santoro

 

Sinopse:  Jane Hammond é a esposa de Bill , um dos maiores bandidos da região. Um dia ele retorna para casa após levar oito tiros de integrantes de sua própria gangue, que se voltaram contra ele. Com o marido à beira da morte, Jane decide se vingar e para tanto pede ajuda a Dan Frost, um ex-namorado que ainda a ama e que detesta Bill.

 

Critica: Começo pena nota que atribuo a esta produção de Gavin O'Connor  para começar por dizer que estamos perante um western satisfatório. Bastante satisfatório dado que o filme até que é interessante mas tem algumas arestas que bem limadas poderiam fazer dele algo de muito mais interessante.

 

Em termos de argumento “As Armas de Jane” até que está muito interessante. Um western à moda antiga que nos conta uma história cativante, bem pensada e, sobretudo, bem enquadrada no tipo de cinema que o seu Realizador pretende criar.

 

O problema está no seu elenco. Não que não tenha gostado de alguns aspectos do trabalho de Natalie Portman mas sou da opinião que em certos momentos (em momentos a mais) a actriz mostra uma frieza tal que não se sabe muito bem se a dita terá mesmo estudado o guião como devia. Não é por nada mas o saber estar é algo de muito importante e não me pareceu que a protagonista deste filme tenha seguido esta regra de ouro. Uma cara bonita não é o suficiente para se fazer bom cinema. É uma pena que o fraco desempenho de Natalie Portman seja umas “das pedras no sapato” deste trabalho de Gavin O'Connor pois a temática deste “As Armas de Jane” até que é bem interessante.

 

O que também não ficou lá muito famoso foram os cenários e a forma, desastrosa diria, como foram filmados. Para além da parca originalidade e escassez de pormenores eis que no momento chave do filme somos brindados com uma escuridão tal que ficamos praticamente sem sabe muito bem o que aconteceu para depois sermos rapidamente conduzidos ao final do dito.

 

O que também falta neste filme é a banda sonora. Não é um grande mal mas bem que poderia ter-se apostado um pouco mais na banda sonora.

 

Em suma, trata-se de um filme que recomendo não obstante não estar grande coisa. Serve para passar o tempo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55


Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Agosto 2019

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D