Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sobre os CTT

por Pedro Silva, em 27.12.13

Mais um dia de greve nos Correios. Mais um jogo de força entre a Administração dos CTT, Trabalhadores, Sindicatos e Governo para se apurar quem tem razão no meio de tudo isto. Muita Política e muito interesse são o que me apetece dizer sobre um processo em que ninguém fica bem na fotografia.

 

Não fica bem a Administração dos CTT porque mais uma vez desvaloriza um protesto. À Mulher de César não lhe basta parecer seria, tem de o ser e se a Administração dos Correios de Portugal quer passar a imagem de que tudo é para ser levado a sério no seu processo de privatização, então já deveria ter há muito explicado o porque dos seus Trabalhadores insistirem nas Greves. Para mais ter na sua Direcção alguém que antes geria uma Empresa de Cimentos que aposta no fecho irracional de postos e marcos de correio não abona em nada a favor da suposta seriedade dos CTT.

 

Os Trabalhadores mesmo com tanta mediatização ainda não conseguiram passar a sua mensagem. È verdade que muitas ruas (a minha incluída) não têm ainda um carteiro que assegure a normal distribuição postal e é também um facto mais que realista que os carteiros estão sobrecarregados de trabalho, mas não é sobre isto que assentam as Greves dos CTT. Pelo que se ouve e lê faz-se Greve porque os Trabalhadores não concordam com a privatização total da empresa. Melhores condições de trabalho e outras coisas do género é um argumento que vem ao lume depois de “uma boa puxadela” da parte dos Jornalistas.

 

Quanto aos Sindicatos não vou aqui dizer que estes não estão a tentar velar pelos Direitos dos seus Associados, mas cabia principalmente a estes explicarem porquê razão se faz Greve nos CTT. Mas o resultado é sempre o mesmo que o dos Trabalhadores, ou seja, estão contra a privatização total dos CTT e o resto só se fala depois de muita insistência.

 

Por último temos o Governo. Aquele que é de todos o que pior fica neste processo. Não por algo que tenha directamente a ver com as Greves mas sim porque vai seguir o mesmo caminho que outros Governos seguiram e que tanta crítica mereceu da parte do actual Executivo. Não existe alguma Directiva Comunitária que obrigue a que se proceda a uma privatização total dos Correios, o que nos leva a concluir que Passos Coelho, Paulo Portas e Maria Luís Albuquerque se preocupam apenas em “desenrascar” uns milhões de euros por agora e mais tarde quando for preciso dinheiro privatiza-se outra coisa qualquer. Quando não houver nada (entenda-se o “nada” por empresas que irremediavelmente são lucrativas) para se privatizar quem cá estiver que resolva o problema.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:38


Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Dezembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg



subscrever feeds


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D