Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Fúria

por Pedro Silva, em 17.12.14

54f95af2cd55abf896e215dacbb17d1796664.jpg 

Acção, Drama (2014) - Fury

Realizador: David Ayer

Elenco: Brad Pitt, Shia LaBeouf, Logan Lerman, Michael Peña

 

Sinopse: Abril de 1945. À medida que os aliados fazem a sua investida final pelo teatro europeu de guerra, Wardaddy, um sargento endurecido pela batalha, comanda um tanque Sherman e a sua equipa de cinco homens numa missão mortal por trás das linhas do inimigo. Com um número muito inferior, tanto de homens como de armas, Wardaddy e os seus homens enfrentam probabilidades esmagadoras na sua tentativa heroica de atacar o coração da Alemanha Nazi.

 

Critica: Sendo directo e sincero, confesso que estava à espera de muito mais deste filme. Tão badalado que foi pensava que o dito fosse algo de excepcional, mas não. Classifico-o com uma nota entre um Bom–/Bom.

 

E tenho esta opinião porque em termos de efeitos especiais Fúria tem um ou outro lapso que em certos momentos me fez lembrar a Guerra das Estrelas. E como um mal nunca vem só, eis que a história do filme promete muito mas depois acaba por cair num cliché aborrecido, e de pouco ou nada lhe serve as manobras arriscadas que as personagens fazem num mortal Sherman.

 

O elenco é, a meu ver, a pedra chave desta produção de David Ayer. Também só com um elenco deste calibre é que Fúria poderia ser um filme que gere algum interesse.

 

Com certeza Fury fará o gosto de quem seja fanático pelo género, mas bem que poderia estar melhor. Bem melhor tendo em conta o estardalhaço que se fez aquando da sua chegada às salas de cinema Portugueses.

 

Pelo exposto é um filme que recomendo apesar de não estar brilhante e me ter decepcionado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:27


Tarantino não te reformes pá!

por Pedro Silva, em 13.11.14

Quentin_Taratino.jpg 

Esta semana fui apanhado de surpresa com a notícia de que Quentin Tarantino planeia retirar-se do cinema depois de concretizar o seu décimo filme.

 

Notícia trágica. O mundo do cinema nunca mais vai ser o mesmo com a retirada deste Génio da Sétima Arte. Tarantino como actor não foi grande coisa, mas como realizador mostrou ser dono de um talento impressionante tendo realizado filmes que entraram para história. Quem não adora o Pulp Fiction? Jackie Brown? Sacanas sem Lei (o meu preferido)? Kill Bill 1 e 2?

 

Quentin Tarantino podia ser um mal-amado em Hollywood, mas ele foi o único cineasta que colocou a nu a palhaçada corrupta que são os Óscares e criou uma forma única de fazer cinema que ainda ninguém superou ou sequer ousou igualar.

 

A sua última produção, Django Libertado, trouxe-nos de volta as emoções dos Westerns. E há quanto tempo ninguém trazia até aos tempos modernos um Western em condições que se consiga assistir sem que se saiba o seu final mal se comece a ver o filme. Mais um dos grandes feitos de Tarantino que a Academia dos bacocos de LA resolveu desvalorizar.

 

Espero sinceramente que Tarantino reconsidere esta sua retirada do Mundo do Cinema. È verdade que este Mundo não o merece nem ao seu Génio, mas para os cinéfilos Quentin Tarantino é muito mais que um simples realizador. É um Deus do cinema que conseguiu colocar a indústria do cinema acima do lodo em que está a mergulhar aos poucos.

 

Se houver por aí alguém que duvide da qualidade de Tarantino, que veja o seu historial enquanto realizador e depois diga alguma coisa. E a dizer de certeza que será para partilhar esta minha mágoa pela sua reforma antecipada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:52


Stalingrad

por Pedro Silva, em 06.03.14
Acção, Guerra (2013) - "Stalingrad"

Realizador: Fedor Bondarchuk 

Elenco: Thomas Kretschmann, Yanina Studilina, Philippe Reinhardt, Pyotr

 

Sinopse: Durante a sangrenta batalha de Stalingrado, no auge da Segunda Guerra Mundial, seis soldados amigos enfrentam os inimigos, vivem histórias de amor e lutam para manter o território longe das forças Alemãs.

 

Critica: Mais uma vez os Russos mostram ao Mundo do Cinema (e não só) que não são só os Americanos, Franceses e Ingleses que sabem fazer grandes produções.

 

Stalingrad é mais que um retrato fiel das variadas facetas radicais, humanas e desumanas que a Segunda Guerra Mundial teve durante o seu desenvolvimento em solo Russo.

 

Este filme segue o mesmo caminho que o grandioso A Vida é Bela e o extraordinário A Rapariga que Roubava Livros ao nos mostrar que a Coragem e o Amor também tiveram o seu lugar no palco horrendo da Guerra. É impossível chegar-se ao fim desta longa obra de  Fedor Bondarchuk sem se ficar emocionado e sentido com o que acontece a ambos os lados deste conflito.

 

O grande pecado deste filme é o facto de em certos momentos darmos conta de montagens à anos 50 do século passado. Em pleno século XXI exigia-se algo mais da parte do Realizador e restante equipa. Lamentável é também o facto de as personagens Alemãs falarem Alemão e terem a sua voz “coberta” por um vozeirão Russo.

 

Apesar de tudo não deixa de ser um filme que recomendo vivamente a que assistam e apreciem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:25


Porque o Amor é assim

por Pedro Silva, em 18.01.14

Muitas pessoas que vão desde o Mundo da Literatura, passando pelo Cinema e terminando no meu círculo de amigos e amigas me diz com frequência que o Amor não faz férias e que um dia vai aparecer quando menos se esperar. 

 

Só que o problema é que por vezes o Amor resolve meter baixa médica e licença sem vencimento por tempo indeterminado e um fulano acaba por se chatear com tanta espera que desiste.

 

Não estou com isto a atirar a toalha ao chão.

 

Simplesmente estou a dar corpo a um pensamento que já me vêm "martelando o juízo" há muito tempo. E para mais não me apetece estar a escrever sobre as falcatruas e disparates dos Partidos de Direita (quem é que mandou o Povo acreditar em aldrabões).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00


Esquecido

por Pedro Silva, em 12.08.13

Acção, Aventura (2013) - "Oblivion"

Realizador: Joseph Kosinski 
Elenco: Tom Cruise, Morgan Freeman, Olga Kurylenko

 

Sinopse: Jack Harper é um dos últimos reparadores de drones no planeta Terra. Parte de uma massiva operação para extrair recursos vitais após décadas de guerra com uma terrífica ameaça conhecida por Scavs, a missão de Jack está quase completa. Vivendo e patrulhando os céus, a centenas de metros de altura, a sua existência está prestes a desabar quando salva uma lindíssima estranha de uma nave espacial abatida. A sua chegada desencadeia uma série de eventos que o forçam a questionar tudo o que sabe, deixando o destino da humanidade nas suas mãos.

 

Mais do mesmo. È um filme com um bom elenco e a sua história até que é interessante mas perde muita qualidade por causa do seu início pachorrento- Só começa a ficar interessante mais lá para o meio se bem que se serve de um enredo mais que gasto do mundo do cinema.

 

Vale somente pela excelente actuação de Tom Cruise e pela beleza das actrizes que contracenam com ele. Para quem gostar do estilo até que pode estar ali um bom filme. Eu pessoalmente não gostei. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00


Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg



subscrever feeds


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D