Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Um problema chamado Brasil

por Pedro Silva, em 09.04.18

imagem crónica RS.jpg 

Antes de mais, sobre a temática dominante (a prisão de Lula da Silva), gostaria, tão-somente, de ressalvar que do meu ponto de vista é crucial não se analisar o dito sob o ponto de vista político. Usar-se uma lupa partidária e/ou até mesmo ideológica para a analise da prisão de Lula é meio caminho andado para que se transforme o problema num problema ainda maior. O caso “Lava Jato” e os seus actores e actrizes devem ser julgados e, eventualmente, condenados tendo por base todos os cabais preceitos orientadores da Justiça para que esta evite, ao máximo, ser levada pela onda do politicamente correcto.

 

O problema em si é que este caso nunca foi, pelas mais variadas razões, um caso normal. O famoso processo “Lava Jato” teve na sua génese formadora uma base estritamente política. Todos - da esquerda à direita - concordarão comigo quando digo que o “Lava Jato” foi o passaporte que o Presidente Temer e seus apoiantes usaram para alcançar o poder no Brasil. A clara evidência de tal é a forma pouco clara (e até mesmo artificial) como Dilma Rousseff foi afastada do cargo de Presidente da República Federal do Brasil.

 

Ora face aos recentes desenvolvimentos que tem sido tornado públicos, o timing da decisão judicial que determinou a prisão de Lula da Silva, a fundamentação utilizada por um dos Juízes que votou contra o último recurso de Lula, o facto de Lula liderar toda e qualquer sondagem respeitante às eleições presidenciais de Outubro e as recentes declarações e posicionamento público das altas chefias da Polícia Militar e do Exército brasileiro obrigam-me a ter de olhar para a prisão de Lula da mesma forma que olho para o afastamento de Dilma.

 

Colocando as coisas de uma forma mais simplista; tenho para mim que a prisão de Lula da Silva (mais do que o resultado de um processo judicial que visa combater o flagelo crescente da corrupção) é antes o princípio do culminar de um processo puramente político. Processo este que poderá ter um fim trágico não só para o Brasil, mas para toda uma América Latina que ainda tem muitas feridas abertas pela “dança das cadeiras” que as Ditaduras e Democracias levaram a cabo no século XX.

 

E, partindo (mais uma vez) do princípio de que há por aí muita gente distraída a ler o que escrevo, esta minha opinião é puramente desprovida de qualquer orientação política. Algo que, a meu ver, deveria ser feito por todo e qualquer comentador político seja ele português ou brasileiro em vez de se alinhar no politicamente correcto.

 

Para terminar gostaria somente de fazer chegar uma mensagem ao famoso comentador político António Lobo Xavier (personalidade pública que respeito e pela qual tenho uma enorme admiração).

 

No último programa “Quadratura do Círculo”, Lobo Xavier deixou bem patente a sua discordância sobre o facto de os seus colegas de debate não conseguirem falar da prisão de Lula sem invocar o nome de Temer. E, em jeito de remate final, Lobo Xavier passou a ideia de que o Presidente Temer há-de ser, também ele, julgado e condenado pela Justiça brasileira.

 

Confesso que até que concordo, mesmo que em parte, com esta forma de ver a questão por parte de Lobo Xavier. O problema reside, tão-somente, no quando é que Temer será levado à barra dos Tribunais e se alguma vez isto será uma realidade! Não se pode seguir a tese do politicamente correcto com Lula da Silva e deixar-se Temer de fora só porque este é o actual Presidente (não eleito) do Brasil.

 

Artigo publicado no site Repórter Sombra (0'9/04/2018)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:30

Imagem Crónica RS.jpg 

"O que está acontecer no Brasil é de uma importância histórica, deve ser observado e é de uma gravidade extrema, porque se é verdade que há um problema de corrupção no Brasil, não deixa de ser menos verdade que o que está em causa, o que está em curso, é um golpe de Estado do século XXI"

 

Não são muitas as vezes em que estou de acordo com a porta-voz do Bloco de Esquerda mas acho que as suas declarações sobre o actual estado de coisas no Brasil reflectem uma realidade. Uma triste e deveras preocupante realidade dado que hoje em dia as Democracias começam a ser, cada vez mais, colocadas em xeque mate por um perigosíssimo populismo crescente que a crise económica internacional e recente “guerra” petrolífera criaram.

 

Chamem-me de conservador - se assim o entenderem - mas para mim o ditado popular “cada macaco no seu galho” deve ser seguido à risca se não quisermos ter uma Sociedade onde os oportunistas de ocasião possam surgir. Dito de outra forma, para mim tudo o que seja do foro da Justiça não pode, não deve e nunca deverá ser dissecado, investigado e debatido na Comunicação Social.

 

Ora o que vamos vendo no Brasil é um bom exemplo daquilo que uma Sociedade democrática não pode nem deve nunca ser. O cúmulo dos cúmulos está no facto de a equipa de investigação liderada pelo Juiz Sérgio Moro ter feito chegar ao famoso canal de televisão Globo as recentes escutas telefónicas da Presidente Dilma Rousseff numa clara e manifesta tentativa de manipulação da opinião pública brasileira (e não só). Algo de parecido com tal só a manobra populista de Hitler e seus comandos aquando da fatídica noite de cristal.

 

Obviamente que não estou aqui a defender Dilma, Lula ou outro qualquer agente político ligado ao PT.

 

Assim como também não apoio qualquer outro político brasileiro de qualquer outro partido que esteja também sobre a alçada da Justiça por suspeitas de corrupção como sucede com o deputado Eduardo Cunha (PMDB do Rio de Janeiro) e o senador Antonio Anastasia (PSDB de Minas Gerais) que foram incluídos na Operação Lava Jato, que investiga o desvio de 10 bilhões de reais da Petrobras.

 

Contudo o que vamos assistindo no terreno (e não só) é que tanto o deputado Eduardo Cunha como o senador Antonio Anastasia são praticamente esquecidos pelo Juiz Sérgio Moro, TV Globo e manifestantes Anti Dilma na sua demanda contra a corrupção. E isto diz-nos muita coisa. Muita coisa sobre as reais intenções de todos estes agentes que nunca acharam muita piada ao facto de Lula, Dilma e o PT terem feito alguma coisa para que o fosso entre os pobres (negros) e os ricos (brancos) diminuísse drasticamente.

 

Vamos a ver como vai isto terminar mas não tenhamos a mais pequena dúvida de que "o que está acontecer no Brasil é um golpe de Estado do século XXI".

 

Artigo publicado no Repórter Sombra

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:41


Rome

por Pedro Silva, em 27.02.15

rome.jpg 

Acção, Drama (2005) - 2 Temporadas

 

Sinopse: 400 anos antes da fundação da República, Roma era a cidade mais rica do mundo antigo, uma metrópole cosmopolita de um milhão de pessoas, o epicentro de um império em expansão. Mas agora a cidade perdeu todo o seu fulgor devido à corrupção e excesso. Uma série aclamada pela crítica que retrata o declínio do império romano.

 

Crítica: Para pontapé de saída vou dar a nota que penso ser a mais indicada para esta série: satisfaz mais.

 

Poderia ter-lhe dado um Bom até porque tem categoria para isto, mas sou da opinião de que a ausência de variedade em termos de cenários retira muita qualidade a uma série que, no geral, até que está bem estruturada e muito bem fundamentada.

 

Foi notória a preocupação dos seus criadores em seguir a vertente histórica e isto traz muitos pontos positivos a Rome. Naturalmente que existe uma forte componente dramática que desvirtua um pouco a história da Roma antiga, mas tenhamos em especial consideração de que não estamos, de forma alguma, a falar de um Documentário, mas sim de uma Série televisiva no verdadeiro sentido do termo.

 

O n.º de Temporadas está bem pensado e estruturado-E raro, muito raro mesmo, encontrar-se nos tempos que correm uma Série de nomeada que saiba quando e como deve terminar. Para mais Rome centra-se muito mais nas jogadas de bastidores do Império Romando, o que faz com que os diálogos se sobreponham, em força, à acção. Daí que volte a repetir que a “dose” de Temporadas foi muito bem pensada, até porque uma Série deste tipo que se prolongue em demasia no tempo tornar-se-ia num martírio para quem a acompanhasse.

 

Relativamente ao Elenco, acho que “nem carne, nem peixe”. Cada um dos Actores fez o que se lhe exigia sem no entanto terem sido sublimes nos seus papéis. Acredito que tenham feito um esforço extra para memorizarem as suas longas falas, mas em termos gerais os desempenhos são normais.

 

Para quem gostar Rome apresenta-nos muitas cenas de nus. Não que isto valorize a dita, mas tais cenas são essenciais para que o espirito da época tenha sido interpretado na perfeição.

 

Concluindo; é uma Série que recomendo mas aviso desde já que por vezes é preciso alguma paciência para os demorados diálogos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:24


(Ainda) O verdadeiro problema

por Pedro Silva, em 23.11.14

"Temos visto nos últimos tempos com preocupação a permanente detenção de pessoas para interrogatório. A detenção só pode ser feita de acordo com aquilo que está estipulado no Código de Processo Penal (CPP) e, portanto, havendo perigo de fuga, flagrante delito, perigo de continuação da actividade criminosa ou havendo o perigo de alguma intranquilidade na comunidade"

 

"as detenções que estão a ser feitas, à primeira vista, parecem não ser demasiado ponderadas" e é "preciso perceber que qualquer detenção que não cumpra estes requisitos é uma detenção ilegal".

 

"estar-se a estimular a justiça na praça pública, com pessoas a serem detidas sem que haja o gozo da presunção de inocência, à frente de câmaras de televisão, com fugas de informação que constituem violações do segredo de justiça, o que é crime em Portugal".

 

"Essa pessoa é um cidadão português, beneficia da presunção constitucional de inocência e vê irremediavelmente comprometida a sua honra e consideração, depois da visualização por toda a sociedade portuguesa da sua detenção"

 

"é preciso a PGR estar atenta a estes fenómenos, é preciso o Conselho Superior da Magistratura estar atento a estes fenómenos de mediatização da justiça, sobretudo quando se está a indiciar ou a fazer investigação".

 

In: Semanário SOL

 

Os negritos são da minha autoria.

 

Bem sei que estarei a perder o meu precioso tempo ao pedir ao comum dos Cidadãos que reflicta um pouco sobre tudo o que se está a passar na detenção de José Sócrates, mas gosto sempre de tentar chamar à razão quem eu acho que está a ter um comportamento egoísta e ingénuo em todo este Processo. Isto porque hoje é Sócrates a ver os seus Direitos atropelados em nome da notícia e da justiça popular, mas amanhã poderá ser o comum dos Cidadãos.

 

Para mais a Constituição da República Portuguesa não deve, de forma alguma, ser invocada pelo Cidadão somente quando o Executivo Passos/Portas lhe vai ao bolso.

 

Uma nota final; Passos Coelho disse hoje que os Políticos não são todos iguais. Pois não, uns são mais iguais do que outros. Sempre quero ver o que vai acontecer a Passos Coelho quando este deixar de ser Primeiro-ministro de Portugal.

Inquisição.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:24


Autárquicas à venda?

por Pedro Silva, em 24.08.13

Já estou a par da notícia. Não é coisa que me surpreenda porque tudo o que venha deste individuo nunca é bom.

 

O que me chateia é que o tipo não tem vergonha nenhuma naquela cara e vai na mesma apresentar-se as autárquicas no Porto como se nada fosse... Atitude típica da malta do Partido Social Democrata (PSD) como comprova as posições que os seus militantes têm tomado nos últimos tempos para mal de todos nós.

 

Não sei como é que ainda há gente que defenda e apoie esta personagem. Por muito menos um tal de Isaltino foi preso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00


Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D