Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Este Porto ficou na retina

por Pedro Silva, em 31.07.16

imgS620I178729T20160731215326.jpg 

imagem de zerozero

 

Numa partida bem mais a sério do que as anteriores a primeira conclusão que retiro da prestação do Futebol Clube do Porto é a de que as coisas parecem estar a melhorar bastante. Mobilidade (muita mobilidade) e pressão alta são dois dos “ingredientes” deste “novo” Porto dos quais gostei bastante de ver. Finalmente o FC Porto tenta jogar na antecipação e não na tal espera de que Julen Lopetegui tanto gostava. Espero que esta forma de estar em campo se mantenha nos jogos oficiais seja quem for o adversário que esteja do outro lado do campo.

 

Conforta-me saber que este Dragão de Nuno Espirito Santo tem uma ideia de jogo e que a tenta aplicar nos jogos que realiza. É verdade que neste momento é ainda tudo um esboço daquilo que só veremos na perfeição lá para Novembro, mas conforta-me saber que este Porto está – finalmente – a tentar regressar aquilo que foi o futebol do Futebol Clube do Porto de AVB.

 

Também gostei muito de ver a actuação de José Sá. Seguríssimo na baliza Azul e Branca tanto entre os postes como fora deles. Quase que se me atrevo a dizer que os centrais não fizeram os habituais disparates por causa da segurança e tremenda confiança que Sá lhes transmitiu neste jogo ante o Vitória Sport Clube. Iker Casillas não entrou neste jogo, o que poderá querer dizer que Sá será o dono da baliza do Dragão na próxima época. Uma boa notícia - a meu ver -dado que o que o FC Porto precisa de um Guardião e não de uma estrela cadente.

 

Pela positiva destaco também a execução defensiva de Alex Telles que teve duas intervenções in extremis que evitaram o golo dos Vitorianos. É natural que o brasileiro tenha ainda algumas dificuldades em se “encaixar” no estilo de jogo exigido por Nuno, mas algo me diz que este atleta ainda vai dar muitas alegrias aos Portistas. O mesmo posso dizer de André Silva que cada vez mais se afirma como o homem golo da equipa. Contudo há que dar tempo e espaço de manobra a ambos (assim como a Felipe, central recém chegado do Brasil).

 

E já que falo aqui de espaço de manobra, espero que desta vez Ádrian López tenha o espaço de manobra que não teve com Julen Lopetegui. O treinador espanhol nunca percebeu (ou não quis perceber) que o melhor de Ádrian “vem ao de cima” quando este joga no apoio ao ponta de lança e nunca como extremo ou ponta de lança. Ádrian mostrou no jogo de hoje que é um exímio cabeceador e tal pode muito bem vir a ser uma excelente solução para os jogos onde as coisas estejam mais complicadas para os Dragões. Ádrian manter se o jogador continuar a mostrar vontade de trabalhar e evoluir.

 

Quanto ao resto uma última palavra de destaque para Otávio. Mais uma vez o “menino” voltou a espalhar magia no relvado com as suas diagonais e passes perfeitos para André Silva que não os desperdiçou. Uma tremenda lição para Brahimi que parece ter entrado numa de “Prima-dona”.

 

Em suma; o Futebol Clube do Porto mostrou hoje que parece estar a melhorar bastante. Mas é ainda prematuro dizer-se que este Futebol Clube do Porto está pronto para jogar com o Rio Ave FC e vencer. Até à jornada inaugural da Liga NOS ainda muito se vai passar, pelo que até lá vamos indo e vamos vendo se bem que não deixa de ser agradável a forma como este FC Porto “despachou” o Vitória SC de Pedro Martins.

 

Chave do Jogo: Apareceu ao minuto 32´, altura em que André Silva marcou o segundo golo Portista e resolveu a contenda a favor dos Dragões. A partir daí o Vitória “desapareceu” do jogo e os Portistas controlaram o jogo ao seu bel-prazer.

 

Positivo. Colectivo. O jogo colectivo, agradável e muito móvel do Futebol Clube do Porto do jogo de hoje é algo que faz as delícias de qualquer adepto. A manter Nuno!

 

Negativo: Equipa de arbitragem. Bem sei que se tratava de um jogo particular, mas exigia-se um árbitro ao nível das equipas e não um qualquer amador que nem respeito soube impor.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:08


Lopeteguice (voltaram na pior altura)

por Pedro Silva, em 21.03.15

11080984_959605787391887_369499372461457763_n.jpg 

Este empate na Madeira ante o CD Nacional é a demonstração viva e clara de como se deita ao caixote do lixo uma possibilidade de aproximação ao primeiro lugar e de colocar muita pressão sobre o SL Benfica. Lopetegui foi o principal responsável por esta triste situação porque não soube mexer na equipa quando esta mais precisou dele. Vamos por partes.

 

Manuel Machado procurou que a sua equipa apresentasse um meio campo que pressionasse e a sua equipa estava a fazer tal tarefa muito bem. Como tal era vital manter a ligação entre todos os sectores Azuis e Brancos, Era vital que Óliver ou Rúben Neves tivessem entrado em campo, mas o Basco deu-lhe para brincar num jogo tão sério como o de hoje e colocou Evandro em campo (nem se deu pelo Jogador) e quando se apanhou a ganhar retirou Casemiro de campo e entregou o meio campo ao CD Nacional…

 

E como um mal nunca vem só eis que Lopetegui resolve responder ao empate com a entrada de Quintero. De génio! Fazer entrar em campo um Jogador que tem estado completamente em baixo em todos os jogos que realizou até à data para dar a volta a um amargo empate é brilhante. Nem Mourinho se lembraria de tal coisa.

 

Depois destas fabulosas trocas à Lopetegui foi natural ver o Nacional a colocar em xeque a defesa Portista vezes sem conta com as suas transições rápidas. O FC Porto só não perdeu hoje por mero acaso e tremenda aselhice dos avançados dos Alvi Negros.

 

De resto gostaria de fazer realçar o facto de que Herrera fez um péssimo jogo e que Brahimi tem estado muito em baixo. Já vai sendo mais do que hora de colocar certos Jogadores no banco de suplentes e acredito que esta terapia é capaz de fazer bem ao Argelino. Para mais Ricardo Quaresma mostrou hoje muito mais serviço do que Brahimi.

 

Julen Lopetegui parece ter ficado muito satisfeito com o empate. Ganhou um ponto ao SL Benfica e diz que os Dragões só dependem deles próprios para vencer o Campeonato...

 

Não é por nada, mas se porventura FC Porto e SL Benfica vencerem todos os jogos até ao confronto da Luz os Portistas têm de vencer em Lisboa por três bolas a zero para passarem para a liderança da Liga NOS… Alguém que faça o favor de explicar isto ao Basco.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:42


Somos Porto!

por Pedro Silva, em 15.03.15

imgS620I151965T20150315205708.jpg 

Estive no Dragão e no final da partida o sentimento de que o Futebol Clube do Porto poderia ter goleado o Arouca era generalizado. A verdade seja dita que a equipa de Pedro Emanuel não jogou absolutamente nada no Estádio do Dragão e a continuar assim de certeza que irá descer de divisão.

 

Não houve goleada, o jogo foi chato de se seguir ao vivo e a cores mas houve algo muito importante. Houve Porto! A vitória Portista foi fruto de muita entrega e dedicação de todos desde o Treinador aos Jogadores. É que há certas equipas que jornada sim, jornada sim jogam contra dez e há outras que tem de vencer os seus jogos depois de terem sido reduzidas a dez elementos e de ter ficado com uma Grande penalidade a seu favor por marcar.

 

Nada tenho contra a expulsão de Fabiano. O Brasileiro foi muito imprudente na forma como abordou o lance (já o tinha sido no jogo de Terça a contar para a Champions) a acebou por ser bem expulso. O problema é que uns minutos mais tarde Ricardo Quaresma viu a sua cara ser transformada em bola de futebol por Diego Galo e a equipa de arbitragem, que até estava bem posicionada, fez de conta que nada viu… O lance decorreu na grande área do Arouca. Tivesse o lance acontecido a semana passada e teria sido marcado Penalti. Adiante.

 

Já aqui falei de Fabiano que acabou por ser o único lance negativo da defesa Azul e Branca. Em quase todos os jogos a defesa mete água, mas desta vez até que esteve bem apesar de o Arouca quase nunca ter atacado durante os noventa e poucos minutos. Helton entrou em campo e desempenhou o seu papel de uma forma execpecional. O Capitão “ainda está aí para as curvas.

 

Quanto a Julen Lopetegui acho que não esteve tão bem como das outras vezes. É verdade que teve de lidar com a atitude ridícula de Fabiano mas tendo em consideração a forma como a equipa de Pedro Emanuel jogou não teria vindo mal algum ao mundo se o Basco tivesse optado por retirar um dos médios e colocado a equipa a jogar com três defesas. Optou por fazer de Casemiro um central/médio sempre que a equipa defendia/atacava e isto retirou alguma dinâmica e velocidade aos Dragões perante uma equipa que se preocupou mais em defender do que em fazer alguma coisa pelo ponto que desejava conquistar. Também não concordei com a troca de Oliver por Rúben dando desta forma um claro sinal de que era preciso defender a vantagem de uma bola a zero… Eu teria tirado de campo Aboubakar e/ou Brahimi que pareciam estar muito fatigados e apostaria num meio campo reforçado com Rúben Neves e um Tello e Quaresma na frente de ataque para manter a defesa do Arouca sempre em sentido, mas Lopetegui é que sabe e não é fácil ter de tomar este tipo de decisões em tempo real e com a pressão do jogo.

 

O que importa é que o Futebol Clube do Porto ganhou e continua a pressionar o SL Benfica. Venha o CD Nacional!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:57


São Helton! O resto era escusado…

por Pedro Silva, em 21.01.15

242025_med_sc_braga_v_fc_porto_taca_da_liga_2fg_20 

Vou começar pelo pior que esta partida teve. E logo um tema que serve para trazer a lume a estupidez selectiva de muita gente.

 

Falo da arbitragem completamente desastrada deste SC Braga 1 x FC Porto 1. A expulsão de Diego Reyes pareceu-me mais do que justa e acertada, já a de Evandro acho que foi exagerada, mas o que me perturbou verdadeiramente foi o facto de do lado do Braga terem havido alguns “Reyes” e “Evandros” em vários lances sem que tivesse sido dado o mesmo tipo de sanção aos “cavalheiros”.

 

Esta tal de “Taça da Liga” já é ridícula q.b. em todos os aspectos, pelo que penso ser desnecessário um Cosme Machado no seu pior… Adiante.

 

Quanto ao jogo em si, que é aquilo que realmente interessa, tivemos a prova dos nove em como o raio da posse pela posse é uma ideia obsoleta. Reduzido a nove Atletas é absolutamente incompreensível que a equipa tenha andado uns largos minutos a tentar jogar sempre em posse.

 

Felizmente o SC Braga esbarrou num São Helton que defendeu tudo e mais alguma coisa. Depois de largos minutos no raio da posse de que Lopetegui tanto gosta a equipa Azul e Branca percebeu que tinha de jogar rápido, feio e simples: três toques e bola no ataque, futebol no seu esplendor e não a chatice do toca para trás e para os lados de que o Basco tanto gosta.

 

Acalento a esperança de que esta partida tenha mostrado ao Treinador dos Portistas como se deve jogar futebol. Principalmente contra equipas de elevado grau de dificuldade como foi o caso do Sporting Clube de Braga. Apesar de tudo sou um Homem de Fé, se bem que já sei que Lopetegui não aprendeu nada de nada neste jogo de Braga e os adeptos Azuis e Brancos vão-se esconder todos atrás da arbitragem e por aí adiante.

 

Depois fica tudo muito admirado por termos o FC Porto a seis pontos do líder do nosso Campeonato…

 

Duas pequenas notas finais:

 

- Ricardo Pereira voltou a fazer um jogão! O moço é um extremo de raiz, mas tem mostrado imensa qualidade a defesa lateral direito. Porquê razão ainda temos de aturar o Danilo? Ah, o Brasileiro amua! Já me ia esquecendo deste importante pormenor;

 

- Adrian López saiu lesionado e ao que parece vai estar algum tempo fora dos relvados. Podiam aproveitar e mandar o moço para a Turquia juntamente com o Opare. A malta adepta do FC Porto agradece!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:14


Daqueles jogos…

por Pedro Silva, em 14.12.14

234751_galeria_fc_porto_v_benfica_primeira_liga_j1 

Se há jogos que me custa ver no Dragão são estes em que o Futebol Clube do Porto joga, faz tudo para ganhar e perde ante um adversário que nada fez para vencer. Basicamente foi isto que sucedeu neste FC Porto x SL Benfica. Uma derrota destas custa a encaixar

 

Não vou criticar a postura de Julen Lopetegui neste jogo. Critico antes o que este fez nos jogos anteriores. Ou melhor o que não fez! Tirando o jogo ante o Vitória de Guimarães todos os pontos perdidos no Campeonato nacional foram por pura aselhice. Insistiu-se na rotação pela rotação. Ainda recentemente se levou a cabo este estratagema com os resultados que vimos neste jogo contra os Lisboetas. E volto a insistir neste ponto; porquê razão os Atletas do FC Porto tem sempre, mas sempre, de sair a jogar em posse estejam a ganhar ou a perder? E há que dizer que os Dragões não têm Jogadores com qualidade para isto.

 

Mas nesta partida não houveram só azares da parte dos Dragões. A meu ver houve duas personagens que ficaram muito mal na fotografia nos golos dos Encarnados.

 

Marcano deveria ter impedido o golo caricato de Lima se estivesse no seu devido lugar em vez de andar a passear na área Portista. Ainda estou para perceber porquê razão Lopetegui insiste tanto neste Jogador. E Fabiano nunca deveria ter defendido para a frente a bola que foi rematada por Talisca. Qualquer Guarda-redes sabe bem que este gesto é a morte do artista.

 

E já agora, dando uma de Treinador de Bancada; porquê razão Julen não colocou em campo dois extremos velozes para atacar os flancos do SL Benfica? Isto porque Maxi é aquele tipo de Atleta que perde em velocidade e recorre vezes sem conta à falta e André Almeida não é, nem nunca foi, um defesa esquerdo.

 

Pouco mais há a dizer. Apenas volto a repetir que o Benfica de Jesus pouco ou nada fez para ganhar esta partida, mas teve aquela “estrelinha de Campeão” do seu lado e por vezes isto basta para se ganhar jogos e Campeonatos.

 

Foi um fraco Benfica este que venceu no Dragão. Vamos a ver como irá a equipa de JJ reagir a lesões, à saída mais que certa de alguns Jogadores em Janeiro e alguns maus resultados. É aqui que reside a pequena esperança dos Portistas de se conquistar o Campeonato, mas bem que era desnecessário ter de viver com o mal dos outros… E isto partindo do princípio de que Lopetegui não se mete a “rodar”, se perde a mania da posse pela posse e se ganham os jogos todos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55


Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Agosto 2019

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D