Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Catalunha, o espelho da Europa

por Pedro Silva, em 02.10.17

PS_catalunhaoespelhodaeuropa_destaque.jpg 

A história repete-se. A Catalunha tenta (à força) realizar um referendo que o governo central de Espanha não autorizou alegando, para tal, uma disposição legal da sua actual Constituição. Tudo isto poderia – e deveria – ter sido devidamente evitado se Mariano Rajoy, actual primeiro-ministro espanhol, não fizesse parte de uma certa família política que nos últimos anos tem conduzido a Europa ao estado quase calamitoso em que se encontra.

 

Como Homem de Leis quando se me colocam em ciam da mesa o problema do referendo catalão sou obrigado a seguir o famoso brocado romando “Dura Lex, Sed Lex”, mas o problema do dito referendo é essencialmente político. E como problema político que é este deveria ter sido resolvido através do diálogo, diálogo este que não existe desde o famigerado atentado terrorista que ocorreu em Barcelona no passado mês de Agosto. Alias, na altura tive a oportunidade de aqui criticar a postura de Rajoy face à postura política de Carles Puigdemont perante o atentado. Ora, face a tal não me admira mesmo nada que tudo tenha evoluído para o actual estado de coisas na Catalunha.

 

Ontem assistimos a uma demonstração da arrogância e falta de respeito do Governo Central Espanhol para com a Democracia. Democracia que é – pasme-se - a razão da existência deste mesmo Governo. Tal postura da parte do Executivo liderado por Rajoy é usual na Europa dos nossos dias. Daí eu dizer que nos últimos dias a Catalunha é o espelho da Europa. A grande diferença reside, somente, no facto de a Europa não poder (ainda) mobilizar as forças da ordem para impor pela força as suas ideias e disposições.

 

Já há muito que venho dizendo que a “Direitola” que tomou de assalto as Democracias europeias através do voto é algo de perigoso. Não pela forma, mas sim pelo seu conteúdo dado que os membros desta “família” política (Rajoy, Merkel, Passos Coelho, Assunção Cristas, Órban, Juncker, Durão Barroso e por aí adiante) acham que somente os seus ideais e ideias devem imperar. Senão vejamos, para Mariano Rajoy é certo que no referendo da Catalunha o “sim á independência” venceria. Senão este teria tratado da questão de uma outra forma (e acrescente-se que Rajoy não pode, nunca, dizer que Carles Puigdemont não quis dialogar). Mas com que razão Mariano Rajoy afirma tal coisa? Com a razão do famoso “Pensamento Único” que já fez, por exemplo, com que o partido nazi tenha alcançado variados lugares no Parlamento alemão.

 

Efectivamente a Catalunha é hoje em dia o espelho da Europa. O espelho de uma Europa autoritária e anti democrática que é o viveiro ideal dos nacionalismos que no passado já a estilhaçaram em mil pedaços.

 

E já que aqui falamos do “Pensamento Único”, tenho de lamentar a postura do FC Barcelona face ao referendo catalão. Não se pode reclamar democracia e liberdade de expressão para a Catalunha e ao mesmo tempo vincular - à força - os sócios de um Clube. Um Clube de futebol não é de quem o preside. É antes pertença dos seus associados. Não creio que para se ser associado do FC Barcelona se tanha, obrigatoriamente, de ser um independentista. Haverá, com toda a certeza, sócios do FC Barcelona que não concordam com a independência da Catalunha.

 

Artigo publicado no site Repórter Sombra (02/10/2017)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00


FC Porto 0 x SSC Napoli 0 (breves notas)

por Pedro Silva, em 08.08.15

imgS620I159562T20150808220913.jpg 

Por razões familiares não pude marcar presença no Estádio do Dragão para poder assistir ao vivo e a cores à apresentação do Futebol Clube do Porto aos seus Associados e Adeptos. Apenas pude ir ouvindo o relato da partida ante os Italianos do SSC Napoli e ver, de quando em vez, um ou outro lance pela televisão de um qualquer café.

 

Quer isto dizer que não posse ter uma opinião 100% segura sobre o que se passou hoje no Dragão. Mas pelo que ouve li a coisa não está mal nem bem. Ou melhor; está tudo como se exige para esta altura da época., Os jogadores parecem ter assimilado bem aquilo que Julen pretende que façam em campo, a bola circula com mais velocidade por todo o campo, as jogadas de ataque começam na defesa e não a partir da baliza (há males que vêm por bem e este de Casillas ser um terror com a bola nos pés foi a melhor coisa que poderia ter acontecido), há jogadas de desmarcação, a defesa sabe o que tem de fazer apesar de ainda lhe faltar algum físico mas a pontaria está ainda muito desafinada e, não obstante a quantidade e qualidade do meio campo Azul e Branco, continua a faltar quem paute o jogo dos Portistas

 

Basicamente parece haver ainda muitas arestas por limar, mas não creio que sejam preocupantes pois nenhuma equipa fica pronta na pré temporada. Para mais parece-me que ao contrário do que sucedeu na temporada anterior o Futebol Clube do Porto já tem um sistema de jogo e forma de estar bem implantados na equipa. Apenas precisa de o aprimorar e isto, meus amigos, só com os jogos “a doer” e com vitórias, pelo que será bom-tom que todos nós, Adeptos e Associados do Futebol Clube do Porto, tenhamos alguma paciência para que tudo não acabe por desabar (tal como sucedeu com Paulo Fonseca aquando da sua passagem pela Invicta).

 

Venha o Guimarães! E de preferência com uma vitória Azul e Branca mesmo que a equipa ainda só consiga mostrar bom futebol durante os 30 minutos iniciais da partida!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55

34c966e422ec986b2d02bd1d5e1df048.jpg 

Segundo noticiou a RTP no seu Telejornal das 13H, o fisco penhorou bens alimentares doados a uma associação que dá apoio aos sem-abrigo na cidade do Porto. O "Coração da Cidade" tem dívidas em atraso relacionadas com o pagamento de portagens em antigas SCUT.

 

Sobre este assunto há que ter cabeça fria em vez de alimentar a “escandaleira” que a equipa de reportagem da RTP criou nesta reportagem.

 

Isto porque em momento algum vemos os Dirigentes da Associação "Coração da Cidade" afirmar, com plena certeza e confiança, que não devem dinheiro algum ao Fisco. Seja ele a título de Portagens ou outra coisa qualquer.

 

Para mais fica por perceber se a tal Associação foi devidamente notificada de que contra ela decorria, e decorre, um Processo de Penhora de Bens alimentares ou se a Penhora já terá sido efectuada.

 

É que se a Penhora já tiver sido efectuada então é porque das três, uma:

 

- A Associação não se opôs à Penhora dentro dos prazos legalmente estabelecidos e no local devido (e aqui não me venham com a música de que a Associação não tinha dinheiro para o fazer porque o Apoio Judiciário também assiste ás Pessoas Coletivas quando devidamente requerido por estas);

 

- A Associação andou no “jogo do empurra” nas suas responsabilidades e nada fez dentro do prazo legal porque, segundo a peça jornalística, a dívida terá surgido por culpa do Contabilista (Técnico Oficial de Constas);

 

- A Associação não quis saber do Processo porque como é uma Associação de caridade acha que não tem de cumprir com os seus deveres fiscais.

 

É por isto que, ao contrário de muito boa gente que reage a quente em vez de parar para pensar um pouco, eu não posso dar razão alguma à "Coração da Cidade" neste processo.

 

Para mais alguns dos Associados dizem estar revoltados porque o Fisco se lembrou de penhorar uma Associação que ajuda os sem-abrigo da Invicta… Como se isto de ser uma Associação deste tipo a faça ter uma certa impunidade no que às suas obrigações diz respeito.

 

Já se me disserem que não faz sentido algum uma Associação ser penhorada pelo Fisco e o Sr. Pedro Passos Coelho, actual Primeiro-ministro de Portugal, não ser alvo de contra ordenação/penhora alguma mesmo tendo estado ANOS sem cumprir com as suas obrigações fiscais, e que não é justo a Galp, e outras Empresas do ramo, não pagarem o que devem às Finanças mesmo tendo sido notificadas para tal e nada lhes ser feito, eu sou como o outro e alinho na indignação da "Coração da Cidade".

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:43


Eu me retrato

por Pedro Silva, em 03.12.14

1599250_1488069018084486_202769802_a.jpg 

Quem me lê sabe muito bem que sempre fui contra o Equipamento Cor-de-rosa do Futebol Clube do Porto.

 

Não por causa da cor mas sim porque a mesma em nada tem a ver com a história do Clube e atenta contra os Estatutos. Mas vendo as coisas por este prisma serei sempre contra um equipamento alternativo que não seja azul e ou branco.

 

Contudo tenho de ser compreensivo e aceitar a razão pela qual os Dragões jogaram de rosa no passado Domingo. Nunca me passou pela cabeça que a ideia do cor-de-rosa passe pela luta contra o cancro.

 

Sempre vi este equipamento como uma jogada de marketing sem perceber o quão simbólico e nobre a ideia pode ser. E por isto eu me retrato e faço, desde já, o compromisso de não voltar a criticar o dito equipamento apesar de o mesmo violar claramente a história e Estatuto do Futebol Clube do Porto.

 

Tivesse a SAD Portista uma política de comunicação diferente e mais abrangente para com o Associado Azul e Branco e de certeza que teria muito mais adeptos do tal equipamento preto e rosa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:15


Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Agosto 2019

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D