Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Sobre os CTT

por Pedro Silva, em 27.12.13

Mais um dia de greve nos Correios. Mais um jogo de força entre a Administração dos CTT, Trabalhadores, Sindicatos e Governo para se apurar quem tem razão no meio de tudo isto. Muita Política e muito interesse são o que me apetece dizer sobre um processo em que ninguém fica bem na fotografia.

 

Não fica bem a Administração dos CTT porque mais uma vez desvaloriza um protesto. À Mulher de César não lhe basta parecer seria, tem de o ser e se a Administração dos Correios de Portugal quer passar a imagem de que tudo é para ser levado a sério no seu processo de privatização, então já deveria ter há muito explicado o porque dos seus Trabalhadores insistirem nas Greves. Para mais ter na sua Direcção alguém que antes geria uma Empresa de Cimentos que aposta no fecho irracional de postos e marcos de correio não abona em nada a favor da suposta seriedade dos CTT.

 

Os Trabalhadores mesmo com tanta mediatização ainda não conseguiram passar a sua mensagem. È verdade que muitas ruas (a minha incluída) não têm ainda um carteiro que assegure a normal distribuição postal e é também um facto mais que realista que os carteiros estão sobrecarregados de trabalho, mas não é sobre isto que assentam as Greves dos CTT. Pelo que se ouve e lê faz-se Greve porque os Trabalhadores não concordam com a privatização total da empresa. Melhores condições de trabalho e outras coisas do género é um argumento que vem ao lume depois de “uma boa puxadela” da parte dos Jornalistas.

 

Quanto aos Sindicatos não vou aqui dizer que estes não estão a tentar velar pelos Direitos dos seus Associados, mas cabia principalmente a estes explicarem porquê razão se faz Greve nos CTT. Mas o resultado é sempre o mesmo que o dos Trabalhadores, ou seja, estão contra a privatização total dos CTT e o resto só se fala depois de muita insistência.

 

Por último temos o Governo. Aquele que é de todos o que pior fica neste processo. Não por algo que tenha directamente a ver com as Greves mas sim porque vai seguir o mesmo caminho que outros Governos seguiram e que tanta crítica mereceu da parte do actual Executivo. Não existe alguma Directiva Comunitária que obrigue a que se proceda a uma privatização total dos Correios, o que nos leva a concluir que Passos Coelho, Paulo Portas e Maria Luís Albuquerque se preocupam apenas em “desenrascar” uns milhões de euros por agora e mais tarde quando for preciso dinheiro privatiza-se outra coisa qualquer. Quando não houver nada (entenda-se o “nada” por empresas que irremediavelmente são lucrativas) para se privatizar quem cá estiver que resolva o problema.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:38



Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Dezembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D