Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Há vitórias assim

por Pedro Silva, em 20.09.15

imgS620I161742T20150920213732.jpg

imagem de zerozero

 

Estive no Dragão a assistir in loco a vitória do Futebol Clube do Porto sobre o SL Benfica e no final se me perguntassem se os Azuis e Brancos mereceram ganhar eu diria obviamente que sim, mas tem de melhorar, e muito, a sua forma de jogo.

 

Uma equipa como a do FC Porto não pode dar uma primeira parte de avanço aos seus adversários. Tal é inadmissível para uma equipa com um plantel recheado de qualidade e de soluções. Julen Lopetegui tem a obrigação de fazer com que a sua equipa entre em campo da mesma forma que entrou na segunda parte ante o Benfica, ou seja, os Dragões tem de entrar em campo a dominar e a pressionar o seu adversário ao ponto de este não conseguir explanar o seu jogo. Se o Benfica tivesse marcado na primeira parte do jogo (e teve duas oportunidades para tal ao minuto 10 e 15 da partida) quase de certeza que não estaria aqui a falar de uma vitória Azul e Branca. Nem pode estar sempre à espera de um rasgo individual de um jogador para vencer os seus jogos (hoje não foi excepção).

 

Para além de tudo isto preocupa-me a total inexistência de um claro fio de jogo. Tudo indicia que Lopetegui não tem um plano A, B ou C para a sua equipa porque, como disse atrás, este está sempre à espera que o rasgo individual de um dos seus Atletas resolva o jogo e quando este não surge a culpa do mau resultado é dos árbitros. Para mais já vai sendo hora de melhorar, e com carácter de urgência, o aproveitamento ofensivo/defensivo dos lances de bola parada até porque no futebol dos dia de hoje estes resolvem muitas partidas,

 

Claro que os adeptos do Futebol Clube do Porto não repararam, nem querem que alguém repare, nestes problemas que não são um exclusivo da partida de hoje porque o FC Porto venceu e o resto é letra, mas penso que seria de bom-tom Julen colocar de lado muita da sua teimosia e começar a melhorar o que deve ser melhorado. Nem ele imagina o quanto os Dragões irão evoluir se este “limar as arestas” que aqui expus.

 

Chave do Jogo: Nesta partida do Dragão tivemos duas Chaves do Jogo e em ambas Iker Casillas foi de uma importância atroz. Ao minuto 10 da 1.ª parte o SL Benfica conquista um pontapé de canto que não redundou em golo graças a uma enorme defesa de Iker e ao minuto 15, também da primeira parte, Nico Gaitan cobra um livre na lateral direita da defesa Portista e novamente o Espanhol nega o golo às Águias com outra defesa espectacular. Se o Benfica tivesse marcado nestas ocasiões o mais provável era o Futebol Clube do Porto ter sido derrotado pelo grande rival da Luz.

 

Positivo: Muitos Portistas se tem queixado do ambiente que os jogos caseiros apresentam dado que muitos dos adeptos Azuis e Brancos vão ao Dragão para assobiar, insultar e apupar a equipa quando este entra em campo, mas no jogo de hoje nada disto sucedeu e todo do Dragão teve um comportamento exemplar no apoio á equipa Portista. Os adeptos e claques dos Azuis e Brancos foram incansáveis no apoio à equipa que (felizmente) retribuiu o gesto com uma saborosa vitória. Assim vale a pena ir ver futebol ao vivo.

 

Negativo: Neste campo coloco o Jonas do Benfica. Aquando do final da primeira parte foi notória a vontade do jogador em questão de querer arranjar confusão com Maicon só que o tiro saiu-lhe pela culatra dado que o Brasileiro do FC Porto lhe voltou costas e Jonas ficou a esbracejar para o boneco. Este tipo de atitudes são lamentáveis da parte de profissionais que ganham muito dinheiro para andar a fazer figuras tristes nos Estádios de futebol.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55


9 comentários

Imagem de perfil

De onesmileonelife a 21.09.2015 às 14:23

não podia estar mais de acordo. uma importante vitória do nosso Porto, mas que não garante nada. há muito a trabalhar!
Imagem de perfil

De Pedro Silva a 21.09.2015 às 16:40

Ora nem mais! Este FC Porto tem muito que melhorar e só não vê tal quem não quer.
Sem imagem de perfil

De ND a 21.09.2015 às 15:28

Bem, ou não viu bem o tal lance 'lamentável' do Jonas, ou não quis ver, ou então aquilo que o Maicon fez é considerado normal e saudável por esses lados. Eu acho que ver uns pitons a passar-nos a centímetros da cara é capaz de ser um tanto ou quanto enervante e razão para ficar irritado, mas pelos vistos deve achar que isso é uma atitude cordata, desportiva e amigável, e que não revela qualquer vontade de armar confusão. E o Maicon 'voltou-lhe as costas'  apenas arrastado pelo Hélton. O sarrafeiro e quezilento do Jonas é que é o problema dentro dos campos deste país, não o menino de coro Maicon. Enfim.
Imagem de perfil

De Pedro Silva a 21.09.2015 às 16:55

Respondo ao comentário com uma pergunta:


O árbitro do jogo marcou falta de Maicon no referido lance? 


Não marcou. Ora se não marcou cabe ao Jogador seguir em frente e ponto final.
Sem imagem de perfil

De ND a 21.09.2015 às 17:10

Com o devido respeito, isso é uma resposta muito hipócrita. O árbitro nem poderia ter marcado falta porque, simplesmente, nessa altura o jogo já estava interrompido dado que o árbitro tinha acabado de apitar para intervalo. Se acha que não é uma atitude nitidamente provocatória, intimidatória e claramente intencional fazer uma entrada à kung fu, já com o jogo interrompido, num lance a meio campo, e quase acertando com os pitons na cabeça do adversário, então é como digo, muitos anos de coisas semelhantes devem tê-lo deixado insensibilizado para esses lances. Ou então está simplesmente a ver a coisa através de lentes da cor do seu clube.

E note-se que eu nem estou a louvar a reacção do Jonas, porque a última coisa que gosto de ver são os jogadores do meu clube a envolverem-se em cenas dessas. O que acho ridículo é achar que a atitude de 'atirar a pedra e esconder a mão' do Maicon não merece reparo. O Jonas é dos jogadores mais correctos que eu vejo jogar na nossa liga, e nunca teria uma má reacção sem razão para isso. Classificar a atitude do Jonas de lamentável e simplesmente passar um pano sobre a do Maicon é meramente faccioso, ou tentar esconder o sol com uma peneira.
Imagem de perfil

De Pedro Silva a 21.09.2015 às 17:37

ND para me apelidar de hipócrita, mesmo que com o devido respeito, teria de ter lido a minha opinião sobre o lance Maicon/Jonas, mas como eu não o fiz estou em crer que cometeu aqui um claro equívoco e tenho a certeza de que o emendará.


É verdade que o árbitro da partida tinha apitado para o intervalo, mas também é verdade que este pode sancionar Atletas e outros elementos ligados ao jogo durante o intervalo e no final das partidas.

Admito que Artur Soares Dias não tenha visto o lance, mas então que está lá a fazer o Fiscal de Linha?

Convenhamos, Jonas quis "armar barraca" e a coisa correu-lhe mal. Alias não é a primeira vez que este Jogador faz tal coisa pois todos estamos recordados do que sucedeu na final da Supertaça.
Sem imagem de perfil

De ND a 21.09.2015 às 17:57

Com o jogo interrompido não podem ser assinaladas faltas. Se o jogo estivesse a decorrer, o árbitro teria que assinalar livre indirecto no lance, porque se tratou de jogo perigoso activo (não houve contacto entre os jogadores, logo é livre indirecto). O árbitro apenas poderia sancionar o Maicon estando o jogo já interrompido se considerasse que aquele lance tinha sido uma tentativa de agressão, e nesse caso seria vermelho directo. Repito, o lance foi uma clara acção intimidatória, provocatória e completamente desnecessária da parte do Maicon. Que o Jonas não reagiu bem, isso também é claro. Mas acusá-lo a ele de ser quem quer armar confusão é ver a coisa só por um lado. O que dá início a tudo é a atitude do Maicon.

E o que todos se recordam do final da Supertaça é do JJ, que já durante a semana tinha andado a provocar os jogadores do Benfica, chegar ao pé do Jonas e dar-lhe um chapadão por trás. Não foi o Jonas quem foi à procura do JJ, foi o JJ quem foi atrás dos jogadores do Benfica.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 21.09.2015 às 17:11

Acima de tudo valeu mais o resultado do que a exibição (primeira parte sofrível, a segunda melhor mas c/ muito mais coração do que arte e engenho).
O Fc Porto continua sem fio de jogo (por vezes dá a sensação que os jogadores estão perdidos no campo) e a viver a maior parte das vezes às custas das iniciativas individuais dos jogadores, até quando vai ser assim pergunto eu?
O Casillas o costume, dentro dos postes muito bom, a jogar com os pés é um ai jesus!!
Quanto ao Maicon, insegurança tremenda, sem duvida que era desnecessário aquele salto de pata no ar (esse ato reflete isso mesmo), obviamente que o Jonas aproveitou para fazer sururu mas o Maicon é que se pôs a jeito e já não é criancinha nenhuma (antes pelo contrario é o Capitão).
Quanto ao benfica, boa dupla de centrais (a melhor do momento no campeonato Português), segura a defender e perigosa a atacar nas bolas paradas.
Em jeito de conclusão tanto uma equipa como outra criaram situações de golo, apenas uma conseguiu concretizar umas dessas oportunidades em golo, essa equipa foi o Fc  Porto e ainda bem!
Imagem de perfil

De Pedro Silva a 21.09.2015 às 17:38

Subscrevo por inteiro este seu comentário!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Setembro 2015

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

Mandela 1918 - 2013


Triste direit(ol)a


Frase do Ano


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

CR7 (Bola de Ouro 2016)


Publicidade




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D