Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A confirmação

por Pedro Silva, em 01.03.15

imgS620I151257T20150301204202.jpg 

Quem me conhece sabe bem que não sou de cismas e também sabe que muito menos opino com base em antipatias/simpatias. Tento ver as coisas como elas são e daí retirar as minhas conclusões que depois partilho neste e noutros espaços.

 

E vêm esta introdução a propósito de quê? Do facto de Julen Lopetegui estar a melhorar jornada a jornada. Já venho dando conta disto mesmo de há umas crónicas para cá e esta partida ante o Sporting Clube de Portugal foi a confirmação desta minha ideia. O Futebol Clube do Porto banalizou por completo o Sporting de Marco Silva, e com isto Lopetegui calou muitas bocas foleiras que por aí andam.

 

Num Domingo chuvoso o Dragão mostrou um futebol poderoso onde, finalmente, a posse pela posse foi colocada de lado para dar lugar a uma posse pressionante que não deixa que os adversários consigam respirar e pensar o seu jogo. Se juntarmos a isto um Treinador que percebeu que o futebol Luso não é assim tão fácil como parece, eis que temos um Porto à Porto que luta contra tudo e contra todos como sucedeu ante o Clube de Alvalade.

 

Grande exibição colectiva da equipa Azul e Branca que assentou de vez num onze base e que jornada a jornada só faz uma ou outra “mexida” no onze do meio campo para a frente por opção do Basco Lopetegui. Foi difícil, mas os Azuis e Brancos começaram a tirar proveito do enorme potencial que o Plantel tem.

 

Vamos é a ver se ainda se vai a tempo de recuperar o Título. Eu ainda acredito que é possível até porque o SL Benfica não vai ter “sorte” toda a Vida e não terá muitas equipas à moda do Estoril pela frente. Alguma jornada a coisa vai correr mal ao Encarnados e o Dragão vai aproveitar para se aproximar perigosamente. O Clássico SL Benfica x FC Potro irá com toda a certeza decidir quem irá ser o Campeão desta Temporada.

 

Quanto ao Sporting de Marco Silva, só ficou desiludido quem se iludiu com pouco. Eu sempre disse que este Sporting iria incomodar Porto e Benfica mas que nunca seria capaz de muito mais do que isto. Aos Leões não lhes basta o Nani e mais dez. Precisam de muito mais do que isto. E já agora precisam também de uma Direcção que dê tranquilidade à Equipa Técnica e Plantel, coisa que o actual Presidente do Sporting CP não parece ser adepto. Mas isto é problema dos Viscondes…

 

Venha o SC Braga! E de preferência com uma arbitragem em condições e não com uma igual a esta do Porto x Sporting. Que a malta de Alvalade não tenha a distinta lata de vir queixar-se de Artur Soares Dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55


Faltou sorte e algum Porto

por Pedro Silva, em 13.02.15

Este jogo ante o Vitória de Guimarães (aka Vitória Sport Clube) é daqueles em que é complicado apontar o dedo ao Treinador. Isto porque tivemos dois FC Porto nas duas partes que compõem o jogo.

 

Na primeira parte os Dragões dominaram por completo a partida e fizeram a pressão que se exige a uma equipa que luta pelo Título de Campeão nacional. Já na segunda os Dragões entraram no modo gestão de resultado mesmo sabendo que isto de se gerir um resultado favorável de um a zero ser de um risco tremendo… Mas mesmo o Futebol Clube do Porto mais folgado da segunda parte conseguiu ser muito superior ao Guimarães e só não marcou mais golos por falta de sorte na hora de finalizar. Daí o título deste texto ser “Faltou sorte e algum Porto”.

 

Como tal sou da opinião de que não se pode de forma alguma apontar o dedo a Lopetegui. Para mais sou da opinião de que o Basco até que “mexeu” bem na equipa quando os Vimaranenses se aproveitaram do Porto “gestor” da segunda parte para tentar o empate. Coisa que nem sequer é habitual em Julen Lopetegui. Agora se Tello entrou em campo para nada fazer (já não surpreende ninguém) e se Rúben Neves ajudou e muito a equipa (também é outra coisa que não é novidade para ninguém) a conversa é outra.

 

Quanto à arbitragem, bem não gosto mesmo nada de opinar sobre tal coisa mas o que vi no Dragão rocou a estupidez. A equipa de arbitragem não pode de forma alguma ser acusada de “caseira” pois em quase todas as suas decisões prejudicou clara e evidentemente o Futebol Clube do Porto e inclusive até perdoou uma expulsão ao Jogador Vitoriano que quase partiu a perna a Casemiro. Já toda agente percebeu qual o objectivo disto, mas será que o SL Benfica precisa mesmo deste tipo de ajudas? Depois queixam-se que os Portistas são radicais.

 

Resumindo e concluindo, o Futebol Clube do Porto parece estar a melhorar, Lopetegui parece estar também a melhorar dado que já percebeu o que tem de fazer no futebol Português apesar de ainda achar, erradamente a meu ver, que o contra ataque é coisa do Demo e como tal não se deve utilizar nunca e a continuar assim tudo pode correr bem no futuro não obstante o FC Porto depender de resultados alheios para ser campeão esta temporada (se Julen tivesse olhado para o campeonato Português de uma forma humilde isto não seria assim).

 

Venha o Basileia!

imgS620I150570T20150213215100.jpg 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55


Volta Fonseca. Estás perdoado!

por Pedro Silva, em 09.11.14

tag-reuters_3_35.jpg

E pronto. Mais uma vez Lopetegui tem um lampejo qualquer e muda tudo de novo. Resultado: empate a duas bolas com o GD Estoril com uma sorte daquelas. Sim sorte porque o golo do empate Azul e Branco resultou de um ressalto na área que foi aproveitado pelo Oliver Torres.

 

De resto, e falando já sobre o jogo na sua totalidade, o Futebol Clube do Porto jogou o jogo todo com dez. Isto porque Adrián López é aquela desgraça. O Espanhol não é extremo, não é avançado, não é ponta de lança, não é médio, não é defesa e não é Guarda-redes. O Homem não é nada de nada! Já não o era no Atlético de Madrid daí que não tenha sido estranha a sua saída para a Invicta. O grande problema é que para Adrián poder entrar Lopetegui tem de mudar o meio campo todo do FC Porto com os resultados fabulosos que todos vimos.

 

Porquê raio se insiste em Adrián? Porque apostar neste “beltrano” quando a equipa já vinha melhorando o seu futebol e em claro crescimento? Será que Julen Lopetegui tem um prazer danado em destruir a moral e tranquilidade da equipa que orienta? Ou melhor, porquê razão o Basco cria problemas depois de ter acabado de vez com a sua “panca” pela posse dê por onde der?

 

São coisas destas que destroem por completo uma equipa. Lá com esta grande decisão de colocar o tal de Adrián em campo conquista-se um “grandioso” empate em Lisboa. E com isto eis que o SL Benfica volta a ver aumentada a diferença pontual para os Azuis e Brancos. Bravo Lopetegui!

 

E não me venham cá com a letra da arbitragem porque Fabiano fez falta para Grande Penalidade. O que faltou ao Futebol Clube do Porto foi ter tido um Treinador que percebesse que ante o Estoril, mesmo o de Couceiro, se deve entrar em campo com ONZE jogadores! E de preferência com os melhores e não com os que fazem o “jeitinho” ao Empresário/Dirigente

 

Volta Fonseca que estás perdoado!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:51


Há que melhorar

por Pedro Silva, em 01.11.14

porto-f067.jpg

Depois de Arouca era expectável que Lopetegui tivesse aprendido a lição. E, olhando para o onze que defrontou o CD Nacional, o Basco parece ter aprendido alguma coisa. Digo alguma coisa porque, não obstante a vitória Portista, ainda há muito para melhorar neste Futebol Clube do Porto e já vamos em Novembro.

 

Lopetegui fez poucas mudanças na equipa. Mexeu na Defesa e no Meio Campo, mas mexeu pouco tendo Marcano cedido o seu lugar a Maicon e Herrera a Óliver Torres. Nada de mais e, por um lado, até se percebeu bem a ideia do Técnico que queria um Porto ofensivo e criativo para defrontar um Nacional que por norma joga à defesa quando tem de medir forças com um dos ditos “Grandes” do nosso futebol. E a fórmula resultou dado que cedo o Clube Azul e Branco marcou o seu golo e tudo parecia indiciar que o Estádio do Dragão ia ter uma noite tranquila.

 

Só que não há bela sem senão. O senão volta a ser o problema do costume: tiki taka.

 

Muitos dirão, com toda certeza, que estou a ser chato, mas a realidade já demonstrou por mais quem uma vez que o FC Porto não ganha absolutamente em querer sair a jogar em posse seja em que circunstância for. Tal enerva os Jogadores que depois cometem erros crassos que podem custar caro à equipa. Nesta partida ante o Nacional quase que sucedia o mesmo com Maicon, e só não se transformou no golo do empate porque Fabiano fez uma enorme defesa.

 

Depois há que dizer que Julen demora muito tempo a ler e perceber o jogo. É verdade que um bom Treinador segue a sua programação à risca, mas o futebol está longe de ser uma ciência exacta e a qualquer momento qualquer planeamento pode cair por terra com estrondo se nada se fizer. Ora, após o disparate de Maicon outros se seguiram com outros protagonistas, a equipa Portista enervou-se e perdeu o controlo do jogo, só o recuperando quando o Treinador fez entrar o Mexicano Herrera para o lugar de Quintero. Herrera trouxe tranquilidade e equilíbrio a um Meio Campo que a certa altura já estava a jogar para trás e para os lados. Daí ao segundo golo foi um saltinho de pardal. Tivesse tal acontecido ante uma equipa mais forte e estariamos agora a dissecar um mau resultado do FC Porto.

 

O último aspecto negativo que queria aqui trazer prende-se com Casemiro. Ao contrário de muito boa gente eu vejo muitas qualidades no Brasileiro. Mas não as vejo quando este joga na posição de Trinco (6), posição que o Espanhol insiste em colocar o moço a jogar. Casemiro não tem capacidades para poder antecipar o jogo do adversário, tal como fazia Fernando por exemplo, daí que muitas vezes seja obrigado a recorrer à falta para recuperar uma bola. Casemiro não sabe lidar com a pressão, pelo que nunca poderá ser ele o responsável pelo transporte da bola entre a Defesa e o Meio Campo dado que Lopetegui não gosta dos passes longos. O Internacional Canarinho é mais um 8 que um 6, um meio-termo entre o médio mais defensivo e o médio construtor. O ideal será colocar Rúben Neves na posição 6 e Casemiro na 8, tal como sucedeu no passado com muitos bons resultados.

 

E mais havia para se dizer. Contudo isto já vai longo. Os problemas ainda são mais que muitos e já estamos a entrar na fase crítica do Campeonato. Naturalmente que é muito mais fácil lidar com os problemas com vitórias, mas se isto não começar a tomar um rumo decente vai ser complicado.

 

A ver vamos se estes problemas, e outros, não surgem em Bilbau ante um adversário bem mais forte que Nacional.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:55


Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Agosto 2019

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg



subscrever feeds


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D