Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O Panda do Kung Fu 3

por Pedro Silva, em 02.04.16

160355641_c92fea.jpg 

AnimaçãoAventuraAcção - (2016) "Kung Fu Panda 3"

Realizador: Alessandro Carloni, Jennifer Yuh 

Elenco: Jack Black, Bryan Cranston, Dustin Hoffman, Angelina Jolie

 

Sinopse: Depois de muito tempo desaparecido, o pai de Po reaparece, e juntos vão viajar para um paraíso secreto de pandas onde conhecem vários e hilariantes novos pandas. Mas quando o demoníaco vilão Kai começa a varrer a China derrotando todos os mestres de kung fu, Po tem de fazer o impossível – treinar uma aldeia cheia amigos desajeitados e torná-los no derradeiro grupo de Pandas do Kung Fu.

 

Critica: Digo e volto a dizer, sequelas não são o melhor para qualquer filme. Especialmente nos de animação. Isto porque o que é repetido até à exaustão perde o interesse e piada. Este “O Panda do Kung Fu 3” dos Realizadores Alessandro Carloni, Jennifer Yuh é um bom exemplo disto. Não que o filme não tenha a sua graça e piada mas mais parece que estamos a ver um episódio de uma série do que um filme no verdadeiro sentido do termo. Panda do Kung do Fu teve a sua glória… Agora é banal.

 

Esta nova versão do Panda do Kung Fu não nos traz mesmo nada de novo. Até o argumento é mais do mesmo. O mau, o mau liberta-se da prisão, destrói tudo, derrota todos até aparecer o herói que o volta a colocar na sua prisão. Básico… Demasiado básico até para o público-alvo que se deseja “servir”.

 

Quanto ao elenco… Bem que dizer? Estiveram no seu normal. Como se costuma dizer na “gíria” “não aquecem nem arrefecem”. O normal para este tipo de cinema. Não é por aqui que este filme ganha ou perde qualidade e interesse. Nem sei porquê se contratou “malta de peso” para este tipo de filme… Sinal de que a editora deve ter tido uns quantos dólares a mais para gastar.

 

Por último o grafismo. Tal como nos outros aspectos de que falei atrás também aqui não encontrei nada de “anormal”. Mais do mesmo. Não é mau mas também não é excelente. O mesmo digo da banda sonora.

 

Em suma, para quem gostar do estilo e for fã das aventuras do Panda do Kung Fu esta sequela até que pode ser interessante mas para quem não o for não o aconselho a perder o seu tempo (a não ser que não tenha nada de mais interessante para ver).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55


Invencível

por Pedro Silva, em 08.02.15

509300.jpg 

Biografia, Desporto (2014) - Unbroken

Realizador: Angelina Jolie

Elenco: Matthew Crocker, Jack O'Connell, Domhnall Gleeson, Garrett Hedlund

 

Sinopse: Drama épico inspirado na incrível vida do atleta olímpico e herói de guerra Louis "Louie" Zamperini que, juntamente com outros dois tripulantes, sobreviveu numa jangada durante 47 dias - depois de um acidente aéreo quase fatal durante a 2ª Guerra Mundial – para ser capturado pela marinha japonesa e enviado para um campo de prisioneiros de guerra. Adaptado a partir do famoso livro de Laura Hillenbrand.

 

Crítica: Para arranque da minha crítica começo pela nota. Dou a esta produção de Angelina Jolie um satisfaz +. Só não lhe atribuo um Bom porquê a história, apesar de diferente, não é original e dentro do género gostei muito mais do A Última das Guerras de David L. Cunningham.

 

Tenho para mim que Angelina foi astuta ao ter escolhido esta temática para o seu primeiro filme no papel de Realizadora. Isto porque não estamos perante uma “americanice” pura e é quase impossível encontrar cinéfilo que não se deixe envolver pelo tema deste filme. Para mais facilmente se simpatiza com a personagem e com a sua história, sinal de que o argumento é rico e bem trabalhado.

 

O ponto negativo reside na forma algo atabalhoada como Invencível começa. Contudo é caso para se dizer que Angelina Jolie deu uma dura lição a outros Realizadores bem mais experientes sobre como produzir um filme sobre um Herói de Guerra Norte-americano.

 

Relativamente ao elenco, penso que não há aqui muito a dizer. Este tipo de filme não exige muito dos Actores. O máximo que se pede aos Actores é que sejam o mais natural possível perante as várias situações com que vão sendo confrontados, e neste aspecto acho que nenhum deles esteve mal. Em resumo; o elenco não comprometeu e isto é deveras importante num filme que se baseia mais na sua história do que no trabalho de x ou y. Mais um ponto favorável para Angelina Jolie nestes seus primeiros passos no mundo da realização.

 

Concluindo; recomendo este filme e aproveitem para o sentir porque vale a pena recordar a história para que a mesma não se volte a repetir.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:45


Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Agosto 2019

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D