Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Império do Sol

por Pedro Silva, em 15.05.16

Imperio-do-Sol.jpg 

HistóriaGuerraDrama - (1987) "Empire of the Sun"

Realizador: Steven Spielberg 

Elenco: Christian Bale, John Malkovich, Miranda Richardson, Nigel Havers

 

Sinopse: A invasão japonesa de Xangai em 1941 muda para sempre a vida do jovem britânico Jim Graham, que então vivia com a família na capital chinesa. Apaixonado pela aviação e dono de uma imaginação fabulosa, Jim vê-se separado dos pais na evasão de Xangai e acaba por ser atirado para um campo de concentração japonês, onde terá de sobreviver o melhor que pode e onde deixará a inocência para trás.

 

Critica: Interessante sem no entanto ser sublime. Esta produção de Spielberg está bem produzida e bem penada mas está longe, muito longe, de encantar e de ficar na memória de que assiste ao filme. Isto porque existe um tremendo exagero nos diálogos e até se me pergunto se era mesmo necessário tanto discurso filosófico para nos mostrar a evolução a que a personagem principal vai sendo sujeita.

 

Efectivamente em termos de argumento este “Império do Sol” bem que poderia, e deveria, ser melhor. Muito melhor. Confesso que me custa um tudo ou nada a aceitar o que me foi sendo contado por Spielberg dado que tenho as minhas sinceras e manifestas dúvidas de que a sociedade Britânica da altura fosse do tipo “século XIX”, mas este é um pormenor que eu até que aceitava se a personagem principal não tivesse a obrigação de “falar pelos cotovelos” e muitas vezes com um “paleio” cujo sentido custa imenso a perceber. Fraquinho este argumento Steven. Muito fraquinho e demasiado confuso.

 

Relativamente ao elenco tenho de dizer que não estiveram nada mal. Tendo em consideração a história que o Realizador nos pretende contar tenho de dizer que os actores e actrizes estiveram à altura do filme. Não encantaram mas também não desiludiram. O normal em Spielberg que por norma exige sempre muito do seu elenco.

 

Por último cenários e banda sonora, dois dos elementos de excelência desta produção de Spielberg. São as únicas “pedras de toque” de uma produção de Steven Spielberg que desilude em muitos aspectos.

 

Em suma; trata-se de um filme muito satisfatório que tem a minha pequeníssima recomendação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:06


Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg



subscrever feeds


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D