Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Síndrome Don Quixote

por Pedro Silva, em 07.10.14

Comissão Europeia ameaça rejeitar o Orçamento francês para 2015. Governo de Paris, longe de cumprir compromisso sobre metas do défice, responde: "Não faremos mais do que já fazemos".

 

Já há muito que venho dizendo que a actual União Europeia (UE) das duas uma; ou é ignorante ou foi tomada de assalto por ignorantes que retiram algum lucro da sua ignorância.

 

O Tratado Orçamental foi criado numa altura de euforia onde ninguém pensou no futuro senão numa coisa cor-de-rosa onde todos dávamos as mãos na construção de um projecto comum. Bastou uma Crise Internacional para que uma tremenda baldada de água fria tivesse acabado com o dito sonho. Qualquer Economista e Cidadão de boa-fé, com algum bom senso e um razoável conhecimento da realidade diz com clareza que o Tratado Orçamental que vigora na UE é uma utopia.

 

É impossível exigir a todos os Países Signatários do mesmo que tenham um Défice de determinado valor sob pena de sofrerem uma penalização. Isto porque, graças a uma Política Comum nos sectores da Pesca, Agricultura e Indústria, se exterminou (exterminar é o termo mais correcto) os sectores produtivos de muitos Países, acabando desta forma com os parcos recursos de que estes dispunham para gerar a riqueza que lhe possibilitasse combater, por si só, o seu Défice.

 

Um País não é uma empresa que declara a insolvência e cada um segue o seu caminho. Os Países perduram no tempo e tem de cumprir com as suas obrigações internas e externas seja de que maneira for. Como tal estes recorrem aos Mercados para se financiarem e aumentam, irremediavelmente, o valor da sua dívida. Tal resulta, obviamente, num aumento dos valores das Dívidas dos Países da UE e ao aumento do risco do não cumprimento do Tratado Orçamental Europeu. Ora, por determinação do mesmo, eis que Bruxelas impõe a aplicação de medidas de austeridade. Mas quanto mais medidas deste tipo se aplica, mais os Países sentem a necessidade de se endividar porque estas asfixiam a sua Economia de tal forma que os parcos recursos de que dispõem não chegam para cobrir um décimo da sua Dívida Pública que já era elevada antes da chegada da austeridade. Ora, perante este cenário de austeridade brutal que vai sendo reforçado por Bruxelas, os Países têm de aumentar o recurso ao crédito, aumentando desta forma ainda mais o valor do seu Défice. Sucede porém que tal conjugação de factores coloca em xeque o cumprimento do Tratado Orçamental. È isto que está a acontecer em França e Itália, duas das maiores Economias Europeias.

 

A este fenómeno que expus acima eu dou o nome de Síndrome Don Quixote. Isto porque neste momento temos uma UE que combate um inimigo ilusório e que, forçosamente, arrasta consigo Países como Portugal/Espanha/Grécia/Irlanda que são o Sanco Pança desta história que quando tiver um final vai ser o pior de sempre do Velho Continente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:29


Mais sobre mim

foto do autor


gatices


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Outubro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Futebol Clube do Porto


9 de Março de 1916

<<Por cada soldado, uma papoila

No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

Publicidade


Blog Rasurando

logo.jpg



subscrever feeds


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D