Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O Jornalismo hoje em dia

por Pedro Silva, em 14.05.15

Quem tem por hábito ler o que aqui vou escrevendo sabe muito bem que sou um crítico feroz do actual estado em que se encontra o Jornalismo Português. Percebo, e até aceito, que o lucro dos nossos Meios de Comunicação Social (CS) sejam algo reduzidos e que tal não lhes permita levar a cabo um trabalho, no mínimo, satisfatório. A nossa CS tem muitas vezes de recorrer às meias verdades e ao dito por não dito para poder facturar mais uns trocos, contudo sou da opinião de que um pequeno esforço da parte de quem nos traz as notícias do que nos rodeia não ficaria mal mesmo não havendo grande margem para tal.

 

Vêm isto tudo a respeito desta notícia do Diário de Notícias (DN) sobre o novo Regulamento da Caixa de Providência dos Advogados e Solicitadores (CPAS) da qual destaco o seu título:

 

Advogados vão descontar quase um quarto do salário mas só daqui a 5 anos

 

Naturalmente que um título apelativo “obriga” a quê se compre o Jornal para se ler o conteúdo da notícia. Contudo não me parece que se deva fazer título de uma não realidade somente porque se quer vender mais uns quantos papéis ou forçar umas quantas visitas ao Site do Jornal.

 

O Advogado/Solicitador/Agente de Execução é um Profissional Liberal por excelência. Isto porque existe uma coisinha chamada Deontologia que não permite que estes agentes da Justiça sejam Trabalhadores por conta de outrem dado que tem de respeitar o Principio da Independência custe o que custar. Quando muito poderá existir um eventual Contrato de Avença que determina a que ao Advogados/Solicitador/Agente de Execução seja paga uma retribuição em troca de um serviço que este tenha prestado.

 

Resumido e trocando por miúdos para que todos percebam; os Advogados/Solicitadores/Agentes de execução não recebem um Salário. Pelo que será de todo impossível que estes descontem quase um quarto dos seus salários tal como titula o DN.

 

Se a Sra.  Filipa Ambrósio de Sousa, Jornalista do já aqui referido Diário, tivesse feito o seu trabalho como deve ser teria percebido que os descontos para o CPAS são fixados em percentagem do salário mínimo (e não do "salário" do Advogado/Solicitador/Agente de execução). Presentemente o escalão mínimo corresponde a 17% do salário mínimo. A ideia é progressivamente passar essa percentagem a 25%.

 

È este o tipo de Jornalismo que temos. Um Jornalismo que em nome do lucro rapidamente ridiculariza e escamoteia um assunto que até que é importante e que merece ser cabalmente discutido na Praça Pública porque a este ritmo não vai haver Advogado/Solicitador/Agente de Execução que aguente trabalhar no nosso País… Isto a não ser que daqui a cinco anos as coisas estejam de tal maneira bem que vai ser possível ter Clientela á porta dos escritórios disposta a pagar o que for preciso para a cabal resolução dos seus Processos (cenário que me parece altamente improvável diga-se desde já).

assaltoGR4.gif 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:31


Descobriu-se a pólvora

por Pedro Silva, em 16.11.14

Quando António Guterres era Primeiro-ministro de Portugal as privatizações de Empresas do Estado arrancou em força. O pontapé de saída foi a privatização da “Galinha dos Ovos de Ouro” que dá pelo nome de BRISA. Na altura um amigo meu afirmou convictamente que isto das Privatizações ia começar até só sobrarem os dedos. E justiça lhe seja feita! Não porque sei que ele estará a ler este texto, mas sim porque tinha toda a razão do mundo.

 

Desde a década de 90 até à data que os sucessivos Governos de Portugal tem recorrido ao dinheiro fácil das Privatizações para poderem fazer face a problemas de tesouraria (ou não). È aquilo que se chama de Receitas Extraordinárias. E sim, estamos a falar de dinheiro fácil porque não obstante serem Empresas que na mão do Estado dão prejuízo, não faltam nunca interessados na sua compra dispostos a pagar o que for preciso.

 

Daí que não seja de admirar que em pouco mais de três anos, foram-se praticamente todos os anéis. O que sobra para vender dará pouco ou nenhum encaixe. A par da TAP, o calcanhar de Aquiles do Governo, restam apenas a EMEF, CP Carga e Carristur.

 

Descobriu-se a Pólvora, digo eu!

 

Agora penso que se impõe colocar duas questões:

 

- Quando estiver tudo vendido, tal como sugeriu o Técnico da Troika, e o Estado necessitar de Receitas Extraordinárias o que se vai fazer? Vai-se vender a Ilha da Madeira?

 

- Porquê razão o Estado não consegue colocar estas Empresas a dar lucro quando estão sob a sua alçada tal como sucede quando as mesmas passam para a esfera Privada?

portugal_3029.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:49


A estranheza estranha

por Pedro Silva, em 23.11.13

Nesta semana que está quase a terminar tive de me deslocar á Régua por motivos profissionais. Optei pelo comboio porque além de ser mais barato é o meio de transporte mais indicado para quem quer viajar para aquela zona do nosso País.

 

Segui portanto pela Linha do Douro e fui brindado com uma paisagem fabulosa onde o rio quase que encosta á linha do comboio. Inclusive reparei em estações que estão simplesmente encostadas ao rio Douro. Lamentei o facto de não ter levado a minha máquina fotográfica para registar todo aquele belo cenário, mas como ia em trabalho pouco espaço me restava entre Códigos e bloco de apontamentos.

 

Mas para além da paisagem reparei noutra coisa. Ao contrário do que pensei o comboio ia cheio, era moderno, limpo, asseado e tinha aquecimento em todas as carruagens. A viagem correu bem e foi confortável. O serviço a bordo e nas estações foi eficaz apesar de o pessoal ser em n.º reduzido. Para mais os horários foram cumpridos à risca o que me permitiu fazer o que tinha de fazer à vontade sem me preocupar com as horas de chegada a casa porque tudo correu como planeado.

 

Ora perante uma maquinaria que funcionou tão bem pergunto-me porquê carga de água a CP não consegue ter lucro? Porquê razão a CP não consegue retirar de si a imagem negativa que tem e que já vem de anos a fio apesar de tudo parecer funcionar tão bem?

 

Muitos me dirão que é por incompetência de quem gere a Empresa, mas é complicado aceitar tal justificação quando verificamos que mudam os Gestores mas mantêm-se a incompetência.

 

Não deixa de ser uma estranheza estranha, mas confesso que gostava de perceber porquê razão os nossos comboios não conseguem ser lucrativos mesmo continuando a ser um meio de transporte eficaz e cómodo nos tempos modernos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:00


Se sou contra os Circos? Claro que sim!

por Pedro Silva, em 09.11.13

Deparei-me com esta notícia Imprensa agiu correctamente no caso Bárbara Guimarães? e logo dei a minha resposta que se resume a um rotundo não!

 

Não afirmo tal coisa porque simpatize com a apresentadora de televisão e muito menos o faço por qualquer simpatia pelo seu ex-marido.

 

Isto porque por norma um Processo de Divorcio, litigioso ou não, acontece sempre por culpa do casal. Não estou com isto a dizer que não possam existir situações em que o Divórcio seja motivado pelo comportamento menos correcto de um dos cônjuges, mas em 99,9999% dos casos há sempre culpa de ambas as partes. Como tal torna-se complicado dar razão ao Marido ou Mulher nestas coisas e a prova dos nove está a ser dada pelo caso Bárbara Guimarães onde tanto ela como ele tem trocado acusações públicas que já roçam o ridículo.

 

Mas vamos agora supor que em Tribunal se prova que afinal Manuel Maria Carrilho não é a besta que todos dizem ser e que afinal a Bárbara é a má da fita? E se ficar provado o contrário? Como ficarão estas duas figuras públicas caso este Processo faça como a montanha que pariu um rato?

 

Para mais que me interessa a mim, comum dos Cidadãos, que a Bárbara Guimarães e Manuel Carrilho andem à cabeçada um com o outro? Como é que o problema pessoal deste casal me vai afectar no meu dia-a-dia? Será que o Divórcio da Bárbara Guimarães é uma imposição da troika e isto vai ter implicações negativas para a economia nacional?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:10


Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Agosto 2019

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg



subscrever feeds


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D