Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Milagres nem na Igreja

por Pedro Silva, em 20.10.14

papaffamilias_web.jpgQuando em meados de Setembro o Papa Francisco se colocou sob os holofotes do mundo inteiro para celebrar 20 casamentos, entre os quais o de uma mãe solteira com o seu novo companheiro cujo primeiro casamento tinha sido declarado nulo, a mensagem foi claríssima: a Igreja Católica deve ser capaz de acolher no seu seio as novas formas de viver em família.

 

O Papa Francisco tem levado a cabo uma tremenda batalha para que a hipocrisia deixe de ser a face visível da Igreja Católica. Não tem sido uma batalha fácil para o Santo Padre porque, ao contrário do que este disse no encerramento do Sínodo sobre a Família, a Igreja Católica Apostólica Romana continua presa, por vontade própria, aos seus ideais de injustiça não reconhecendo todos por igual. Isto apesar de muitos destes “todos” terem uma Fé ainda maior e mais pura do que os Bispos que estiveram presentes nesta Reunião.

 

Não se percebe porquê razão a Igreja não reconhece o Direito à Fé dos Homossexuais. Trata-os como Seres inferiores porque não são naturais apesar de Cristo ter dito para se amar o próximo.

 

Esta Igreja caduca, fechada e perdida em si mesmo não segue os ensinamentos de Cristo mas sim as passagens que mais lhe convêm. Foi assim no Passado durante Séculos onde oprimiu inocentes e manipulou Estados em nome de Deus e será sempre assim porque no último Estado Absolutista do Mundo Ocidental nada funciona senão por imposição.

 

O mesmo tipo de lógica se aplica aos Divorciados. Porquê razão o casal que não se ama, não se respeita mutuamente e não se sente há-de ser excluído da Família Católica só porque não deu continuidade aos laços sagrados do Matrimónio? Cristo também não cometeu os seus equívocos e aceitou na sua graça e bondade quem tenha pecado? Porquê razão não há-de a actual Igreja de fazer o mesmo?

 

A resposta já foi por mim aqui dada: a Igreja não comunga dos mandamentos de Cristo mas sim aqueles que lhe dão mais jeito.

 

Apesar de tudo congratulo a coragem e frontalidade do Papa Francisco, mas a evidência está à vista de toda a gente: Milagres nem na Igreja.

 

Para terminar queria somente dizer que não fico nada surpreendido com a falta de debate destes assuntos na Sociedade Portuguesa. Uma Sociedade que para permitir a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo teve de enfrentar cobras e lagartos para tal e que não deixa que a coadopção (não confundir com adopção) por casais do mesmo sexo seja uma realidade não poderia, de forma alguma, ter um olhar critico sobre estas matérias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:38


17 comentários

Sem imagem de perfil

De Helena A. a 27.10.2014 às 10:51

Sim, a Igreja continua fechada em si mesma, apesar de este Papa ser uma grande lufada de ar fresco!
Este Domingo a minha filha de 10 anos quando saiu da Catequese vinha assustada. Disse-me: "Mãe a catequista disse que se nós não formos à missa de Sábado ou à de Domingo, expulsam-nos da Catequese! Tenho que ir hoje porque ontem não fui, senão ela expulsa-me!!!"
Ora, acho que não é com ameaças e com chantagens, que se cativa as pessoas... Foi por coisas destas que eu própria me afastei da Igreja. Pensei, no entanto, que passados 20 anos as coisas estivessem melhores e que os meus filhos não fossem passar pelo mesmo que eu passei...
Enfim, e depois queixam-se que as pessoas estão a ir para outras igrejas/religiões!
Cumps
Imagem de perfil

De Pedro Silva a 27.10.2014 às 15:23

Helena o Papa Francisco é, a meu ver, muito mais que um lufada de ar fresco. Vejo no Santo Padre o Salvador de uma Alma Penada (Igreja Católica Apostólica Romana) que tarda em excomungar os seus Pecados.


Um deles a Helena já fez referência: intimidação! E critica esta Instituição aquilo que os Extremistas fazem no EI...

 Foi por coisas destas que eu própria me afastei da Igreja.


Infelizmente não é a única com este sentimento...
Sem imagem de perfil

De ton a 28.10.2014 às 00:25

Vivo bem com isso, e do mal o menos. Portanto prefiro viver numa Europa por enquanto ainda não invadida pela religião do islão.
Imagem de perfil

De Pedro Silva a 28.10.2014 às 11:32

ton, na minha opinião, não creio que estar a escolher o radicalismo menor seja uma boa solução.


Mas ressalvo que esta é tão somente a minha opinião.
Sem imagem de perfil

De MMoreira a 28.10.2014 às 11:19

Cara Helena A.,


Permita-me a pergunta: afastou-se da igreja mas a sua filha  frequenta-a por vontade própria ou por vontade dos pais? Porque é que é conivente com intimidações?
Sem imagem de perfil

De Helena A. a 30.10.2014 às 14:52

Caro MMoreira,
A minha filha frequenta a igreja porque quer e gosta!
E se eu a proíbisse de ir face ao que aconteceu (chantagem), ela iria ficar revoltada e triste. Por mim já não ía lá! Mas é uma escolha dela! Eu trato os meus filhos como pessoas livres de fazerem as suas escolhas.
Mas na próxima reunião não vão gostar do que eu tenho a dizer, pode crer!
Cumps H
Sem imagem de perfil

De TEodoro a 27.10.2014 às 10:54


O Passos é um bandalho, o Portas é gay e o PR quer é negociatas privadas
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.10.2014 às 14:41

Ui!...
Sem imagem de perfil

De Nobre Martins a 27.10.2014 às 10:57


Bem , antes demais bom dia Sr. Pedro.
Li com atenção o seu texto, opinião interessante. Realmente tem toda a razão Deus é AMOR, é Puro amor, e em Mateus 22 Jesus Mostra isso mesmo aos apóstolos, quando os apresenta ao MAIOR MANDAMENTO DE TODOS: " Amai o Senhor, o teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento'. e mais abaixo em 22:39"Amai o teu próximo como a ti mesmo". No Fundo este Mandamento é uma "Compilação" dos 10 Mandamentos de Deus (Não, Matarás, Não cometerás adultério, Não Roubarás, Não Cobiçaras...etc.). Agora através disto é preciso que se veja o lado da Igreja Católica. Ela (a Igreja Católica) tem como missão enssinar e  preservar os essinamentos de Jesus, a sua Doutrina. Jesus quanto ao divórcio é claro e em Lucas 16:18 apresenta a regra geral: "Quem repudiar a sua mulher e casar com outra comete adultério; e aquele que casa com a mulher repudiada pelo marido também comete adultério." tal como Mateus 5:32 diz: "Eu, porém, vos digo: qualquer que repudiar a sua mulher, exceto em caso de relações sexuais ilícitas, a expõe a tornar-se adúltera; e aquele que casar com a repudiada comete adultério."
Bem, mas obviamente as regra s acima oferecem uma exceção e aí é preciso  estar atento e ler atentamente a doutrina dos envagelhos, pois em
Mateus 19:9 inclui um elemento adicional: "Eu, porém, vos digo: Quem repudiar sua mulher, não sendo por causa de relações sexuais ilícitas, e casar com outra, comete adultério [e o que casar com a repudiada comete adultério]."  Estas três passagens são claras, o Divórcio não é premitido em regra geral , mas apenas numa e só condição, o Adultério. Deprende-se então, que apesar de  o Divórcio não ser premitido( porque tudo o que Deus junta jamais pode ser separado), em caso de Adultério já o é, e até premite que o "Divorciado" se case novamente pois não comete adultério. Para muita gente isto faz confusão pois não se interessam ou não querem saber o que enssina o Cristianismo, e pensam que as regras são "inventadas " pela Igreja Católica.Actualmente, parece-me a mim que existe uma especie de moda em relação às Doutrinas Orientais...e os Ocidentais esquecem- se da Doutrina Cristã que tem ensinamentos fabulosos e que são os Pilares da Sociedade Ocidental, embora ela (a sociedade) esteja extremamente Secularizada. A Doutrina Cristã, não castiga nem é fatalista, ao contrário por exemplo da Doutrina Hindú, que é Fatalista e indevidualista.
A Doutrina Cristã ensina, a partilhar, a amar, esina que nada é IMPOSSÍVEL. 
Quanto á Homossexualidade, é um tema complicado, e o velho testamento é rigoroso nesse aspecto, já o novo testamento  não existe nenhuma passagem...a não ser nas cartas de Paulo.
Pedro não quero de forma nenhuma, convence-lo de nada. Porque à parte de tudo o importante é ACREDITAR. A Igreja Católica falhou, errou tantas e tantas vezes, sem dúvida nenhuma. Mas existem aspectos muito positivos, ela está mais aberta, menos "presa". O Pedro que tente passar fronteiras, procure. Faça o que ensina jesus no envangelho de Tomé  (envangelho apócrifo). 002- Jesus disse: Aquele que procura, não cesse de procurar até quando encontrar; e quando encontrar ficará perturbado; e ao perturbar-se, ficará maravilhado e reinará sobre o Todo.
  
Imagem de perfil

De Pedro Silva a 27.10.2014 às 15:47

Boa tarde Sr. Nobre Martins.


Queria primeiro agradecer o seu comentário. De uma utilidade e consistência impressionantes. Assim vale a pena expor os nossos pensamentos num Blog.

É um facto e uma verdade inegável que a Igreja Católica está a tentar abrir-se ao Mundo, reformulando-se por forma a se aproximar dos escritos sagrados- Contudo o caminho é longo e tortuoso. O grande problema, na minha opinião pois claro, é que esta mesma Igreja é demasiado dominada pelos Homens, seus pensamentos e vontades...


Mas o importante é como diz: ACREDITAR. Mas a Igreja também tem de acreditar mais nela própria e não em quem a comanda e divulga os seus ensinamentos. Alias, acho que é esta a mensagem que o Papa Francisco tem tentado passar.
Sem imagem de perfil

De Fernando Neves a 27.10.2014 às 14:38

È...tudo é relativo...
Já agora, uma dúvida, por que na Bíblia (NT), não aparece nenhum escrito atribuído á mão de Jesus???!!!!..(Jesus sabia ler...não sabia escrever?...)
Sem imagem de perfil

De Fredy a 27.10.2014 às 19:49

Aquilo que o Papa fez, neste caso concreto, sempre a Igreja o fez. Há que estudar um pouco de Direito Canónico para não atribuir ao Papa inovações, que de novidade nada têm, a não ser para os ignorantes.
Maribis
Imagem de perfil

De Pedro Silva a 27.10.2014 às 20:21

Se o Papa Francisco está ou não a fazer algo de novo não é para aqui chamado.

O que está aqui em causa é o facto de a Igreja Católica Apostólica Romana continuar a descriminar Fiéis em razão da sua Orientação Sexual/Estado Civil.

E se o Direito Canônico já prevê o fim de tais situações, então o caso é ainda mais grave do que aquilo que pensava...
Sem imagem de perfil

De jm a 28.10.2014 às 11:04


Cada vez mais as pessoas têem a pretensão de mudar a Igreja. Um casamento anulado é completamente diferente de um divórcio, não se pode comparar. A Igreja tem uma proposta de vida, se achas que vives melhor de outra maneira, Força! Não andes é acusar isto ou aquilo que a igreja faz de mal, porque não tentas perceber e não te compete a ti fazer isso. A Igreja não obriga ninguém a ser católico, as pessoas têem Liberdade, são livres de fazer o que quiserem, portanto nem percebo porque escreves-te este post, isto é só uma pretensão tua. Se escrevesses sobre a tua vida seria de certeza muito mais intressante. Quanto a não perceberes a razão pela qual os divorciados(casados mais tarde) e homossexuais não poderem comungar, é uma pena, porque te reduzes apenas às tuas ideias, não tentas perceber os sacramentos tal como eles são(que são ótimas de certeza).
Imagem de perfil

De Pedro Silva a 28.10.2014 às 11:28

Dois pontos a reter:


1 -  Não o conheço de lado algum para se dirigir a mim na primeira pessoa do singular;


2 - "Não andes é acusar isto ou aquilo que a igreja faz de mal, porque não tentas perceber e não te compete a ti fazer isso. A Igreja não obriga ninguém a ser católico, as pessoas têem Liberdade, são livres de fazer o que quiserem, portanto nem percebo porque escreves-te este post, isto é só uma pretensão tua. Se escrevesses sobre a tua vida seria de certeza muito mais intressante. Quanto a não perceberes a razão pela qual os divorciados(casados mais tarde) e homossexuais não poderem comungar, é uma pena, porque te reduzes apenas às tuas ideias, não tentas perceber os sacramentos tal como eles são(que são ótimas de certeza)."

Por aqui se percebe que não vale a pena perder tempo a trocar argumentos. Apenas informo que o Salazarismo acabou com o 25 de Abril de 1974. Até lá ninguém, mas ninguém mesmo, podia interpretar ou opinar sobre qualquer assunto que melindrasse a Igreja Católica Apostólica Romana (grande aliada do Regime de Salazar diga-se de passagem).
Imagem de perfil

De jos a 28.10.2014 às 13:49

"Caí" neste "post" e apetece-me dizer algo.
1º O fanatismo existe na finança, na política, no futebol e na religião;
2º Falar para fanáticos é de uma inutilidade atroz;
3º  A IC, "criou" uma doutrina que pouco ou nada tem a ver com as ideias e as práticas de Jesus de Nazaré;
4º Ao "inventar" um Cristo  a IC rendeu-se ao poder, à riqueza tornando-se em mais uma religião;
5º A importância que a IC (ainda) tem, deve-se tão somente ao medo do desconhecido, à apetência pelo seu poder/riqueza e à crueldade com os que a dominam trata qualquer "dissidência".
Imagem de perfil

De Pedro Silva a 28.10.2014 às 15:48

Excelente comentário!
Assim vale a pena expor os meus pensamentos Image

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Outubro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D