Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Digam lá mal do Cristiano

por Pedro Silva, em 06.07.16

imgS620I177583T20160706220405.jpg 

imagem de zerozero

 

12 anos. Foram precisos 12 anos e um Líder de nome Cristiano Ronaldo para que a nossa Selecção marcasse - novamente – presença numa final de um Europeu de Selecções. A equipa que todos criticam por ser realista e jogar o futebol que sabe (a chave do sucesso desta equipa) está na final do Euro de França. Melhor só mesmo ganhar o “caneco” e tal é bem possível e Portugal já mostrou, por mais do que uma vez neste EURO, que tem capacidade para ganhar.

 

Quanto ao jogo ante o País de Gales a primeira coisa que me saltou à vista foi a calma que a Equipa de Todos Nós transmite. Desde o jogo com a Croácia que me sento diante da televisão e vejo o jogo com muita calma, sinal de que quem está no campo sabe muito bem o que fazer, como o fazer e quando fazer. Portugal é uma equipa em crescendo e, sobretudo, muito unida e voluntariosa em todos os aspectos do jogo.

 

Nos primeiros 45m nem Gales nem Portugal entraram fortes na partida. O que é natural dado que falamos de uma meia-final de um Europeu se bem que Portugal poderia ter evitado uma pequena “tremideira” na fase inicial da partida.

 

O jogo foi-se desenrolando, Portugal começou a impor o seu jogo devagar (devagarinho) até que o equilíbrio passou a ser a nota dominante. Era preciso vir ao de cima aquilo que sempre tenho aqui falado quando analiso os jogos da nossa Selecção: o rasgo individual. O dito apareceu na segunda parte oriundo de um belo lance de cabeça do Melhor Jogador do Mundo (Cristiano Ronaldo). A partir daí só deu Portugal e Gales “perdeu a cabeça” (a exibição do seu Guarda-redes foi disto um bom exemplo). A vitória Lusa acabou por ser perfeitamente justificada e natural.

 

O último degrau desta longa caminhada até Paris já está ultrapassado. Agora resta entrar no Olimpo dos Campeões e Portugal – apesar de ser um pequeno País - tem tudo para abrir de par em par a porta deste Olimpo. Mas atenção. Cuidado com deslumbramento. Seja a França ou a Alemanha na Final o jogo é para se ganhar mas é sempre mais importante – muito mais importante – que o grupo de trabalho da equipa das Quinas mantenha os pés bem assentes no chão e consiga dar tudo por tudo na concretização de um sonho que já tem 12 longos anos.

 

Chave do Jogo: Apareceu ao minuto 50, altura em que João Mário marcou o canto que foi aproveitado por Cristiano Ronaldo para marcar o golo inaugural da partida. A partir deste momento o País de Gales viu a sua estratégia ruir por completo e nunca mais se encontrou durante o resto do jogo.

 

Positivo. Cristiano Ronaldo. Um líder no verdadeiro sentido do termo. Ronaldo “carregou a equipa às cotas”. Uma postura que é para se manter no próximo Domingo porque a Final é para se ganhar.

 

Negativo: A “tremideira” inicial. Portugal mostrou algumas dificuldades no período inicial do jogo e tal ante uma equipa mais cínica (como a Alemanha) pode vir a ser a “morte do artista”.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:26


17 comentários

Imagem de perfil

De A-lupa-de-alguem a 07.07.2016 às 09:09

Até quem não percebe nada de futebol, como eu, ficamos orgulhosos por ter jogadores como os portugueses. Aquele golo do Ronaldo pareceu mágico, porque parecia que ele estava a voar...
Sem imagem de perfil

De Joaquim Agapito a 07.07.2016 às 09:49

Cristiano, Cristiano, Cristiano e mais Cristiano... ou pá, se ele é assim tão bom, ponham o homem a jogar sózinho! Com a "mama" dele e as promessas da mãe Dolores na Capelinha das Aparições, para que é que Portugal precisa de uma comitiva tão grande no Europeu de França?
Imagem de perfil

De Niki a 07.07.2016 às 10:18

Porque ele não joga nem nunca jogou sozinho.... Ele joga bem, houve alturas quando ainda era jovem que era arrogante e individualista... mas neste Europeu tem sido um excelente capitão de Equipa e um excelente mentor para Renato Sanches.... a prova disso é que a 5 minutos do final já com o jogo ganho Cristiano podia tentar rematar, mas passa a bola a outro que por sua vez passa a Quaresma tudo para que ele pudesse também ter a oportunidade de marcar um, claro que houve uma falta, mas ai mostrou que a equipa esta a trabalhar em equipa e não para bater recordes pessoais. 
Lembro-me até de o meu marido comentar, oh então estão tontinhos, com possibilidade de rematar estão ali não remata tu, não remata tu... e eu respondi logo é só para dar a oportunidade ao Quaresma.
Sem imagem de perfil

De adolfo dias a 07.07.2016 às 10:33

pois a 5 minutos do fim já não fazia diferença e ele tava cansado!
Imagem de perfil

De Niki a 07.07.2016 às 10:42

Cansado?! Qual a diferença entre rematar a baliza e passar para o lado sendo que para o lado a distância até era maior.... 
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.07.2016 às 11:17

É este tipo de recalcamento que define o que de pior temos cá no burgo. Em vez de valorizarmos o pouco que temos, preferimos enxovalhar, seja por inveja, por clubite ou simplesmente deficiência cognitiva. Depois, quando as coisas correm mal, parecem génios da desgraça a apontar o dedo. Pena que gente desta não emigra, porque não fazem cá falta.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.07.2016 às 11:29

dor de cotovelo é terrível....não é?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.07.2016 às 11:17

Ronaldo cresceu muito e fez-se um HOMEM, e o melhor jogador de futebol do mundo.
Neste europeu, têm ficado bem patentes as suas virtudes humanas e futebolísticas.
Devíamos estar TODOS muito orgulhosos.
Quem não estiver, é porque é invejoso e mesquinho. (ou então, não é PORTUGUÊS)
Imagem de perfil

De simplesmente avô a 07.07.2016 às 12:25



Excelente comentário!
Merece estar numa estação de TV de canal aberto.
Sem imagem de perfil

De NELSON a 07.07.2016 às 13:47

Acho interessantes estes comentários sobre a prestação do Cristiano neste Europeu, e até, "pasme-se" sobre o seu desempenho no Real Madrid... Acho incrível que se diga que qualquer um pode marcar os golos que ele marca (só nos últimos 6 anos, sempre mais de 50). Façam só este raciocínio, quantos grandes jogadores passaram pelos maiores clubes mundiais, sempre servidos por grandes colectivos e grandes individualidades nos últimos 10 ou 20 anos? Até arrepia só de pensar, não é? Agora digam-me qual deles manteve o nível do nosso CR7 durante tanto tempo, e a marcar tantos golos? Então encostar a bola para dentro da baliza, não é tão fácil? Estar no sítio certo tantas vezes não é tão fácil? Então se é assim, porque é que ninguém apresenta os números do Cristiano? Quem teve mais nomeações para melhor jogador do mundo entre os 20 e os 30 anos? Por amor de Deus, deixem-se de tretas e pensem simplesmente que temos a sorte de ele ser português, e de viver nesta época para o podermos ver jogar. Sobre a participação dele no Europeu, atentem nas declarações de quem o foi buscar à Madeira com 11 anos (SR. AURÉLIO PEREIRA) e meditem um bocadinho. Só digo mais uma coisa para vos por a pensar... Como seria se o Cristiano Ronaldo tivesse sido formado no Benfica? Seria tão criticado? ... tenho sérias dúvidas que assim fosse.

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.07.2016 às 14:18

Se ele tivesse "nascido" no recreativo da luz, já nem havia estátua do pantera. Essa é a grande azia relativamente ao Ronaldo que ninguém assume. Poucos perceberam que o nível de excelência que o Ronaldo atingiu, supera qualquer outro jogador português (sim, incluindo o Eusébio) e até qualquer clube por onde tenha passado. Mas como povo pequeno de ideias que somos, não somos capazes de respeitar o esforço, dedicação e profissionalismo que mantém desde sempre e preferimos embarcar nas diarreias mentais de gente mesquinha. Muitos bons jogadores virão depois do Ronaldo, mas não será "amanhã" que surgirá um superior a ele, portanto deveríamos valorizar cada segundo em que o podemos ver a jogar, em vez de destilar azias. Sorte a dele, que não precisa deste país da treta para ter valor.
Sem imagem de perfil

De João Cordeiro a 07.07.2016 às 14:52

Na realidade somos povo pequeno de ideias e aprova disso é o seu triste e asinino comentário.
O recreativo da Luz é simplesmente o maior clube de Portugal.
Apesar de simpatizante do Benfica sou um enorme fã do Cristiano Ronaldo como jogador e até como Homem. Que o Sporting e outos clubes nacionais "formem" muitos CR7 para o nosso burgo.
E não seja clubista. Seja Português. 
Um abraço
JC
Sem imagem de perfil

De NELSON a 07.07.2016 às 15:34

As dúvidas que eu coloquei sobre o reconhecimento ou não do jogador que o Cristiano é, se "eventualmente tivesse sido formado no Benfica", é óbvio que não se aplicam a todos os benfiquistas, até porque tenho muitos amigos meus que simplesmente "adoram" o Cristiano como eu, mas a realidade é que existem muitos adeptos do Benfica (e não duvide disso), que simplesmente o detestam, e não lhe dão o devido valor e tecem comentários que são de bradar aos céus... Essa é a razão do meu comentário, mas também por saber que existem muitos mais benfiquistas que sportinguistas é que eu coloquei essa questão, que no meu entender não deixa de ser pertinente. Por mim, continuarei a considerar o Cristiano o melhor jogador português do meu tempo (tenho 47 anos), porque não me lembro de ver o Eusébio jogar, mas também acho que devemos prestar uma justa homenagem aos 2 e dizer que são os maiores e melhores jogadores portugueses de sempre, pelo menos os que se mantiveram a um nível estratosférico durante mais tempo.
Sem imagem de perfil

De João Cordeiro a 07.07.2016 às 16:01

Meu caro Nelson,
pela resposta julgo ser o anónimo que critiquei.
Agora sim, o discurso já o entendo e até concordo. Mas mais uma vez há bom e mau em qualquer profissão. E adeptos de futebol não são excepção. Para mais todos temos telhado de vidro. Há benfiquistas que o devem criticar e outros que o adoram.
Igualmente se ouve as maiores barbaridades do miúdo Renato Sanches. E, o seu Sporting não está isento de responsabilidades.
Quero com isto dizer que se devem ver as coisas sem "palas" nos olhos.
Pois eu tenho mais 10 anos e lembro -me muito bem de ver jogar Eusébio. Não pretendo fazer comparações onde não podem ser feitas.
Eusébio, para o seu tempo, e Pelé foram para mim os melhores jogadores do mundo.
Com as condições atuais e ainda bem que as coisas evoluem, é um enorme prazer ter o melhor jogador do mundo.
Isto é superior a clubes e clubites.
Antes de sermos benfiquistas, sportinguistas ou portistas devemos ser portugueses.
Abraço 
Sem imagem de perfil

De NELSON a 08.07.2016 às 09:46

Meu caro Pedro,


Só para esclarecer, não sou o "anónimo" mas sim o "Nelson" que inseriu o comentário que o "anónimo" comentou depois com um sentido que eu também não concordo, no entanto, não posso deixar de comentar a sua alusão ao "caso" Renato Sanches, mas para lhe ser franco, eu acho que nem o adepto benfiquista mais optimista esperaria uma evolução tão rápida de um jogador que todos nós achamos que irá ser a nossa referência mundial na próxima década. Mas, ainda assim, e porque o post era sobre o Cristiano, eu continuo a não entender comentários que leio e ouço sobre ele, porque são de uma total falta de sentido, de cabimento, de lógica, e até de patriotismo que me fazem pensar que se eu estivesse no lugar dele, provavelmente já tinha feito o que o Messi fez, porque a situação é semelhante (só na Argentina é que dizem mal dele), e eu pergunto, como é que é possível dizer mal destes jogadores?? Quando é que vão aparecer outros assim?? Acho que vamos ter saudades destes tempos, não acha? Abraço, Nelson
Sem imagem de perfil

De Joaquim Agapito a 07.07.2016 às 15:01

Cristiano Ronaldo é fruto de um colectivo. Sem esse colectivo não existe Cristiano Ronaldo algum. E depois, e principalmente, sem o marketing das grandes marcas mundiais, Coca-colas, Samsungs, McDonalds, etc. etc. Cristiano Ronaldo seria um entre os milhares e milhares de melhores jogadores do mundo que existem quer no desportivo de Alguidares de Baixo quer no Sport Clube de Vendas das Raparigas. Se estas marcas, a exemplo do que fizeram com Cristiano Ronaldo, vá-se lá saber porquê, resolverem amanhã virar os seus investimentos financeiros para Renato Sanches, o fenómeno repete-se. Como se repete se alguém com imenso poder publicitário resolver apostar no Chico Açougueiro que joga nos Potiguaras de Paraiba.
É a máquina... a mesma máquina que pôs alguém como Dolores Aveiro a vender bananas da madeira! O resto é conversa e patriotismo, nada mais.
Imagem de perfil

De gerimbeco a 07.07.2016 às 15:23

Concordo quando diz que a equipa joga um futebol "realista". Mas não é um futebol de qualidade, pelo menos a qualidade apregoada pelos comentadeiros e demais lambe botas da comunicação social. 
Quando se diz que Ronaldo carregou a equipa à costas, que é um líder nato, tudo isso não corresponde à verdade. Ronaldo é um miúdo grande, uma criança nos comportamentos, nunca será um líder, porque simplesmente não tem caráter para isso. Nunca deu o exemplo. Prefere procurar as câmaras, fazer a careta mais "telegénica", do que lutar pelo país que o apoia. 
Claro que haverá sempre que o adore e quem não goste dele. Eu estou do lado dos que não gostam dele, e assumo isso. Sou coerente.
Quanto ao apoio à seleção, é o meu país e isso basta-me. 
Domingo vou torcer por eles e fazer a festa se for caso disso. 
Se não, fico calado no meu canto.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Julho 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Mandela 1918 - 2013


Triste direit(ol)a


Frase do Ano


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

CR7 (Bola de Ouro 2016)


Publicidade




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D