Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Eis a esperada resposta

por Pedro Silva, em 30.01.19

nem-o-diluvio-nem-o-horario-incomodaram-o-dragao.j

imagem retirada de zerozero

 

Para quem tinha dúvidas de que o Futebol Clube do Porto ia dar a devida resposta á derrota no passado jogo treino diante do Sporting CP, eis aquilo que popularmente se apelida de “prova dos nove”. Os Dragões derrotaram de forma cabal uma das boas equipas do nosso campeonato e continuam no vom caminho para a renovação do título.

 

Efectivamente a melhor forma de se reagir a uma derrota (mesmo que esta seja referente a um jogo não oficial), é vencer a próxima partida. Mas mais importante do que vencer é a forma como se vence. Hoje o FC Porto de Sérgio Conceição terá feito aquela que, até à data, terá sido a melhor exibição da época. E logo diante de um tal de ”Belenenses SAD” que - se mantiver a performance - será uma das equipas que representará o nosso país na próxima edição da Liga Europa.

 

Gosto mesmo muito deste FC Porto racional que se preocupa muito mais em gerir o jogo do que correr até à exaustão. E gosto porque a época de uma equipa como a dos portistas é muito desgastante… Liga NOS, Taça de Portugal e Liga dos Campeões são as provas onde os azuis e brancos tem um tremenda palavra a dizer. Como tal há que saber gerir o esforço e mentes de um plantel que não tem assim tantas soluções como parece. Há que dar o mérito a Sérgio Conceição por este ter aprendido com os disparates da época passada- E acredito que a – cada vez maior - possibilidade de se resolver a questão campeonato mais cedo vai permitir a este Futebol Clube do Porto seguir um melhor caminho europeu ainda esta temporada. Mas vamos indo e vamos vendo até porque se seguem uma série de jogos nada fáceis contra equipas que estão em boa forma e a lutar pelos lugares europeus da nossa Liga NOS.

 

MVP (Most Valuable Player): Yacine Brahimi. Mais um jogo de grande nível do internacional argelino que esteve no lugar certo e na hora certa para colocar o FC Porto no rumo da vitória calma e certeira. Que eset momento de forma se mantenha nos momentos decisivos que se aproximam.

 

Chave do Jogo: Os três golos do FC Porto. O “Belenenses SAD” foi à Invicta com a clara ideia de quere repetir a “gracinha” da primeira volta, mas a forma aguerrida e tremendamente eficaz com que o Futebol Clube do Porto chegou aos três golos ainda na primeira parte acabaram com toda e qualquer intenção da equipa de Silas de lutar pelos três pontos.

 

Arbitragem:   Luís Godinho perdoou uma entrada muito dura de Zakaria. O segundo golo do FC Porto deixa algumas dúvidas devido à acção de Herrera junto de Diogo Viana, mas a validação parece ter sido a opção mais correcta. Fora isso, uma arbitragem tranquila, sendo que a expulsão de Gonçalo Silva foi acertada. Análise e opinião de Igor Gonçalves (jornalista do site zerozero).

 

Positivo: Estilo de jogo racional do FC Porto. Racional q.b. É isto que fazem as grandes equipas que só dependem de si mesmas para alcançar com sucesso os seus objectivos.

 

Negativo: Horário do jogo. Dia - super - invernoso de semana e a SporT Tv resolve marcar um jogo importante do nosso campeonato para as 21h15. Lamentável ditadura essa das operadoras de TV…

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:28


Do mal o menos

por Pedro Silva, em 03.01.19

nada-melhor-do-que-entrar-em-2019-com-a-premissa-d

imagem retirada de zerozero

 

Bem sei que no nosso campeonato não se pode exigir muito das nossas equipas, mas pelo amor de deus. Hoje CD Aves e FC Porto protagonizaram aquele que terá sido – para já – um dos piores jogos desta temporada. A culpa maior de tão enfadonha coisinha é, sem sombra de dúvida e com a maior das naturalidades, dos Dragões dado que são, de longe, u8am equipa muito melhor em termos de qualidade do que o conjunto de mancos que José Mota diz treinar e orientar.

 

Efectivamante como portista apenas me apetece dizer que a única coisa que se aproveita da deslocação dos comandados de Sérgio Conceição à Vila das Aves é a vitória do Futebol Clube do Porto. É uma vitória que aumenta o tremendo recorde de vitórias seguidas da turma de Conceição é verdade, mas não passa de uma vitória fraca. Muito fraca! O golo que deu os três pontos aos portistas é o culminar de uma série de ressaltos e de um Militão na hora e lugar certos. Tudo o resto é uma história que contada, ninguém acredita. A meu ver exigia-se muito mais a este FC Porto. Especialmente perante uma equipa avense que mostrou que estar próximo da zona de descida é um tremendo privilégio. O CD Aves deveria antes ser o último classificado do nosso campeonato!

 

Claro que este tipo de vitórias faz parte do processo até porque o futebol não é ópera, mas fiquei com a nítida e clara sensação de que bastaria um bocadinho mais de empenho da parte dos onze eleitos por Sérgio Conceição e não se teria vivido o tremendo sofrimento que toda a Nação Azul e Branca viveu hoje no Estádio do Clube Desportivo das Aves. Espero que na próxima segunda a equipa azul e branca esteja bem mais preparada para poder fazer frente – como deve ser! – a um adversário bem melhor do que este triste e enfadonho Aves.

 

MVP (Most Valuable Player): Felipe. O “Xerife” foi hoje, na minha opinião, o melhor em campo. Não houve adversário que conseguisse passar pelo central brasileiro que esteve – sempre – exímio nas dobras a Maxi Pereira que está claramente a acusar a “idade da reforma”.

 

Chave do Jogo: Inexistente. Em momento algum as equipas foram capazes de criar um lance que fizesse com que a vitória pendesse, em, definitivo, para o seu lado.

 

Arbitragem: Arbitragem exemplar de João Pinheiro. Decisões acertadas relativamente aos golos anulados e, em relação aos critérios disciplinares, nada a apontar.  Análise e opinião de  Ricardo Lestre (jornalista do site zerozero).

 

Positivo: As substituições de Sérgio. O treinador do FC Porto percebeu o que tinha de fazer e quando fazer para que o FC Porto dominasse um jogo que insistiu em complicar. Infelizmente não teve a devida resposta por parte dos seus comandados.

 

Negativo: Falta de empenho. Dizem que ganhar muitas vezes seguidas cansa. Nota-se! Os atletas do FC Porto hoje não quiseram “dar o litro” diante de um tão acessível adversário. A ver se tal não passou de um “mau estar passageiro”.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:45


Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D