Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Everest

por Pedro Silva, em 09.01.16

everest1.jpg 

Aventura, Biografia, Drama (2015) – “Everest”

Realizador: Baltasar Kormákur

Elenco:  lJason Clarke, Ang Phula Sherpa, Thomas M. Wright

 

Sinopse: No ano de 1996, dois grupos de alpinistas liderados por Rob (Jason Clarke) e Scott (Jake Gyllenhaal) unem-se na tentativa de escalar o monte Everest, mas uma grande nevasca coloca a vida de todos em risco. Com a esposa grávida (Keira Knightley), Rob é menos aventureiro que Scott,preocupado com a segurança dos membros da sua equipa este lutará bastante para tentar protege-los a todos.

 

Critica: Mauzinho q.b. Um filme que custa a ver dado que não tem um pingo de qualidade. Chega a ser frustrante tentar acompanhar a história que nos vai sendo relatada. Mais um filme que se baseou no marketing para chamar a atenção (ao estilo “Sicário”).

 

Efectivamente este Everest de Baltasar Kormákur podia, e devia, oferecer-nos mais, Muito mais! Isto porque o tema que serve de base ao argumento é excelente e cativante. O problema é que Baltasar Kormákur esteve sempre muito mais preocupado em filmar, retratar e documentar a famosa montanha do que em nos contar a história das ditas expedições. O argumento deste filme é lento, maçudo, carrancudo e confuso. A determinada altura chega a ser penoso acompanhar o filme. Já assistir a documentários bem mais elaborados do que este Everest.

 

Relativamente ao elenco este está ao nível do argumento: péssimo! Não mostram sentimento algum, não se emocionam operante nada, e em certos momentos até parece que estão a ditar-nos o que está escrito no argumento. Mau, muito mau para um filme que, repito, poderia dar-nos muito mais do que um conjunto de totós a tentar escalar uma montanha.

 

Quanto aos cenários, são a única coisa de jeito que se aproveita. Como já tive oportunidade de dizer, Baltasar Kormákur preocupou-se muito mais em filmar e documentar o monte Everest do que em frazer um gilme baseado em alho que aconteceu na realidade. Já a banda sonora se alguém der por ela que me diga pois eu não a ouvi em momento algum.

 

Em suma, trata-se de um filme que não recomendo mas que poderá fazer o gosto de alguns.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55


Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


gatices


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Janeiro 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Publicidade


Futebol Clube do Porto

<<

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n


subscrever feeds


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D