Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Eu sou a Lenda

por Pedro Silva, em 16.10.15

eu_sou_a_lenda.jpg 

Drama, Ficção Científica, Suspense (2007) - “I Am Legend”

Realizador: Francis Lawrence

Elenco:  Will Smith, Alice Braga, Charlie Tahan

 

Sinopse: Robert Neville é um brilhante cientista, mas nem mesmo ele foi capaz de conter o terrível vírus criado pelo homem. Por algum motivo imune ao vírus, Neville é agora provavelmente o último ser humano sobrevivente na cidade de Nova Iorque e, talvez até, no mundo. Durante três anos, diária e incessantemente, Neville enviou mensagens via rádio, desesperado à procura de outros sobreviventes que como ele pudessem ter resistido... Mas Neville não está sozinho. Mutantes, vítimas da praga – Os Infectados – espreitam na sombra, observando cada movimento seu, à espera que cometa um erro fatal. Última esperança da humanidade, Neville é impelido por uma única derradeira missão: descobrir um modo de inverter os efeitos do vírus, utilizando o seu próprio sangue imune. Mas o seu tempo esgota-se rapidamente.

 

Critica: Antes de mais há que dizer que já conhecia este filme só que ainda não o tinha visto com “olhos de ver”, daí que o impacto do mesmo não tenha sido muito grande contudo, tendo em conta uma série de variáveis, atribuo-lhe um satisfaz +. Não creio que mereça muito mais do que isto e mais à frente irei explicar porquê.

 

Francis Lawrence mostra-nos que é possível criar cinema de qualidade e interessante sem recorrer em massa a elencos de luxo e com cenários pouco variados. Basta que se junte a esta fórmula um argumento com “cabeça, tronco e membros” e temos aí um excelente filme,

 

Contudo este “Eu sou a Lenda” peca numa parte vital do seu argumento. O dos “membros” dado que o seu final é um tudo ou nada tristinho, previsível e enfadonho… Uma espécie de cliché, um Déjà vu que retira muita da carga emocional que este filme nos transmite. Sei que existe um final alternativo para o fito e faço votos de que seja um tudo ou nada melhor pois o grandioso trabalho de Will Smith merecia um final de história ao seu nível de excelência do actor.

 

Relativamente ao elenco já disse o que tinha a dizer. Will Smith leva a cabo um trabalho exepcional e é ele a razão desta produção de Francis Lawrence. O resto é paisagem e ponto final.

 

Relativamente ao cenário e banda sonora, também já aqui o disse. “Eu sou a Lenda” foi exemplarmente trabalhado no que á questão dos cenários diz respeito mostrando que não é preciso muito par se fazer um bom filme e a banda sonora não aquece nem arrefece (o outro ponto negativo deste trabalho de Francis Lawrence.

 

Em suma, trata-se de um filme que entretêm mas que não deixa de ser mais um na vasta galeria dos filmes apocalípticos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:19



Mais sobre mim

foto do autor


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Outubro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Mandela 1918 - 2013


No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Frase do Ano


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

CR7 (Bola de Ouro 2017)


Publicidade




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D