Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Momento Mafalda (19)

por Pedro Silva, em 03.02.15

019.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:48


Sniper Americano

por Pedro Silva, em 02.02.15

sniperamericano-poster.jpg 

Acção, Biografia (2014) - "American Sniper"

Realizador: Clint Eastwood 

Elenco: Bradley Cooper, Kyle Gallner, Cole Konis, Ben Reed

 

Sinopse: Chris Kyle, Comando Naval de Operações Especiais da Marinha dos Estados Unidos (SEAL), é enviado para o Iraque com uma única missão: proteger os seus irmãos de armas. A sua precisão singular salva inúmeras vidas no cenário de guerra, e à medida que as suas histórias de coragem se espalham, ele passou a ser conhecido como a "Lenda". No entanto, a sua reputação, começa também a ganhar nome atrás da linha do inimigo, que coloca a sua cabeça a prémio, fazendo dele um alvo primário dos insurgentes. Em casa, ele enfrenta um outro tipo de batalha: a luta por ser um bom marido e um bom pai mesmo quando está do outro lado do mundo. Apesar do perigo e da tensão no lar, Chris serve quatro pesadas missões no Iraque, personificando o espírito dos SEAL? Nunca deixar um homem para trás? Mas depois de regressar para a sua família e mulher Taya, apercebe-se de que é a guerra que ele não consegue deixar para trás.

 

Crítica: Começo pela nota como vem sendo habitual: mau

 

Pessoalmente estava à espera de mais, muito mais de um Realizador que dá pelo nome de Clint Eastwood. É que para um filme ser bom e, inclusive, homenagear um Herói tem obrigatoriamente de ser muito mais bem trabalhado do que este Sniper Americano. Muito marketing e excelentes trailers não fazem um bom filme Clint.

 

Sniper Americano apresenta-se como uma fotocópia muito mal tirada do Inimigo às Portas de Jean-Jacques Annaud. Este último é também uma homenagem a um Herói Russo da Segunda Guerra Mundial e está, de longe, muito mais bem conseguido e concebido que o filme de Clint Eastwood dado que nos apresenta uma história com princípio, meio e fim e não uma espécie de recortes que parecem ter sido colados entre si com recurso a pastilha elástica.

 

Para mais o Sniper Americano brinda-nos com cenas que me custam a acreditar que tenham sido realidade. Então Chris Kyle está de espingarda em punho e em missão e liga para a Esposa numa de “Querida estou aqui a mirar nuns Iraquianos que se passeiam na rua. Está tudo bem?” Ainda dentro deste estilo temos aquilo que apelido de o cúmulo da estupidez, pois a determinada altura a personagem principal do filme está prestes a ser bombardeado e liga para casa para se despedir da Esposa servindo-se de uma retórica muito parecida com esta: “Querida vou levar com umas bombas em cima, mas estou pronto para regressar a casa”. É assim que se humilha um Herói e se estraga um filme.

 

Em termos de cenário não nos podemos queixar muito. Falamos de uma zona urbana que está em Guerra, pelo que não podemos exigir muito mais do aquilo que vamos vendo. Mas bem que poderia haver um maior trabalho em termos de diversidade de cenários pois a determinada altura parece que tudo se passa no mesmo sítio.

 

Quanto ao Elenco sou da opinião de que os Actores fazem o que podem. Fica a clara sensação de que poderiam fazer melhor se o Realizador assim o exigisse, mas Eastwood não estava para aí virado senão não nos brindava com algo de tão fraca qualidade.

 

Concluindo, se Clint Eastwood traçou como objectivo satirizar com os Texanos/Soldado Norte-americano, então este Sniper Americano está muito bem conseguido. Já se a ideia do Realizador era a de homenagear um dos Heróis de Guerra dos USA então o tiro saiu-lhe completamente ao lado.

 

E já agora, recordam-se do que eu disse sobre os Óscares quando escrevi a minha crítica do Birdman? Está aqui a prova dos nove em como esta coisa das estatuetas douradas são uma treta… É que o Sniper Americano está na lista dos filmes candidatos aos Óscares.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:15


Fomos Porto!

por Pedro Silva, em 01.02.15

imgS620I149986T20150201214711.jpg 

Justiça seja feita a este Futebol Clube do Porto de Julen Lopetegui. Nesta partida ante o FC Paço de Ferreira os Dragões estiveram muito bem. Não digo sublime porque houve um ou outro momento em que a equipa Azul e Branca se perdeu na sua posse pela posse em vez de tentar o golo, mas tenho de ser justo e afirmar que me deu um certo gosto ter ido ao Dragão apesar do tempo frio e chuvoso.

 

Sobre o jogo em si não há muito para contar. O Paços veio à Invicta jogar para o empate e a estratégia de Paulo Fonseca (que não estava no banco por ter sido expulso na última jornada) até que ia dando certo. Isto até ao momento em que o Guardião Pacense resolveu fazer uma oferta a Jackson MartInez e o Colombiano não se fez rogado com tamanha generosidade. A partir daí a equipa de Paços de Ferreira foi-se completamente abaixo e o Dragão fez aquilo que lhe competia: ganhar de goleada.

 

Penso que desta vez tudo correu como o planeado e quando é assim o tal sistema de posse pela posse acaba por funcionar porque destabiliza o adversário que necessita desesperadamente da bola para tentar dar a volta ao resultado. Nestas situações justifica-se perfeitamente o pensamento de Lopetegui. Já quando se está a perder ou a tentar desfazer um empate ante uma equipa muito fechada atrás não faz sentido algum andar-se a passear a bola para trás, para os lados e Casemiro que resolva. Espero que o Basco tenha finalmente percebido isto.

 

Agora é importante a Nação Azul e Branca não começar com o habitual discurso de que o Paços fez o jeito, que o Paulo Fonseca quis ajudar o FC Porto, que o Futebol Clube do Porto só joga bem contra equipas banais e por aí adiante. Da maneira que isto está tudo o que vier à rede é peixe e a moral tem de continuar elevada.

 

Daqui por uns dias vamos ter um Sporting CP x SL Benfica e o FC Porto terá aí uma excelente oportunidade de ganhar pontos aos rivais. Venha o Moreirense!

 

p.s. Vejam e revejam o golo de Ricardo Quaresma. Uma obra-prima! Espero é que depois deste “golaço” o sucesso não lhe suba à cabeça como é habitual. Um Quaresma esforçado, trabalhador e genial precisa-se!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:57

Pág. 6/6



Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Fevereiro 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg



subscrever feeds


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D