Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Contra tudo e contra todos!

por Pedro Silva, em 03.01.18

imgS620I211902T20180103221930.jpg 

imagem retirada de zerozero

 

Se há coisa que não era novidade nenhuma era que o Futebol Clube do Porto ia ter muitas dificuldades em Santa Maria da Feira. O Feirense é uma equipa que por norma ganha uma espécie de força hercúlea sempre que defronta a equipa azul e branca (já contra os outros dois “grandes” a música é outra). Assim como também não era novidade alguma que o árbitro do jogo em questão (no caso Fábio Veríssimo) e o VAR iam fazer de tudo para prejudicar os interesses dos Dragões. O que é novidade (e muito estranha) é a razão pela qual um árbitro de tão má qualidade como este Fábio Veríssimo envergar as insígnias da FIFA. Dito de outra forma; como é que o Fábio Veríssimo é um dos nossos melhores árbitros ao ponto de, inclusive, estar indicado para apitar jogos internacionais? É a história dos “Padres” e das “Missas” que não vou aqui falar porque já todos a conhecem.

 

Indo ao jogo jogado, a primeira coisa que me vêm à cabeça é esta pergunta: O que faz o CD Feirense no escalão principal do futebol português? Uma equipa que não joga e não deixa jogar. Uma equipa cujos atletas se atiram para o relvado mal sente a presença do colega adversário. Uma equipa que usa e abusa da táctica do “autocarro” (defender com 11 em frente à área). Uma equipa destas devia estar a lutar pela manutenção no segundo escalação do nosso futebol e não pela manutenção na Liga NOS. Uma vergonha de equipa que teve a conivência de uma equipa de arbitragem (VAR incluído) nessa sai estratégia do “jogar para o pontinho”.

 

Não podemos dizer que o Futebol Clube do Porto de Sérgio Conceição tenha tido a habilidade necessária para dar a volta a esta pequeníssima equipa do Feirense. È verdade que temos de estar gratos a Sérgio Conceição por ter estar a recuperar a importância dos lances de bola parada (foram estes que fizeram pender os 3 pontos para os lados da Invicta), mas há que procurar ter alternativas viáveis quando a equipa tenta jogar em velocidade e não tem espaço para o fazer. “Autocarros” como este de Santa Maria da Feira vão passar a ser muito recorrentes nos próximos ogos do GV Porto Sérgio e não nos podemos fiar na – sempre importante – eficácia dos lances de bola parada… Se calhar já vai sendo hora de dar mais oportunidades a Oliver Torres de jogar de início para que neste tipo de partidas o jogo portista seja mais fluído e jogado em maior velocidade de execução. Fica a sugestão Sérgio.

 

Segue-se agora uma difícil recepção ao Guimarães. Mais uma jornada complicada que vai ter o acréscimo de Benfica e Sporting terem empatado nesta jornada. Contra tudo e contra todos. È desta forma que o Futebol Clube do Porto terá de entrar em campo no próximo Domingo.

 

MVP (Most Valuable Player): Alex Telles. Este foi um jogo onde os jogadores não conseguiram destacar-se pela positiva, contudo Alex Telles poderá ser considerado o melhor em campo pois foi ele quem “fabricou” os dois golos que deram a vitória portista num campo tradicionalmente difícil.

 

Chave do Jogo: Inexistente. Em momento algum algumas das equipas conseguiu criar uma situação de jogo que fizesse com que a vitória pendesse, em definitivo, para o seu lado.

 

Arbitragem: Algumas dúvidas num lance sobre Marcano dentro da área do Feirense. Também Tiago Silva poderia ter sido expulso por duplo amarelo aos 68 minutos. Felipe é bem expulso,  mas o critério não foi o mesmo para Tiago Silva. Em suma, péssima arbitragem.

 

Positivo: Lances de bola parada. O aproveitar dos lances de bola parada era algo que o FC Porto já vinha perdendo desse os tempos de Vítor Pereira. Sérgio Conceição parece estar a querer recuperar um dos mais importantes factores do futebol moderno. Convêm é não abusar de tal.

 

Negativo: Velocidade de circulação. Diante de equipas “ultra fechadas” é extremamente importante que se aposte na velocidade de circulação de bola para, dessa forma, criar espaços que permitam tentar o golo. A melhorar Sérgio Conceição.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55


Resultado de Pré Temporada

por Pedro Silva, em 27.01.16

imgS620I168932T20160127221525.jpg 

Imagem de zerozero

 

Se dúvidas ainda houvesse esta derrota de Santa Maria da Feira dissipou-as todas. O Futebol Clube do Porto está, novamente, na Pré Temporada. Alias, o Treinador do FC Porto deu a entender isto mesmo na conferência de imprensa.

 

O jogo nem direito a relato da Antena 1 teve direito! A Rádio Pública só se dá ao trabalho de acompanhar jogos onde Benfica e Sporting intervenham… Para estes pouco interessa que o jogo seja uma espécie de treino a meio da época pois o contribuinte é, todo ele, Benfiquista e Sportinguista (o resto é paisagem). Adiante!

 

Quanto ao jogo em si que mais acrescentar ao que já disse no primeiro parágrafo? Que o Feirense conquistou hoje a sua primeira vitória de sempre sobre o FC Porto. De resto apenas posso voltar a dizer o que venho dizendo desde Lopetegui saiu do comando técnico da equipa Portista. Se os Azuis e Brancos conquistarem a Taça de Portugal é porque a Deusa da Fortuna esteve do lado dos Portistas.

 

Há ainda muito, mas mesmo muito, trabalho pela frente e não estou a ver José Peseiro a fazer milagres dado que este vai precisar de tempo para que um plantel que não foi “construído” por si assimile o seu sistema de jogo.

 

E já que aqui falei em sistema, acho interessante a ideia de Peseiro. O 4x4x2 losango que este pretende implementar agrada-me bastante. Não por ser um 4x4x2 mas sim porque se quer colocar um ponto final na irracionalidade da posse.

 

Chave do Jogo: Inexistente. Quando uma equipa (FC Porto) entra em campo sem vontade nenhuma de vencer e de dar o litro mesmo sabendo que este era um jogo treino torna-se impossível “descobrir” um lance que tenha feito pender a vitória final para cada uma das equipas.

 

Positivo: Suk. O Sul-coreano voltou a mostrar que está com muita vontade de singrar no Futebol Clube do Porto. De todos os que jogaram Suk foi o melhor dos poucos que quiseram mostrar serviço a Peseiro. Vamos a ver se continua a “dar o litro” nos próximos jogos.

 

Negativo: Defesa Portista. Nãos ei o que passa na linha defensiva do FC Porto mas nos últimos jogos tem “cada cavadela, cada minhoca”. Tanta asneira junta e tanto desacerto começam a ser mais do que preocupantes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:23


Apesar de tudo venceu

por Pedro Silva, em 16.12.15

imgS620I166633T20151216193156.jpg 

Imagem de zerozero

 

Mais um jogo, mais uma exibição miserável da parte do Futebol Clube do Porto de Julen Lopetegui. Dito de outra forma; mais um jogo em que o resultado foi melhor do que a exibição. Nem o “lado B” deste FC Porto consegue mostrar alguma coisa de jeito mesmo contra uma equipa que milita na segunda divisão do nosso futebol.

 

Não estou com isto a dizer que O CD Feirense tivesse sido uma equipa acessível. Todos sabíamos que os comandados de Pepa tem a sua qualidade e que até são uma das melhores equipas da nossa Segunda Liga. Mão me admira mesmo nada que na próxima época o feirense volte a estar no escalão máximo do futebol português, Mas daí a fazer deste Feirense uma espécie de real Madrid CF, FC Barcelona, Bayern e outros do género vai uma enorme distância… Mas para Lopetegui todas os adversários são complicadíssimos e pelos vistos é esta a mensagem que este passa para os seus Jogadores e depois é o que se vê; um jogo todo a medo com passes falhados por atletas de gabarito…

 

Apesar de tudo os Azuis e Brancos venceram e passaram à fase seguinte da Taça de Portugal, Escusavam era de terem defendido 1 a 0 durante quase toda a partida. Com jeitinho a turma da Feira ainda empatava o jogo mesmo no gim e depois eu queria ver como ia sito ser.

 

Chave do Jogo: Inexistente. O jogo foi fraco (para não dizer fraquíssimo) e ambas as equipas pareciam muito mais preocupadas em “batalhar” e ver o tempo a passar do que em fazer alguma cosia para que a partida se resolvesse a seu favor. Não admira, portanto, que o resultado só tenha sido encontrado após o apito final do árbitro.

 

Positivo: Num jogo tão fraco penso que a única coisa de positiva para os Portistas está somente no facto de Sérgio Oliveira ter realizado um bom jogo. Uma opção a ter em conta nos jogos futuros. Do lado do CD Feirense destaco pela positiva a excelente organização e atitude da equipa que apenas pecou na finalização.

 

Negativo: o Futebol Clube do Porto, Tanta tremedeira, tanto passe falhado, tanta lentidão, tanto disparate. Estamos a chegar a Janeiro e a equipa Azul e Branca piora a olhos vistos. O facto de ir vencendo os jogos não obsta a que nãos e chame á atenção deste facto que preocupa cada vez mais os adeptos do Dragão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55


Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D