Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Fraco, fraquinho

por Pedro Silva, em 21.10.14

FC-Porto1.jpg

Não gostei mesmo nada daquilo que vi. O Futebol Clube do Porto ganhou é verdade, mas os problemas continuam lá e por vontade de Julen Lopetegui. Pelo meio ainda há espaço para que um problema que veio dos tempos de Paulo Fonseca volte a marcar presença. Vamos por partes.

 

Volto a bater nesta tecla: para quê o tiki taka? Para quê tentar sempre sair da defesa Portista com a bola dominada e em passes curtos quando os adversários já perceberam que basta pressionar um pouco para que tudo falhe? Para quê insistir nesta da bola no pé desde Fabiano quando os restantes colegas de equipa não se mexem em campo (o tal problema que vem do tempo de Fonseca)? Porquê insiste Lopetegui no erro? O Basco está à espera que Quaresma entre em campo para resolver o jogo com a ajuda do Guardião adversário como sucedeu ante o Athletic Bilbao?

 

E já agora, porquê razão a equipa Portista não pode jogar com dois extremos puros no seu ataque? Ante os Bascos de Bilbao o FC Porto jogou alguns minutos neste formato até Tello ter sido substituído por Óliver. Foi nesta altura que tudo melhorou na equipa Azul e Branca dado que nesta altura passou a haver quem “segurasse” a defesa adversária, “partindo” desta forma o jogo do Bilbao.

 

E há ainda que dizer que isto de fazer com que Brahimi jogue em três posições completamente diferentes durante os 90 e poucos minutos faz maravilhas ao Atleta não hajam dúvidas. Depois há quem se queixe que os Jogadores parecem não saber o que fazer em campo em certos momentos do jogo.

 

Vá lá que desta vez o Treinador Portista não “queimou” duas substituições ao intervalo, ficando assim com uma importante margem de manobra que permitiu ganhar o jogo. Que tenha servido de lição, se bem que neste aspecto não tenho muitas esperanças, porque está visto que o Homem é teimoso. Com tantos Treinadores Espanhóis tinha-se logo que ir buscar um que não admite os erros e aprende com estes.

 

Uma nota final para o que tenho ouvido sobre Casemiro. O Brasileiro é um Jogador com talento, mas é duro. Demasiado duro e é isto que lhe retira qualidade. Não percebo porquê razão Casemiro joga em vez de se dar oportunidade ao Rúben Neves que tem tanta qualidade como o Brasileiro e muito maior sensatez.

 

Vamos lá a ver o que vai acontecer em Arouca. Mas a coisa tem de melhorar muito. Muito mesmo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:18


Milagres nem na Igreja

por Pedro Silva, em 20.10.14

papaffamilias_web.jpgQuando em meados de Setembro o Papa Francisco se colocou sob os holofotes do mundo inteiro para celebrar 20 casamentos, entre os quais o de uma mãe solteira com o seu novo companheiro cujo primeiro casamento tinha sido declarado nulo, a mensagem foi claríssima: a Igreja Católica deve ser capaz de acolher no seu seio as novas formas de viver em família.

 

O Papa Francisco tem levado a cabo uma tremenda batalha para que a hipocrisia deixe de ser a face visível da Igreja Católica. Não tem sido uma batalha fácil para o Santo Padre porque, ao contrário do que este disse no encerramento do Sínodo sobre a Família, a Igreja Católica Apostólica Romana continua presa, por vontade própria, aos seus ideais de injustiça não reconhecendo todos por igual. Isto apesar de muitos destes “todos” terem uma Fé ainda maior e mais pura do que os Bispos que estiveram presentes nesta Reunião.

 

Não se percebe porquê razão a Igreja não reconhece o Direito à Fé dos Homossexuais. Trata-os como Seres inferiores porque não são naturais apesar de Cristo ter dito para se amar o próximo.

 

Esta Igreja caduca, fechada e perdida em si mesmo não segue os ensinamentos de Cristo mas sim as passagens que mais lhe convêm. Foi assim no Passado durante Séculos onde oprimiu inocentes e manipulou Estados em nome de Deus e será sempre assim porque no último Estado Absolutista do Mundo Ocidental nada funciona senão por imposição.

 

O mesmo tipo de lógica se aplica aos Divorciados. Porquê razão o casal que não se ama, não se respeita mutuamente e não se sente há-de ser excluído da Família Católica só porque não deu continuidade aos laços sagrados do Matrimónio? Cristo também não cometeu os seus equívocos e aceitou na sua graça e bondade quem tenha pecado? Porquê razão não há-de a actual Igreja de fazer o mesmo?

 

A resposta já foi por mim aqui dada: a Igreja não comunga dos mandamentos de Cristo mas sim aqueles que lhe dão mais jeito.

 

Apesar de tudo congratulo a coragem e frontalidade do Papa Francisco, mas a evidência está à vista de toda a gente: Milagres nem na Igreja.

 

Para terminar queria somente dizer que não fico nada surpreendido com a falta de debate destes assuntos na Sociedade Portuguesa. Uma Sociedade que para permitir a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo teve de enfrentar cobras e lagartos para tal e que não deixa que a coadopção (não confundir com adopção) por casais do mesmo sexo seja uma realidade não poderia, de forma alguma, ter um olhar critico sobre estas matérias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:38


Aguenta-te, Canalha!

por Pedro Silva, em 19.10.14

41f917efb2a7493dd81fefde6ca4e2fa.jpg

Western (1971) - Giù la testa

Realizador: Sergio Leone 

Elenco: Rod Steiger, James Coburn, Romolo Valli, Maria Monti

 

Sinopse: James Coburn é John Mallory, um fanático da dinamite e um activista revolucionário irlandês, que foi para o México para praticar com explosivos. Juntos, os dois invadem uma prisão para libertarem os presos políticos, defender os seus compatriotas de um oficial sádico e de uma milícia armada até aos dentes, arriscando as vidas num comboio cheio de explosivos.

 

Critica: Confesso que me custa imenso criticar Sergio Leone. O Italiano é um dos poucos realizadores de que gosto bastante. Os seus filmes costumam ser um mimo para qualquer amante de cinema e mais ricos se tornam quando sabemos que estamos a falar de filmes de baixo custo. Isto de criar Westerns em solo Europeu é algo que poucos conseguem fazer com algum sucesso e brilhantismo.

 

Contudo o Aguenta-te, Canalha! foi, para mim, uma desilusão. Não pela história que está muito boa, original e cativante. Não pelo estilo que se aproxima muito do de Tarantino apesar de não ter os habituais banhos de sangue. Mas sim pelo Elenco uma vez que os Actores que contracenaram nesta produção de Leone não estiveram mal, mas sim péssimos!

 

Não é preciso ser-se um expert nisto do cinema para se perceber que com Actores maus, o filme não pode ser outra coisa senão mau. Foi aqui que Leone pecou em força e “matou” uma produção sua que tinha tudo para ser muito boa.

 

Pessoalmente, coloco esta obra entre os piores, senão o pior, dos trabalhos de Sergio Leone.

 

Concluindo; estamos perante um filme engraçado mas muito mal trabalhado. Com muita pena minha não o recomendo, mas com toda a certeza haverá quem o queira ver e, quem sabe, fique satisfeito com o que viu.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:45


Acabou a minha paciência

por Pedro Silva, em 18.10.14

Antes de mais parabéns ao Sporting Clube de Portugal. Ganhou porque jogou bem e tem no seu banco um Treinador que sabe o que fazer, e como fazer, com o plantel que tem sem entrar em invenções. Marco Silva sabe como jogar e, mais importante que tudo, deixa que a sua equipa jogue livremente. Apenas se lamenta que o Clube seja presidido por um bueiro, mas isto não interessa absolutamente nada para o caso.

 

Quanto ao Futebol Clube do Porto, que é a parte que me toca e mais me interessa: Mau. Péssimo. Triste. Ridículo. Caricato. Estúpido. Não existem mais adjectivos para qualificar Julen Lopetegui.

 

Quantas vezes mais tenho aqui de dizer que o raio do tiki taka é um absurdo completo que não funciona na equipa Azul e Branca? Porquê razão os lances de ataque Azul e Branco tem obrigatoriamente de passar pelos pés de todos os elementos que compõem a defesa Portista? Porquê razão o meio campo está sempre a quilómetros de distância da defesa? Que raio de coisa é esta de em quase todos os jogos ao intervalo se “queimarem” duas substituições? Porquê carga de água Quintero e Oliver tem de jogar na posição de extremos quando ambos “explodem” na posição 10? Porquê razão Jackson e os restantes elementos do ataque Azul e Branco têm, quase que invariavelmente, vir do ataque ao meio campo para buscar a bola? Porquê razão não se pode ir à linha e cruzar uma bola para a área, sabendo, para mais, que Rui Patrício é fraco nos lances de bola pelo ar? Porquê razão nunca mais se resolve a “malapata” das Grandes Penalidades que continuam a ser falhadas?

 

Não sou treinador. Não o serei nunca porque não é isto que quero para a minha Vida Profissional, mas começo a ficar com a clara ideia de que com a minha experiência de Football Manager consigo fazer melhor que o Espanhol que treina o FC Porto.

 

Não tenho por hábito perder a paciência com os treinadores e não exijo a sua saída do Clube. Tem sido assim desde os tempos de Jesualdo Ferreira e foi assim com Paulo Fonseca na época anterior. Mas a minha paciência chegou ao fim. Ou isto muda ou então o Espanhol que vá treinar a “canalhada” em Espanha e o Dragão que comece a preparar a próxima temporada.

ng9D2D7331-ED66-477E-8A8A-EADC689E949F.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:19


O meu Animé (LXII)

por Pedro Silva, em 17.10.14

zenigata-lupin-iii-anime.jpg

Inspector Koichi Zenigata - Série: Lupin III

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:06



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

A Oeste nada de novo


Dia do Defensor da Pátria


US War Crimes


Catalunya lliure!


Calendário

Outubro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

subscrever feeds