Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Isto de “entroikar” os “Troikanos”

por Pedro Silva, em 27.06.15

11701050_855643821152024_5523307426950127126_n.png 

Efectivamente isto de “entroikar” os “Troikanos” tem muito que se lhe diga e não é para qualquer um. Basicamente foi isto que a nossa Selecção de Sub.21 fez ante uma Alemanha que se achava a dona do universo. Os Germânicos levaram aquilo a que popularmente se chama de “banhada” e da próxima vez irão pensar cinco vezes antes de armarem em “raça superior”.

 

Quanto ao jogo em si, que é o que realmente importa, tiro o meu chapéu a todo o trabalho que tem sido levado a cabo na Federação Portuguesa de Futebol no que às Selecções diz respeito. O nosso futebol de formação tem vindo a evoluir e os resultados começam a surgir.

 

Não foi fácil lidar com a pesada herança de Scolari, mas hoje temos os vários escalões da nossas Selecções a mostrar ao Mundo do futebol que Portugal tem capacidade para formar grandes equipas. A estrutura está lá, faltava era uma equipa Técnica que soubesse trabalhar em conjunto para que o sucesso que a equipa de Rui Jorge está a ter na República Checa seja uma realidade. Para mais Portugal Sub. 21 revela uma maturidade impressionante para a idade que tem, e isto é mais um sinal de que toda a estrutura federativa está a funcionar e que podemos olhar para o futuro com calma e confiança. Por tudo isto o meu muito obrigado Rui Jorge e restante staff federativo!

 

O outro factor que, a meu ver, foi fundamental para a criação desta equipa que derrota uma Alemanha pro cinco bolas a zero é a existência de Equipas B onde militam muitos dos Atletas que fazem parte desta equipa de Sub. 21 que está somente a um passo de um feito inédito do nosso futebol. Se as equipas B não fossem uma realidade de certeza que não teríamos um José Sá, Tobias Figueiredo, João Mário, Ricardo Pereira e muitos outros ao nível que todos conhecemos. Se os Jogadores que Rui Jorge coloca hoje em campo apresentam uma maturidade fora do normal muito se deve às tais equipas B que muita comichão faz a uma certa malta que tem vistas curtas.

 

Rui Jorge mostrou neste jogo, mais uma vez, que tem toda a razão ao apostar num 4x4x2 losango tendo como Plano B um 4x3x3. Os avançados móveis da frente de ataque Lusa “colocaram a cabeça em água” ais defesas Germânicos. È sempre bom saber que no banco desta nossa Selecção está um treinador que sabe o que faz e que não cede a pressões.

 

Para terminar gostaria de dizer que me é de todo impossível destacar um Jogador nesta goelada ante a poderosa Alemanha. Todos estiveram bem, mas Sérgio Oliveira fez mais um jogo delicioso. Espero sinceramente que o Futebol Clube do Porto saiba tirar todo o proveito deste grande Jogador.

 

Venha a Suécia!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55


Falemos então da Selecção

por Pedro Silva, em 29.06.14

Passada que está a onda, eis que chegou o momento que considero ser o ideal para deixar aqui a minha opinião sobre o que se passou no Mundial e qual o rumo que Portugal deverá seguir daqui para a frente.

 

Primeiro que tudo há que dizer que houveram equipas que passaram a fase de grupos com tantos pontos quanto os que Portugal tinha. O problema dos Lusos foi a tal goleada sofrida ante a Alemanha. Se a nossa Selecção tivesse jogado ante os Germânicos com um Guarda-redes e não com um “Rui Correia” a história teria muito provavelmente outra.

 

Mas Portugal ficou pelo caminho. Quem tem culpa no cartório?

 

Fazendo uma análise fria e “sem obedecer à voz do dono” como muitos tem feito no Universo Azul e Branco, sou da opinião que tanto Paulo Bento como a Federação Portuguesa de Futebol tiveram culpas no nosso triste fado.

 

O Seleccionador Nacional fechou-se num grupo de Atletas da sua confiança. Ignorou os avisos, agira tornados públicos de que estes estavam mais propensos a sofrer lesões musculares, ignorou o facto de alguns Jogadores (como João Moutinho por exemplo) terem tido uma época terrível nos seus Clubes, apostou num fraquíssimo Guarda-redes de nome Rui Patrício para a jornada inaugural quando no passado este já tinha dado mostras de que não era o Homem ideal par tão complicado cargo, insistiu num 4x3x3 mesmo tendo Atletas para jogar em qualquer outro sistema táctico que tivesse aproveitado melhor os atributos do Plantel que tinha à sua disposição (neste aspecto temos o caso de Éder que no jogo de preparação ante a Grécia mostrou jogar muito melhor no 4x4x2), deixou de fora da sua convocatória Jogadores que lhe fizeram falta tal como Antunes por exemplo em detrimento de polivalentes, não deu oportunidades a Atletas como o William Carvalho que acabaram a temporada em grande forma ao serviço dos seus Clubes e depositou em Cristiano Ronaldo a obrigatoriedade de ter de fazer tudo como se o facto de este ser actualmente o Melhor Jogador do Mundo fizesse deste um Super Herói.

 

De fora das críticas a Paulo Bento deixo Ricardo Carvalho, Tiago e Ricardo Quaresma. Isto porque quem teve no passado comportamentos execráveis ao serviço da Selecção não deve nunca mais voltar a representar a equipa de Todos Nós, quem renunciou á Selecção não deve querer voltar só porque esta se apurou para o Mundial e porque Quaresma é um talento nato que desde Abril do corrente ano está em claro decréscimo de forma.

 

Vistas assim as coisas, PB terá tido 50% de culpa na eliminação de Portugal. E não me venham cá com a letra de não existirem alternativas porque elas existem e há muito por onde escolher entre Seniores e Jovens promessas que tem dado cartas nas camadas jovens da Selecção e até mesmo nos Clubes como foi o caso do Sporting CP.

 

Quanto à Federação, podem ter mudado os Dirigentes mas o amadorismo continua a ser a nota dominante. Senão vejamos.

 

O local de estágio no Brasil foi mal escolhido dado que não proporcionou a devida tranquilidade uma vez que sempre que queriam as malucas “fintavam” a segurança para poder abraçar Cristiano Ronaldo perturbando assim os treinos, aceitou-se realizar um estágio de preparação nos Estados Unidos num clima que nada tem a ver com aquele que a nossa Selecção enfrentou nas Terras de Vera Cruz e quando se começou a perceber que Portugal mão ia longe eis que os Dirigentes começaram a agir como “baratas tontas” em vez de assumirem as suas responsabilidade e de colocarem ordem na tremenda balbúrdia que todos vimos com tristeza.

 

Ora perante tal se me perguntarem se sou a favor do despedimento de Paulo Bento, eu respondo que enquanto os “Amândios” não forem corridos de vez da FPF podem até lá colocar o José Mourinho que não vamos longe nem que a vaca tussa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:20


A Ditadura dos números

por Pedro Silva, em 09.02.14

Não fui ao Dragão. Sou Portista mas estou longe de ser maluco como os que foram para a Luz partir tudo á sua volta porque o jogo não se realizou (não era para admirar tal coisa porque mais avisos sobre o Temporal era impossível).

 

Mas isto não me impediu de seguir o jogo num stream (a SPORTTV é como os bares de alterne e eu não tenho dinheiro para isto) e confesso que não obstante a vitória não me agradou a exibição do Futebol Clube do Porto.

 

Foi notória uma clara tentativa de melhorar aqui e acolá mas já no jogo ante o Estoril (a prestação dos Dragões neste jogo até que me agradadou) se viu que o Dragão tem o meio campo todo para arrendar.

 

O trio de centro campistas do FC Porto não defende, não faz passes em condições nem ataca. E este é um mal que insiste em se manter mesmo quando se mudam os protagonistas. O Mexicano Herrera tem jogado melhor e faz por “agarrar” o lugar, mas não é suficiente.

 

Em resumo a equipa Azul e Branca parece que vive somente dos rasgos individuais de cada Jogador. Às vezes temos lances colectivos bem conseguidos, mas rapidamente se regressa ao “bola longa” da defesa para o ataque.

 

Paulo Fonseca “mexeu bem” na equipa, os golos foram surgindo, os três pontos ficaram no Dragão mas seria bom que o meio campo resolvesse começar a jogar à bola. É que desta maneira nem José Mourinho consegue fazer algo de jeito no actual FC Porto. A Ditadura dos números imperou mas…

 

Duas notas finais:

 

- Fica aqui a minha sugestão para que metam uma rolha na boca dos adeptos que vão para o Dragão assobiar e insultar a equipa cada vez que esta faz asneiras em campo. O que a equipa precisa neste momento é de apoio e que os acalmem e não de Polícias Sinaleiros;

 

- A Liga Portuguesa de Futebol e a Federação Portuguesa de Futebol andam tão distraídas a tentar arranjar mil e umas formas de fazer com que o Futebol Clube do Porto seja banido de todas as Competições Internas que não se preocuparam em fazer uma vistoria ao Estádio da Luz para se ter evitado que o temporal obrigasse ao adiamento do SL Benfica x Sporting CP. A UEFA deve ter ficado encantada com a qualidade do Estádio que vai receber a Final da Liga dos Campeões.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:24


Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D