Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Salsicha Party

por Pedro Silva, em 20.11.16

74b5e632-317c-44c9-9482-674652607aeb 

AnimaçãoAventuraComédia - (2016) "Sausage Party"

Realizador: Greg Tiernan, Conrad Vernon

Elenco: Alistair Abell, Iris Apatow, Sugar Lyn Beard, Michael Cera

 

Sinopse: Dentro de um supermercado, os alimentos pensam que as pessoas são deuses. Eles sonham em serem escolhidos por elas e serem levados para suas casas, onde pensam que viverão felizes. Mas eles nem suspeitam que serão cortados, ralados, cozidos e devorados! Quando Frank, uma salsicha, descobre a terrível verdade, ele precisa convencer os outros alimentos do supermercado e fazer com que eles lutem contra os humanos.

 

Critica: Confesso que não sou grande adepto de comédias. Ou melhor; eu até que gosto de ver um filme do género. O que sucede é que na minha perspectiva um filme de comédia tem de fazer algum sentido do principio ao fim. Nem os de animação escapam a esta minha forma de estar no mundo da sétima arte.

 

Ora o que sucede com este Salsicha Party dos Realizadores Greg Tiernan e Conrad Vernon (entrando, desta forma, na analise ao dito)?

 

Sucede que este tem um argumento que até é engraçado, desenvolve-se de uma forma interessante mas acaba da pior maneira que um cinéfilo pode imaginar! Tenham lá santa paciência, mas eu estou longe – mesmo muito longe – de gostar de “mistura de alhos com bugalhos”! Se Greg Tiernan e Conrad Vernon já não tinham uma única ideia decente sobre a forma como finaliza o seu filme, então não tivessem criado o raio do filme! Uma coisa é um filme de comédia para graúdos ter uma série de piadas que somente quem já é “crescidinho” consegue perceber, outra bem diferente é terminar uma história interessante de uma maneira perfeitamente descabida (a roçar o patético). Se não faba para mais não tivessem criado o Salsicha Party.

 

Sobre o elenco não tenha nada a dizer. Nem bom, nem mau. Fizeram o seu papel. O que num filme deste calibre não é nada de complicado.

 

Já o grafismo e a banda sonora são as únicas coisas que se aproveitam. Um tónico no meio de tanta trapalhada e incompetência. A nível gráfico Salsicha Party está dentro dos parâmetros exigidos para qualquer filme de animação do nosso tempo. A banda sonora está mesmo muito boa e muito, mas mesmo muito, bem trabalhada. É uma pena ver tão bom trabalho nestes dois campos a ser desperdiçado numa palhaçada épica.

 

Concluindo, não recomendo este Salsicha Party de Greg Tiernan e Conrad Vernon. Mas quem o quiser ver que o veja e retire as suas conclusões.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:27


Os Pinguins de Madagáscar

por Pedro Silva, em 03.04.15

f3424de5da00a5c703f95420c0a1aa5d8e886.jpg 

Animação, Aventura (2014) - "Penguins of Madagascar"

Realizador: Eric Darnell, Simon J. Smith

Elenco: Tom McGrath, Chris Miller, Christopher Knights, Conrad Vernon

 

Sinopse: Equipas de super espiões não nascem assim... são chocados. Descobre os segredos das mais espetaculares e mais hilariantes aves secretas da espionagem mundial: Capitão, Kowalski, Rico e Soldado. Estes top da elite irão unir forças com uma organização de intervenção secreta - Vento do Norte - que protege os animais. Liderados pelo engraçado Agente Secreto (poderíamos dizer o nome dele, mas depois... tu sabes), com a voz de Benedict Cumberbatch. Juntos, eles têm de evitar que o vilão Dr. Octavius Brine, dobrado por John Malkovich, destrua o mundo como nós o conhecemos.

 

Critica: Como habitual vou começar pela nota: satisfaz menos. Se há coisa que não gosto do Mundo do Cinema é quando se lhes dá para reaproveitar projectos (ou parte deles).

 

Madagáscar teve o seu tempo, a sua oportunidade e a justiça de ter sido aclamado por muitos como sendo um filme original e deveras engraçado. A primeira versão contava com personagens fictícias muito bem pensadas e devidamente enquadradas no filme. Já o mesmo não sucede no Os Pinguins de Madagáscar onde se tenta, sem sucesso, reciclar um conceito que já perdeu a graça depois de ter sido tantas e tantas vezes utilizado.

 

Em termos de argumento somos brindados com mais do mesmo. Um Vilão quês e quer vingar do Mundo, heróis que não acreditam uns nos outros, a lição de humildade e de espirito de grupo, umas piadinhas aqui e acolá e um final que cansa de tantas e tantas vezes ser repetido.

 

Concluindo; é um filme que recomendo para os admiradores de Madagáscar. Já para quem quiser ver algo de diferente em animação que cative o intelecto e cultive o interesse Os Pinguins de Madagáscar é uma perda de tempo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:58


Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D