Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



É por causa destas coisas

por Pedro Silva, em 06.12.20
Os “cavalheiros” do futebol português
 
“O futebol é um desporto de cavalheiros jogado por rufias; o rugby é um jogo de brutos jogado por cavalheiros”
 
Lembrei-me desta frase ao ver o que se passou no final do Famalicão x Sporting de ontem.
 
E aquilo que eu vi foram as cenas no relvado, após o VAR ter chamado à atenção do árbitro para a falta (ÓBVIA!) de Coates sobre o guarda-redes do Famalicão, seguidas pela expulsão do treinador do Sporting.
 
Depois ouvi o jogador João Mário, na flash-interview da Sport TV, dizer que tinham anulado um golo limpo ao Sporting e que “não nos deixaram ganhar” (o Conselho de Arbitragem vai deixar passar estas declarações sem reagir?).
 
Vi, também, a confusão provocada por jogadores e elementos do Sporting no túnel de acesso aos balneários (veremos o que irão escrever os delegados e se a Liga tem coragem para castigar os “viscondes” de Alvalade).
 
E tudo isto foi o prelúdio para a “cereja em cima do bolo”: as declarações incendiárias do “cavalheiro” que a comunicação social colocou na presidência do Sporting.
 
Depois do que disse após o Sporting x FC Porto; depois dos insultos que dirigiu ao Presidente do FC Porto; será desta que a Liga/FPF irá aplicar um castigo exemplar ao “cavalheiro” Frederico Varandas?
 
Retirado daqui

130143616_10157313811216097_5693796438435102149_n.

É por causa destas coisas que da Liga NOS eu vejo apenas os jogos do Futebol Clube do Porto.
 
Prefiro, de longe, ver jogos de outros campeonatos onde o que interessa é o jogo de futebol e não as palhaçadas made in campeonato português que tem somente como intenção condicionar as decisões das equipas de arbitragem nos próximos jogos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:23


Contra tudo e contra todos!

por Pedro Silva, em 05.05.18

31949091_10156420221499485_8370595946542661632_n.j

Campeão Nacional de Futebol 2017/18

 

Parabéns Futebol Clube do Porto!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55


Pois é… Casillas é o maior!

por Pedro Silva, em 17.01.16

imgS620I168327T20160117212225.jpg 

magem de zerozero

 

Ponto prévio; a época do Futebol Clube do Porto - no que ao campeonato diz respeito - ficou perdida a partir do momento em que se despediu Julen Lopetegui. Repito o que já venho dizendo há muito tempo: não existem soluções mágicas e muito menos se pode exigir seja o que for a Rui Barros e a quem lhe venha a suceder no comando técnico da equipa Portista.

 

Quanto ao jogo de Guimarães já muito pouco a dizer.

 

E há muito pouco a dizer porque quem conhece bem Casillas (como eu) sabe perfeitamente que o Espanhol é um desastre nos cruzamentos e que tem por hábito ter este tipo de “erros crassos” quando a sua situação não lhe agrada (recordo que a saída de Lopetegui do FC Porto não agradou em nada a Iker Casillas).

 

Para além do que escrevi atrás os Dragões mostraram na cidade Berço exactamente os mesmos problemas que mostravam com Lopetegui. Dito de outra forma; muita posse de bola, pouca movimentação, escassez de linhas de passe dado que os Jogadores não se movimentam, Jogadores muito afastados uns dos outros, fraca coordenação entre sectores, complicar na defesa quando se deve jogar simples (bola para fora ás vezes é o melhor a fazer). Eyc., etc., etc.

 

Em suma, mantenho o que disse no primeiro parágrafo. Resta ao Futebol Clube do Porto apostar as “fichas todas” na conquista da Taça de Portugal para amenizar mais uma época abaixo, muito abaixo, do esperado para um Clube como o Futebol Clube do Porto.

 

Um último ponto. Por favor não procurem justificar esta derrota Azul e Branca com o árbitro. A equipa de arbitragem esteve quase sempre bem nas suas decisões e procurou ser sempre coerente nas suas decisões.

 

Chave do Jogo: Inexistente. É verdade que o Vitória Sport Clube estava muito bem “montado” por Sérgio Conceição para “dar que fazer” ao Futebol Clube do Porto mas em momento algum os Vitorianos tiveram um lance que fizesse com que a partida ficasse sob o seu domínio. Venceram porque fizeram por isto mas se Casillas não tivesse sido igual a sim  mesmo o mais provável era estar aqui a dissecar um empate a zero bolas.

 

Positivo: Vitória Sport Clube. A equipa Vitoriana bateu-se muito bem em campo, fez por merecer a vitória se bem que um empate a zero teria sido uma justa recompensa para os comandados de Sérgio Conceição.

 

Negativo: Iker Casillas. Os Dragões podem ter ficado praticamente afastados da conquista do título de Campeão graças a um erro grosseiro daquele que é considerado um dos melhores Guarda-redes do Mundo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:02


Acabar da forma habitual

por Pedro Silva, em 22.05.15

 

260646_med_fc_porto_v_penafiel_liga_nos_j34_2014_1 

Pronto, acabou a Época 2014/15 para o Futebol Clube do Porto. E acabou de uma maneira que faz pena pois esta partida ante o FC Penafiel foi mais do mesmo. Atrevo-me até a dizer que foi até muita parecida com a da semana passada onde os Dragões empataram no Restelo só que a diferença para o jogo de hoje residiu no facto de que desta vez os Dragões marcaram e o adversário, embora tenha tentando, não conseguiu marcar nenhum golo.

 

A minha crítica vem sendo sempre a mesma: posse pela posse não resolve absolutamente nada. É preciso movimentar-se em campo para que a equipa possa ir progredindo no campo em posse. E já venho dizendo isto há muitos meses mas os resistentes do Dragão só agora começaram a perceber tal problema e resolveram ir hoje para o Dragão protestar com tudo e com todos (e eu que os ature).

 

Mais uma vez os Dragões deram uma parte de avanço à equipa adversária. Não jogaram absolutamente nada na primeira parte do jogo ante a pior equipa do nosso campeonato. Inclusive, como já aqui o disse, o FC Penafiel tentou fazer o golo e criou situações de grande embaraço para a defesa Azul e Branca. Defesa azul e Branca que alinhou com Reyes, o que explica muita coisa quanto a isto dos embaraços não obstante o Mexicano não ter estado muito mal (não reparei em algum disparate do Atleta).

 

Só para que o leitor perceba o quão difícil foi acompanhar este jogo no Dragão a certa altura o relato da rádio era mais ou menos assim: Danilo toca para Indi, este toca para Casemiro que a devolve a Indi. O Holandês toca a bola para Ángel que faz uma incursão pelo flanco esquerdo e cruza a bola que passa toda a área do Penafiel e sai pela linha final.

 

Sinceramente este tipo de futebol pode até ser suficiente para ganhar o Campeonato Português (já o foi num passado não muito distante), mas acho que ficou demonstrado que isto não chega… O Futebol Clube do Porto não pode, nem deve, estar dependente de jogadas individuais dos seus melhores Jogadores para resolver as suas partidas. Há que evoluir e de preferência para algo melhor que isto do toca para os lados e Brahimi que resolva.

 

Quanto a Julen Lopetegui, sou da opinião de que desta vez o Basco tentou fazer algo para melhorar a equipa. Em vez de andar feito maluco aos berros na sua área técnica Julen tentou mudar o rumo do jogo e fez as substituições certas para isto. O problema é que mudou os Jogadores mas manteve o sistema. Dito de outra forma, o FC Porto não tem um plano B para poder enfrentar jogos em que as coisas não estejam a correr de feição. Este é outro aspecto que Julen deve melhorar. E já agora se puder manter a mesma serenidade que mostrou hoje no banco a malta agradece e os Jogadores também.

 

Uma última palavra para o comportamento da Claque Super Dragões. Entendo e aceito que estejam chateados com a equipa. Tem este direito. Podem e devem manifesta-lo de uma forma ordeira como fizeram aquando das pás e picaretas e durante esta partida com o Penafiel. Agora não devem é num dia bater palminhas à equipa quando esta venceu um jogo de uma eliminatória ou quando esta regressa de uma derrota histórica de 6 a 0 e quando esta perde o Título ir demonstrar todo o vosso desagrado. Lamento mas tal gesto não vos fica bem.

 

Assim como também não fica nada bem à Claque em determinada altura do jogo no Dragão lembrar-se de ir embora em debanda provocando o pânico entre os Seguranças e demais Adeptos… É que eu e muitos outros que não são da Claque também temos o direito de estar no Estádio do Dragão e de ver o jogo sossegadamente… Se era para fazer este tipo de cenas tivessem ficado em casa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55


São Helton! O resto era escusado…

por Pedro Silva, em 21.01.15

242025_med_sc_braga_v_fc_porto_taca_da_liga_2fg_20 

Vou começar pelo pior que esta partida teve. E logo um tema que serve para trazer a lume a estupidez selectiva de muita gente.

 

Falo da arbitragem completamente desastrada deste SC Braga 1 x FC Porto 1. A expulsão de Diego Reyes pareceu-me mais do que justa e acertada, já a de Evandro acho que foi exagerada, mas o que me perturbou verdadeiramente foi o facto de do lado do Braga terem havido alguns “Reyes” e “Evandros” em vários lances sem que tivesse sido dado o mesmo tipo de sanção aos “cavalheiros”.

 

Esta tal de “Taça da Liga” já é ridícula q.b. em todos os aspectos, pelo que penso ser desnecessário um Cosme Machado no seu pior… Adiante.

 

Quanto ao jogo em si, que é aquilo que realmente interessa, tivemos a prova dos nove em como o raio da posse pela posse é uma ideia obsoleta. Reduzido a nove Atletas é absolutamente incompreensível que a equipa tenha andado uns largos minutos a tentar jogar sempre em posse.

 

Felizmente o SC Braga esbarrou num São Helton que defendeu tudo e mais alguma coisa. Depois de largos minutos no raio da posse de que Lopetegui tanto gosta a equipa Azul e Branca percebeu que tinha de jogar rápido, feio e simples: três toques e bola no ataque, futebol no seu esplendor e não a chatice do toca para trás e para os lados de que o Basco tanto gosta.

 

Acalento a esperança de que esta partida tenha mostrado ao Treinador dos Portistas como se deve jogar futebol. Principalmente contra equipas de elevado grau de dificuldade como foi o caso do Sporting Clube de Braga. Apesar de tudo sou um Homem de Fé, se bem que já sei que Lopetegui não aprendeu nada de nada neste jogo de Braga e os adeptos Azuis e Brancos vão-se esconder todos atrás da arbitragem e por aí adiante.

 

Depois fica tudo muito admirado por termos o FC Porto a seis pontos do líder do nosso Campeonato…

 

Duas pequenas notas finais:

 

- Ricardo Pereira voltou a fazer um jogão! O moço é um extremo de raiz, mas tem mostrado imensa qualidade a defesa lateral direito. Porquê razão ainda temos de aturar o Danilo? Ah, o Brasileiro amua! Já me ia esquecendo deste importante pormenor;

 

- Adrian López saiu lesionado e ao que parece vai estar algum tempo fora dos relvados. Podiam aproveitar e mandar o moço para a Turquia juntamente com o Opare. A malta adepta do FC Porto agradece!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:14


Mais sobre mim

foto do autor


gatices


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Janeiro 2021

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Publicidade


Futebol Clube do Porto

<<

Dios falleció (RIP 25/11/2020)

<<


No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D