Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Underworld: Guerras de Sangue

por Pedro Silva, em 30.04.17

poltrona-underworld_blood_wars-poster-30out16-6.jp 

AcçãoTerror - (2016) "Underworld: Blood Wars"

Realizador: Anna Foerster

Elenco: Kate Beckinsale, Theo James, Tobias Menzies, Lara Pulver

 

Sinopse:  O quinto filme da franquia Anjos da Noite vai acompanhar uma nova geração de vampiros e lobisomens disposta a lutar até o fim a histórica batalha interracial de seres sobrenaturais.

 

Critica: Sobre a saga Underworld já aqui tinha dito que a partir de determinada altura a história deixou de fazer sentido. Ora o antecessor deste Underworld: Guerras de Sangue foi aquilo que se pode apelidar de “um tiro completamente ao lado” dado que se desviou, em demasia, da história original. Este  Underworld: Guerras de Sangue é, então, uma tentativa (frustrada) de voltar ao que já nos foi contado no primeiro filme da saga. Só que desta vez tal é feito com alguns novos elementos para que a cousa não pareça muito má. Pelo meio temos uma série de cenas vitais onde é praticamente impossível ver-se o que se está a passar. A Sony e as suas “forretices” a cravar o último prego no caixão da saga Underworld.

 

Em termos de argumento este filme deixa muito a desejar. Se eu quisesse ver a primeira produção cinematográfica da saga ia ver o primeiro. Não necessitava desta coisa mais apetrechada. A forma como a saga termina é bem penada na perspectiva da personagem principal. Já na do espectador deixa muito a desejar.

 

Sobre o elenco eu bem que gostaria de escrever alguma coisa. Mas a escuridão com que somos brindados nos momentos chave não me deixa fazer isto. Contudo posso dizer com firmeza que este não foi o melhor desempenho da actriz Kate Beckinsale. Mais uma vez “obrigadinho por nada” Sony.

 

Por último os efeitos especiais. É algo que eu gostaria de poder emitir uma opinião segura, mas a Sony esqueceu-se de pagar a conta da luz e os efeitos especiais devem ter sido criados à luz da vela (tal como uma grande parte deste filme). Banda Sonora bem vê-la.

               

Em suma, Underworld: Guerras de Sangue não tem a minha recomendação, mas é compreensível que se veja o dito. Quanto mais não seja para se ficar a saber como a saga Underworld termina.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:45


Underworld: O Despertar

por Pedro Silva, em 22.04.17

405472.jpeg 

FantasiaTerror, Acção - (2012) "Underworld: Awakening"

Realizador: Måns Mårlind, Björn Stein

Elenco: Kate Beckinsale, Stephen Rea, Michael Ealy, Theo James

 

Sinopse: Quando as forças humanas descobrem a existência dos clãs dos Vampiros e dos Lycans, inicia-se uma guerra para erradicar ambas as espécies. A guerreira vampira Selene lidera a batalha contra a humanidade.

 

Critica: Um dos grandes problemas das sequelas (senão mesmo o maior) é que a partir de determinada altura surge a necessidade de se reinventara história porque a original já se esgotou. Basicamente é isto que sucede neste Underworld: O Despertar de Måns Mårlind e Björn Stein. A introdução de um novo elemento na história e o repentino aumento de importância da humanidade são disto bons exemplos. Não que o filme não seja interessante, mas penso que era desnecessário tal manobra até porque a saga termina de uma forma que quase que ignora o que se passou neste Underworld: O Despertar.

 

Já aqui o disse e repito, o filme está interessante. Isto porque o seu argumento está bom para o tipo de cinema que se nos é apresentado. Só não percebi muito bem a “viragem” que nos é apresentada. Não estamos perante um corte radical com o passado, mas acredito que não era necessário algo de tão original dado que a história de base ainda tinha muito que se aproveitasse.

 

Quanto ao elenco tenho de dizer que não fiquei desagradado com o desempenho do mesmo. Mas também não fiquei impressionado com o que vi. Este tipo de filmes não exige muito do elenco em termos de representação e é muito neste sentido que afirmo que Kate Beckinsale se destaca (pela positiva) dos demais. De resto nada de especial. O normal para um filme onde o tiroteio, perseguição, explosões e demais efeitos especiais se impõem a tudo resto.

 

Já quanto à banda sonora, bem que esta poderia estar bem melhor. Um filme sem banda sonora é um tudo ou nada aborrecido e este Underworld: O Despertar bem que poderia ter investido um pouco mais neste pequeno, mas importante, aspecto. Já os efeitos especiais estão excelentes.

 

Em suma, Underworld: O Despertar é um filme que recomendo embora este seja um claro sinal de que a saga Underworld esteja a perder alguma qualidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55


Underworld: Evolução

por Pedro Silva, em 02.04.17

Underworld2evolution.jpg 

FantasiaFicção CientíficaAcção - (2006) "Underworld: Evolution"

Realizador: Len Wiseman

Elenco: Kate Beckinsale, Scott Speedman, Tony Curran, Derek Jacobi

 

Sinopse:  Perseguida pelos seus, Selene (Kate Beckinsale) - a bela e fatal guerreira vampira - procura Marcus (Tony Curran), senhor dos vampiros, na esperança de negociar a sua própria vida. Mas cedo se apercebe que Marcus já não é o mesmo.Juntamente com o seu amado, Michael (Scott Speedman) - um híbrido entre lobisomem e vampiro -, Selene tenta desvendar a todo o custo os segredos e as mentiras que estão por detrás das origens da guerra entre as duas raças.

 

Critica: Cá está um filme que pela sua natureza tem quase que em exclusivo cenas de noite. A diferença deste para outros do género é que as cenas noturnas são perfeitamente visíveis, não deixando por isto de ser cenas noturnas. Desta forma o filme torna-se interessante e muito mais cativante. Uma lição para outras sagas.

 

A saga Underworld não é famosa pelo seu argumento. Não que este não exista. Este existe e até que está bom (tanto no filme anterior como neste Underworld: Evolução, Mas a dita saga é bem mais conhecida pelo número quase infindável de cenas de acção do que propiamente pela sua história. Apesar de tudo acho que o argumento de Underworld: Evolução está muito bem elaborado. Este argumento encaixa na perfeição no que sucedeu na anterior produção. Bem vistas as coisas, apos ter visto Underworld: Evolução fiquei com uma melhor percepção do que se passou no primeiro filme da saga Underworld.

 

No elenco apenas poderei avaliar o trabalho da actriz Kate Beckinsale. Isto porque 90% deste Underworld: Evolução desenrola-se – quase que em exclusivo - em torno da personagem que Kate Beckinsale interpreta. E que interpretação! Muito bom Kate! Já os restantes fazem o seu papel se, no entanto terem metade do “brilho” de Kate.

 

A “pedra no sapato” de Len Wiseman está relacionada com os cenários. Estes deixam algo a desejar. Bem sei que quase tudo se desenrola em ambientes escuros, mas isto não justifica uma tão fraca diversidade de cenários. O mesmo se pode dizer da banda sonora.

 

Concluindo, Underworld: Evolução do Realizador Len Wiseman tem a minha boa recomendação. Espero que o bom nível se mantenha nas seguintes produções cinematográficas da saga Underworld.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:20


Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D