Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Olá Jamor!

por Pedro Silva, em 03.02.16

imgS620I169374T20160203215353.jpg 

Imagem de zerozero

 

Ponto prévio; como é que com tão pouco tempo de trabalho e com o mesmo plantel José Peseiro conseguiu, até ao momento, fazer mais – muito mais – do que Julen Lopetegui num ano e meio?

 

Quanto ao jogo em si há que dizer que assisti a uma vitória natural do Futebol Clube do Porto. Venceu a equipa mais forte num terreno que é sempre muito hostil para as cores azuis e brancas. A eliminatória está praticamente decidida e só muito dificilmente os Portistas não marcarão presença na final da Taça de Portugal.

 

É com agrado que vejo o Futebol Clube do Porto mais solto das “amarras” da posse pela posse de que Julen Lopetehui era gã incondicional. Tal como aqui escrevi após a vitória no Estoril, temos um FC Porto que joga em posse quando tem de jogar em posse, que lateraliza o seu jogo quando este tem de ser lateralizado, que joga em transições rápidas quando a partida assim o exige e por aí adiante. O FC Porto apresenta agora um jogo muito mais fácil de se entender que vai dando bons resultados. Em suma, foi preciso um ano e meio para que O Futebol Clube do Porto voltasse a ser o Futebol Clube do Porto!

 

Suk voltou a mostrar serviço, marcou um golo (pena que tenha saído da partida por lesão) e Marega - que se estreou hoje de camisola azul e branca vestida - esteve muito melhor na segunda parte. Ah e o Sérgio Oliveira que vimos hoje em Barcelos é o mesmo que Julen Lopetegui desprezou?

 

Apesar de tudo preocupa-me a quantidade de passes errados da equipa Portista na primeira parte. Assim como também me incomoda o facto de o FC Porto precisar, ainda, de desperdiçar uma parte inteira para entrar de vez no jogo. Se o Gil Vicente FC tivesse marcado na altura em que enviou uma bola ao poste e teríamos problemas sérios… E já agora, não me agradou mesmo nada as falhas de Helton nas bolas cruzadas para a pequena área… Parece que os “frangos” de Casillas contaminaram todos os Guardiões dos Dragões!

 

Chave do Jogo: 45´+1 Rúben Neves marca e logo a seguir o árbitro apita para o intervalo. Até esta altura a equipa de Nandinho tinha dado muita luta aos Portitas mas a partir deste momento toda e qualquer resistência Gilista se desvaneceu por completo. A 2.^ parte só deu Porto.

 

Positivo: O discurso realista e incisivo de José Peseiro. Já há muito que uma equipa como o Futebol Clube do Porto estava órfã de alguém que colocasse os pontos nos “i” dizendo o que tem de ser dito. Após um ano e meio de cobardia e de exageros eis que os Dragões têm um treinador que sabe como motivar a sua equipa.

 

Negativo: Já aqui o disse após o jogo do Estoril e volto a repetir. O Futebol Clube do Porto não pode perder uma parte inteira para impor o seu futebol. Se esta lacuna não for colmatada a tempo tal poderá vir a causar graves dissabores aos Dragões.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:39


Golear a errar demais

por Pedro Silva, em 03.01.15

imgS620I148395T20150103220717.jpg 

Exacto. O Futebol Clube do Porto venceu em Barcelos por 5 bolas a 1, mas a meu ver existem pontos negativos que tardam em ser corrigidos.

 

Bem sei que vai andar por aí muita gente eufórica com este resultado, mas se o Dragão não vencia o Gil Vicente de goleada era o cúmulo dos cúmulos. A equipa de José Mota é a pior do nosso Campeonato. Como tal até se pode dizer que ter vencido por 5 a 1 é pouco dado que não deveria ter-se sofrido golo algum.

 

Pior que tudo foi a forma como os Gilistas marcaram o seu golo de consolo. Uma vergonha para uma equipa que se diz profissional. Fosse o FC Porto de Paulo Fonseca a sofrer este golo e teríamos o tolinho da gravata a insultar o Treinador, a Mãe dele, o Pai, o Cão, o Gato, o Filho, a Filha e por aí adiante.

 

Não percebo como é que a defesa Azul e Branca não melhora e continua a cometer erros infantis que podem custar muito caro à equipa… O Gil quase que aproveitava uma destas asneiras logo no início da partida para inaugurar o marcador. Depois queria ver como ficava o doador de Gravatas no meio de tudo isto.

 

Outro ponto, a mania do “toca toca”. Lopetegui isto não é futebol de salão, por isto deixa lá a gravata e o tolo que ta pede para ver se percebes de uma vez por todas que em Portugal relvados em condições que permitam aquilo de que tanto gostas é uma raridade. Prefiro mil vezes um Porto que jogue na base do “toca e foge” do que no raio do “toca, toca” onde os Jogadores simplesmente não se mexem, obrigando a que Jackson e Brahimi tenham de vir ao meio campo buscar a bola.

 

E já que falamos em Brahimi, custa-me que a equipa quase que dependa exclusivamente do génio do Argelino. E o mesmo sucede quando está Quaresma em campo. É por isto que me irrita o “toca toca” onde ninguém se desmarca. Se o plantel não tivesse opções de qualidade eu ainda era como o outro, agora o actual plantel Azul e Branco é somente o melhor dos últimos anos, pelo que haverá necessidade desta dependência? Se sim, então vai ser o bom e o bonito agora que Brahimi se vai embora por causa da CAN.

 

Já agora; porquê razão o Futebol Clube do Porto precisa de 30 minutos para assentar o seu futebol? Porquê razão se dá este tempo de avanço aos adversários? E já agora, porquê carga de água Casemiro tem de ser o construtor de jogo atacante do FC Porto quando o moço não tem qualidade para tal?

 

Ah e ainda estou para perceber quanto ganha Lopetegui por colocar Ádrian López em campo. O Espanhol nem um passe em condições sabe fazer, mas joga sempre que haja uma oportunidade. Deve ser por ser o Hélder Postiga Espanhol.

 

Um breve comentário sobre a expulsão de Alex Sandro. É de uma parvoíce sem precedentes! E a crítica não é para o Árbitro, mas sim para o Brasileiro que parece não estar com muita vontade em jogar na Invicta.

 

Vá, pode ser que na próxima jornada ante o Belenenses a coisa melhore. É que este tipo de futebol vai dando para derrotar equipas do gabarito do Gil Vicente, mas contra outras mais cotadas não chega como é evidente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:38


A prova dos nove

por Pedro Silva, em 08.12.13

A vitória Portista sobre o SC Braga de Jesualdo Ferreira é sem sombra de dúvida a maior evidência daquilo que tenho escrito sobre o actual momento dos Dragões.

 

Estive no Dragão e a impressão com que fiquei após ter terminado a primeira parte é que havia muito nervo à flor da pele e que mais uma vez o público não ajudava absolutamente nada.

 

Perante tal cenário o que fez o “fraquinho” (?) Paulo Fonseca? Tomou uma posição de força e ao intervalo retirou do campo uma “vaca sagrada” que é um dos símbolos do Clube (Lucho Gonzalez) e colocou em campo Carlos Eduardo. Não que o Argentino estivesse a jogar mal, mas El Comandante estava como os seus companheiros: nervoso, muito nervoso.

 

Carlos Eduardo entra e o jogo da equipa melhora. Começam a surgir passes para a frente em detrimento dos passes para o lado e para trás. Daí até aos golos foi um saltinho de pardal. Jackson Martinez, mesmo sendo perdulário, passou a ter mais bola e foi com naturalidade que marcou dois golos.

 

È o que dá ter em campo um Jogador tranquilo que não é alvo da crítica fácil dos adeptos. Carlos Eduardo mostrou porquê razão não se deve ir para o estádio assobiar tudo e mais alguma coisa e porquê razão não se deve dar uma de mestre da táctica nos jornais, blogs, facebook, twitter, etc., etc..

 

Calma e sobretudo paciência exige-se porque acima de tudo os Jogadores são Seres Humanos.

 

Quanto ao Fonseca, continuo a dizer que o treinador tem tentado melhorar mas não obstante ter alcançado uma vitória que colocou de novo a equipa Portista na liderança do Campeonato acho que esteve mal quando colocou Kelvin em campo em vez de Ghilas. Isto de fazer substituições para agradar à malta do Dragão em detrimento da aposta num Jogador que poderá ser fundamental nos dias maus de Jackson é, a meu ver, errado. Espero que Fonseca melhore esta faceta, mas é preciso ter-se em linha de conta que quem trabalha todos os dias com os Atletas é ele e só o PF sabe mais do que ninguém em quem deve ou não apostar nos jogos.

 

Agora é aguardar pela escorregadela mais que provável do Sporting CP em Barcelos. Venha o Atlético de Madrid!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:05


Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Agosto 2019

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D