Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




“Momento Éder”

por Pedro Silva, em 04.08.16

imgS620I178922T20160804235842.jpg 

imagem de zerozero

 

Portugal iniciou da melhor maneira possível a sua participação nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Num grupo onde Argentinos e Portugueses são considerados os favoritos a passar á fase seguinte da prova olímpica do futebol, os lusos impuseram o seu futebol diante daquela que é considerada uma das crónicas candidatas ao ouro olímpico nesta modalidade.

 

Quem via este Portugal de Rui Jorge na primeira parte não diria que se trata de um lote de terceiras e quartas escolhas. Domínio do jogo e coragem! Muita coragem e personalidade mostrou a nossa sortuda Selecção que colocou a Argentina em sentido em muitas jogadas. A primeira parte foi muito entretida com portugueses e argentinos a dividirem entre si as oportunidades de golo. O empate no final dos primeiros 45 assentava quem nem uma luva.

 

Contudo nos momentos finais da primeira parte já era notória a supremacia argentina. Esta mesma supremacia veio ao de cima no reinício do jogo e marcou presença durante muito tempo. Posso até dizer com segurança que a Selecção das “Pampas” não marcou o golo inaugural porque não calhou… E Rui Jorge demorou muito a fazer alguma coisa durante este período que poderia ter sido fatal para as aspirações lusitanas. Espero sinceramente que tal não se volte a repetir nos próximos jogos porque a Deusa da Fortuna não vai estar sempre do lado dos portugueses. Foram escusados alguns cortes menos racionais da parte da defesa nacional, assim como era também escusada a forma como os argentinos siam com imensa facilidade para o contra ataque… Felizmente Bruno Varela, o poste e alguma aselhice argentina impediram o golo sul-americano. A melhorar Rui Jorge e de preferência já no próximo jogo diante as Honduras.

 

Contudo foi numa altura em que os argentinos eram cada vez mais perigosos que Gonçalo Paciência teve aquilo que apelido de “momento Éder”. Com a argentina a criar cada vez mais lances de perigo. Numa jogada de génio de Bruno Fernandes (que jogão) assiste Paciência que remata colocado à baliza argentina. Nada fazia prever que a nossa equipa iria chegar à vantagem, e foi muito por isto que os três pontos da vitória passaram a ser pertença dos lusos porque a partir daí toda a estratégia argentina ruiu como um castelo de cartas. O nervosismo dos sul-americanos era cada vez maior. Só assim se explica o tremendo “frango” do Guardião argentino que deu o dois a zero a Portugal.

 

Em suma; Portugal ganhou, mostrou ter muitas capacidades e até que praticou um bom futebol mas há ainda muita coisa para se melhorar. Especialmente nas transições defesa/ataque para que a equipa não seja tantas e tantas vezes apanhada em contrapé pelos contra ataques adversários. E já agora, se Rui Jorge poder ser mais célere a “mexer” na equipa a malta agradece… A sorte não vai estar sempre do nosso lado e isto de ser ter muita força de vontade e técnica não chega numa altura em que a frescura física dos Atletas não abunda.

 

Chave do Jogo: Mais uma vez estou de acordo com o que escreveu o Jornalista do zerozero que passo a citar - “66' - Gonçalo Paciência fez o primeiro golo do encontro, o golo que voltou a colocar Portugal por cima do jogo.”

 

Positivo: Bruno Fernandes. Como se diz em Espanha “partidazo” deste jovem Jogador! Excelente a organizar todo o jogo ofensivo português! Bruno Fernandes deu um autêntico show de bola tendo-lhe faltado - “somente” – o golo que tantas vezes tentou marcar sem sucesso.

 

Negativo: Relvado do Estádio Olímpico Nilton Santos. Péssimo. Terrível. A maior competição desportiva do Mundo merece um relvado onde as equipas possam explanar todo o seu futebol, algo que foi de todo impossível nesta coisa cheia de buracos e peladas a que chamam de relvado do Estádio Olímpico Nilton Santos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55



Mais sobre mim

foto do autor


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Mandela 1918 - 2013


No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Frase do Ano


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

CR7 (Bola de Ouro 2016)


Publicidade




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D