Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




As Aventuras de Paddington

por Pedro Silva, em 17.03.15

paddington_bear_ver8_xlg.jpg 

Comédia, Familiar (2014) - "Paddington"

Realizador: Paul King

Elenco: Hugh Bonneville, Sally Hawkins, Julie Walters

 

Sinopse: Um jovem urso peruano que viaja até Londres, à procura de um novo lar. Perdido na Estação de Comboios de Paddington, receia que a vida em Londres não seja como ele imaginava... Mas eis que o urso é encontrado pela família Brown, que o adopta e de repente está tudo muito bem. Até ao dia em este urso, o mais raro de todos, atrai a atenção de uma taxidermista de um museu com umas contas antigas para ajustar...

 

Critica: Este é dos poucos filmes que me ficou na retina pelos bons motivos, daí que a minha nota seja: Muito Bom.

 

Paddington é algo mais do que um filme para toda a família. É uma versão do cinema que toca a todos sem execpção porque está exemplarmente bem trabalhado e consegue ser cativante apesar de a sua história ter alguns “tiques” infantis. Coloco esta produção do Realizador Inglês Paul King no mesmo patamar do filme “Um Porquinho chamado Babe” que também marcou pela positiva o Mundo da Sétima Arte.

 

Paddington oferece-nos uma série fantástica de cenários. Londres é mostrada ao Mundo de uma forma a que ainda ninguém a viu, e esta técnica de filmagem enriquece imenso o filme uma vez que o torna super interessante e cativa toda a nossa atenção. Um trabalho exemplar e elucidativo de que como se deve fazer cinema de qualidade.

 

A nível de efeitos especais somos deparados com um ou outro erro crasso. Nada que retire qualidade e brilho a Paddington, mas não é pelo facto de esta ser uma produção quem tem como público-alvo as crianças que se devem deixar passar em branco alguns desleixos. O que é uma pena pois não fossem estas pequenas gralhas e estaríamos perante uma excelente obra-prima Britânica.

 

Quanto ao argumento, tendo em consideração o género de filme de que estamos a falar, acho que está bom se bem que é algo de repetitivo. Daí a importância extrema dos cenários e de algumas piadas que trazem algo de novo a um argumento já muito explorado em filmes do mesmo género.

 

Quanto ao elenco, sou da opinião de que nem é carne nem peixe. Não vi trabalho de algum Actor e Actriz que se tenha destacado dos demais. Evidentemente que não é nada fácil contracenar com um boneco animado, mas não me pareceu que tenha surgido uma estrela brilhante em Paddington. Cada um dos Actores fez o seu papel dentro daquilo que se lhe exigia e nada mais.

 

Trata-se de um filme que recomendo vivamente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:11


Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg



subscrever feeds


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D