Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Síndrome da Ilha

por Pedro Silva, em 22.08.15

imgS620I160255T20150822224307.jpg 

É oficial, o Futebol Clube do Porto padece da síndrome da Ilha e não consegue sair da Madeira com os três pontos da vitória. Mais uma vez os Azuis e Brancos mostram que jogar na Ilha não é com eles pois deixam sempre o seu futebol na cidade Invicta e quando entram em campo apresentam um futebol medonhamente lento e pouco racional.

 

Disparates à parte, que até existiram e deram origem ao golo Maritimista, depois do que todos vimos no jogo inaugural realizado no Dragão exigia-se mais, muito mais, da equipa de Julen Lopetegui que mais uma vez deixou que a sua equipa entrasse no chato e nada eficaz tiki taka. O próprio Treinador Portista admite tal facto pois disse publicamente que a sua equipa não jogou absolutamente nada na segunda parte da partida.

 

Espero que o raio do “toca para trás, para os lados, para trás e para os lados” não se volte a repetir. É muito bonito ter a posse da bola mas se não houver dinâmica ofensiva de nada serve tal proeza. Exigia-se para esta partida o FC Porto que defrontou o Vitória Sport Clube na primeira jornada. Este FC Porto apresentou um jogo atacante onde as ideias eram mais do que muitas e onde a bola chegou a Aboubakar para que este finalizasse. Mas como já aqui disse, os Dragões levaram para a Ilha da Madeira tudo menos o que deviam para poderem sair de lá com os três pontos…

 

Concluindo; o empate não é satisfatório (só a vitória interessa para o FC Porto) mas não é justificação para se ir ao mercado à pressa contratar tudo e mais alguma coisa como ouvi um certo Comentador Radiofónico defender. O GV Porto tem neste momento um plantel equilibrado que precisa de perceber que os jogos não se ganham com programação excessiva pois o futebol tem muito de imprevisível.

 

Chave do jogo: O golo do CS Marítimo. O dito “nasce” de um tremendo disparate de toda a defesa Portista (não foi só Cissokho que esteve mal pois o extremo Maritimista nunca deveria ter tido espaço para cruzar) e foi a partir deste momento que a partida se definiu com o Futebol Clube do Porto a entrar definitivamente em campo e com os Insulares a quererem defender o seu “pontinho”. Este Dragão tem de mostrar e fazer muito mais se quiser ser Campeão!

 

Positivo: A tentativa de Lopetegui em querer ganhar o jogo ao ter feito entrar André André e Tello para os lugares de Herrera e Varela. Positiva foi também a lucidez do Técnico Basco que criticou publicamente a sua equipa no final do encontro.

 

Negativo: Herrera. O Mexicano mostrou, mais uma vez, uma lentidão irritante em todos os momentos do jogo e isto teve influência no processo ofensivo da equipa Portista que durante muito tempo foi demasiado previsível, e isto contra uma equipa que estava mais interessada em defender do que em atacar foi “a morte do artista”. André André não fez muito melhor, mas aquando da sua entrada para o lugar de Herrera já o “caldo estava entornado” e foi o mesmo que "remar contra a maré”.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:36


Melhorzinho mas…

por Pedro Silva, em 03.08.14

Penso que o título deste texto diz tudo sobre a prestação do Futebol Clube do Porto ante o Everton.

 

Efectivamente a máquina parece estar melhor. Começam a surgir outras opções tácticas que estão a ser testadas com relativo sucesso, começam a ser pensadas e trabalhadas alternativas ao clássico 4x3x3 que foi imagem de marca do Dragão nos últimos anos e é notória a q7ualidade, muita qualidade, dos reforços.

 

Mas não há bela sem senão. O senão é o do costume para não variar.

 

Julen Lopetegui está determinado em apostar num futebol de posse parecido com o tiki taka que não aprecio e tem Jogadores para isto. Contudo, não obstante a qualidade dos Atletas ao seu dispor, a defesa Portista arranja sempre forma de deitar tudo abaixo da torre onde o Técnico costuma orientar a dita nos treinos.

 

Se até aqui era um central a meter água, desta vez foi um lateral que fez um atraso de bola ridículo que culminou com um passe caricato do Guardião Fabiano para o adversário. Golo do Everton e uma primeira parte inteira a correr atrás do prejuízo com a habitual desconcentração.

 

Felizmente Jackson parece ter ficado satisfeito com a renovação do seu contrato e, no meio de alguns dos seus habituais falhanços, lá marcou o golo do empate.

 

Vamos a ver o que vai isto dar.

 

Já só há mais um jogo de preparação para melhorar o que tem de ser melhorado e para ver se o raio da defesa deixa de cometer erros infantis. Depois é tudo a sério e Agosto vai ser um mês decisivo para o Futebol Clube do Porto!

 

P.S. Não estranhem se porventura não lerem por aqui o meu comentário ao West Bromwich Albion FC x FC Porto dado que na altura do jogo estarei em viagem e não poderei com toda a certeza acompanha-lo por forma a poder comentar o dito com a segurança que se exige.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:48


“O fcp agora faz caridade”

por Pedro Silva, em 05.05.14

A frase que vemos no título foi “roubada” da página do facebook de uma amiga minha que por mero acaso é Sportinguista. Mas não obstante estar ser adepta do Rival de Alvalade, ela tem toda a razão pois quem vê este Futebol Clube do Porto a jogar fica mesmo com a ideia de que está ali para ajudar os adversários a chegar a Finais e a “fugir” da descida de divisão.

 

Segui a partida de ontem via stream (como faço sempre que os Dragões jogam fora de portas) e confesso que fiquei parvo com o que assisti. Achava que esta equipa não poderia nunca ter descido tão baixo dado que eu já aqui tinha dito que a partir do momento em que se mudou de Treinador a meio da temporada tudo tinha chegado ao fim.

 

A linha defensiva mete água por todos os lados, no meio campo um mediano Herrera destaca-se pela positiva dos restantes e no ataque Jackson Martinez falha golos atrás de golo (e isto quando a bola lhe chega em razoáveis condições). Mau demais… Já tinha sofrido com o Porto de Octávio mas este Porto de Luís Castro é mil vezes pior que o do agricultor de Palmela!

 

É um suplício para o adepto ver este Futebol Clube do Porto a jogar. Se era para se ver este tipo de cenas mais valia terem deixado lá ficar o Paulo Fonseca...

 

E já que falamos nisto; muitos entendidos na matéria diziam que o Porto de Fonseca não tinha linha de jogo e exigiram a sua demissão. E eu pergunto: o FC Porto de Luís Castro tem fio algum de fio de jogo? É que se tem não se dá por ele.

 

Mas engraçado é ver os Comentadores de Televisão e as suas teorias futebolísticas que são do melhor. Ora vejam só que Miguel Guedes, conhecido Adepto do Clube Azul e Branco, me vêm dizer que o FC Porto não teria perdido com o SL Benfica se Lucho ainda estivesse no Dragão. Até aqui o Salvador da Pátria para muito boa gente era o Quintero, agora já vai no Lucho. Daqui a uma semana vão dizer que é o Tozé.

 

Nem vale a pena escrever mais nada.

 

Apenas desejo que esta época termine o mais rapidamente possível. E ainda vou ter de ver ao vivo mais um confronto com o Benfica, Clube que depois de ter perdido tudo na época anterior e de por vezes ter realizado jogos terríveis onde ganhou por mero acaso NUNCA pensou em despedir o Treinador.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:53


Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Agosto 2019

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D