Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Custa assim tanto evoluir?

por Pedro Silva, em 14.03.16

Imagem Crónica RS.png 

Reza a história da Humanidade que esta reage sempre mal, muito mal mesmo, a toda e qualquer mudança. Ainda o Homem estava a passar pelo processo evolutivo que culminou – até mais ver - no Homo sapiens sapiens e este já reagia com violência á mudança própria da passagem do tempo. Em suma, qualquer tipo de evolução sofreu, e sofre, sempre muita resistência da parte do Ser Humano.

 

Ora vêm isto a respeito da chegada da UBER ao nosso País. Desde que a empresa de transporte de pessoas chegou a Portugal que temos assistido a vergonhosas manifestações violentas e a actos criminosos que vão desde a extorsão à violência física e psicológica por parte dos taxistas. A cereja no topo deste triste bolo são as últimas declarações do Sr. Ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, que são o corolário da incompreensão humana relativamente à evolução.

 

Confesso que compreendo a necessidade que o Governo tenha de saber agradar a “Gregos e Troianos” no actual “xadrez” político e que é fundamental captar o maior número possível de votos dado que não existem garantias totais de que António Costa se mantenha no poder durante os 4 anos da legislatura, mas existem limites para tudo. Para mais já vai sendo mais do que hora de o mercado de transporte de pessoas evolua.

 

 Para além disto fica mal ao Sr. Ministro vir a público dizer que “É evidente. A UBER é ilegal”. E fica mal porque se passa a mensagem de que o que o Governo quer é cobrar à dita Empresa as taxas e taxinhas absurdas que aplica a quem tem um serviço de Táxis, porque ao Estado não lhe basta o pagamento obrigatório do Imposto Único Circulação (IUC), Seguro Automóvel e Imposto Sobre os Combustíveis.

 

Em vez de andarem a partir tudo, a bater em toda a gente e fazerem o impossível para que permaneça um certo corporativismo que roça o oportunismo e o ridículo os Taxistas bem que poderiam aproveitar a chegada da UBER para evoluir. È que eu, e outros como eu, já estamos um tudo ou nada fartos de ser aldrabados. Não é a primeira vez, nem será a última, que apanho um Táxi e o seu condutor anda devagar, devagarinho, para ter de parar em tudo quanto é semáforo para que o preço final do transporte seja do seu agrado… Isto quando me desloco a uma cidade que não conheço e o Taxista resolve ir pelo caminho mais longo para chegar ao destino que desejo. Situações que na UBER não acontecem dado que as viagens são pré-pagas.

 

Custa assim tanto evoluir?

 

Artigo publicado no Repórter Sombra

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:54


31 comentários

Sem imagem de perfil

De chico lamurias a 15.03.2016 às 10:00

Em geral concordo, mas no dia em que o teu emprego estiver irremediavelmente ameacado quero ver o desejo evolutivo.
Sem imagem de perfil

De Maria Lopes a 15.03.2016 às 10:21

Portanto, devemos sempre descer a fasquia, isto no seu ponto de vista. Muito bom. Gosto dessa forma de pensar. Mostra a qualidade do profissional. Muito bom. Mesmo.
Sem imagem de perfil

De chico lamurias a 15.03.2016 às 11:03

Minha cara, nao sou taxista, nem proximo. Posso falar com indepencia. Creio que a classe profissional tem muitos problemas. Agora o que sei  e' que vivemos tempos complexos. Vejo muita gente ser ultrapassada pela tecnologia e ficar sem emprego.


Reconheco que essa tecnologia tem muitas vantagens, mas nao compreendo porque e' que a minha qualidade de vida nao tem aumentado porpocionalmente. O que vejo 'e que cada um de nos cada vez acumula mais tarefas, responde a problemas fora de horas, e o desemprego aumenta.


Essa exigencia pela modernidade e pelo futuro so' porque sim e' gratuita. O futuro e a modernidade devem servir o Homem, mas nao e' isso que esta' a acontecer. Quando chegar `a sua porta tambem ira reclamar.


Sem imagem de perfil

De Mariana a 15.03.2016 às 10:35

Mas sabe que os taxistas podem trabalhar para a uber não sabe?o trabalho deles não está ameaçado, pelo contrário, se os carros deles preencherem os requisitos da empresa, eles podem ser um transporte uber.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.03.2016 às 11:07

Ora aí é que está e não vi isso referido neste post infelizmente... porque não se trata de medo da evolução... os taxistas para o serem necessitam de uma licença (que é paga obviamente pelo próprio) vulgo CAP. Os carros, na maioria das vezes, não são deles mas sendo necessitam de alvará para poderem exercer a actividade. Na UBER os carros são dos próprios (tendo de cumprir com os requisitos por eles exigidos mas sem alvará (!!!!) para o exercício da actividade e tanto quanto sei os motoristas não necessitam de qualquer habilitação para o efeito. Portanto, tudo aspectos que só abonam a favor da evolução certo? Convém ter um pouco de informação e argumentar num sentido ou noutro mas com conhecimento de causa porque, na realidade, o que o Sr. Ministro disse (e atenção que não perfilho qualquer ideologia partidária) é bastante verdade e as queixas dos nossos taxistas são mais do que fundadas e justificadas.
Sem imagem de perfil

De chico lamurias a 15.03.2016 às 11:09

Para o caso e' absolutamente indiferente. Ha' aqui um problema que se sobrepoe a esse. Como servico nao concorrem em igualdade de circunstancias.<br /><br /><br />Como ja' ouvi dizer possivelmente nem e' a UBER que estara' errada mas antes os excesso de regras, regrinhas, impostos e excepcoes com que o nosso estado gosta de nos brindar. 
Sem imagem de perfil

De Pedro Andrade a 15.03.2016 às 10:23

Ninguém está contra a Uber.
É uma inovação bem-vinda e bem aceite, mas deve pagar o que todos pagam e sujeitar-se à mesma burocracia.
Quando entro num táxi, sei que estou a entrar num veículo conduzido por um profissional cuja vida depende do seu desempenho e sei que estou coberto pelo seguro de táxi em caso de acidente.
Quando entro num carro da Uber, não sei nada. O que é que me acontece em caso de acidente?
Nos termos em que está a funcionar, acho uma irresponsabilidade alguém entrar num carro Uber.
Sem imagem de perfil

De João Santos a 15.03.2016 às 11:27

Sujeitar-se à burocracia ? Isso mais parece uma atitude de vingança . se os taxis tem burocracia a UBER tem que ter também ,  em vez de acabar com burocracia ou com variadíssimos impostos seja nos táxis ou na UBER , querem que UBER tenha burocracia e mais impostos , isso revela uma atitude anti concorrência........
Sem imagem de perfil

De Pedro Andrade a 15.03.2016 às 11:41

Não é vingança. É justiça.
A burocracia é um mal necessário para a organização da sociedade e, sobretudo, para a defesa do contribuinte e do consumidor.
O que a Uber pretende é a anarquia.
Prefiro voltar à idade da pedra do que viver numa sociedade moderna anárquica em que o ser humano passa a ser lixo.
Sem imagem de perfil

De João Santos a 16.03.2016 às 08:00

Mas nós em Portugal não temos burocracia a menos , temos a mais , e quando se tem a mais é um entrave para desenvolvimento . A UBER não pretende anarquia , antes pelo contrário se ouvires os representantes da UBER querem regularizar a situação , e pedem dialogo para isso , agora vejo por partes dos táxis e não só uma atitude anti concorrência ,  e a negação do dialogo por querem conservar monopólios. 
Sem imagem de perfil

De JOAO a 15.03.2016 às 12:56

Quem lhe disse que os condutores de táxi são profissionais? Deveria haver formação para eles de educação, civismo e limpeza, que muitos deles não sabem o que isso é
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.03.2016 às 14:31

Assim como critico offshores e quem os usa. Critico bancos, empresas e empresários que fogem com o dinheiro de impostos em paraísos fiscais também critico a uber por não pagar impostos em Portugal e fugir do seu pagamento.
Também sou contra a prática de dupping , com a enormidade de prejuízos que a ubber apresenta nas suas contas, não está a reflectir o custo do seu serviço no&nbsp;preço &nbsp;e a isso chama-se concorrência desleal.
Tão só isso. O civismo e a cidadania não está só do lado de quem presta o serviço mas sim de quem o utiliza.
Pedi uma vez uma factura com contribuinte da uber , mandaram -me pedir pela aplicação, até hoje passado meses ainda estou à espera, uma das respostas foi que não podem passar facturas com nif estrangeiro..........
Sem imagem de perfil

De Pedro Andrade a 15.03.2016 às 10:25

Quanto aos percursos, confio mais na experiência de um taxista que conhece o trânsito e as horas de ponta do que num plano de viagem cego feito por uma sistema de navegação imbecil qualquer.
Sem imagem de perfil

De Porconta a 15.03.2016 às 10:51

Isto de apelar á evolução para pretender ganhar a razão em qualquer assunto, demonstra falta de argumentos para justificar o injustificável, eu não sou taxista nem tenho nenhum familiar ou amigo no ramo e não me lembro quando utilizei um táxi, por isso penso que estou isento para defender os ditos, e a meu ver os taxistas estão cobertos de razão, eu mesmo sinto que tenho de lutar para que as regras sejam cumpridas, sou a favor da evolução e até simpatizo com o sistema da Uber mas primeiro tem de se mudar as regras para todos e não é rodeando a lei que se evolui, isso não passa de habilidade trauliteira, uns tem de ter alvará, licença, e regras bem demarcadas e caras para o transporte de passageiros, outros basta ter um carro bom e carta de condução e estar inscrito na Uber para fazer o mesmo serviço sem mais encargos e obrigações.
Chamar evolução a isso é não ter o mínimo de bom senso  
Sem imagem de perfil

De Moi a 15.03.2016 às 11:02

Isto de evoluir não é para todos!
Só há uma coisa que os taxistas têm razão: que deve haver legislação para a UBER. O que não justifica que alguns taxistas agridam quem trabalha na UBER ou que tenham um comportamente menos digno quando um carro da UBER pára no sinal vermelho. Ou como já aconteceu tentarem que a pessoa não entre no carro da UBER. Uso a UBER e pus os táxis de lado por ser mais barato e por estar a entrar num carro limpo. Há táxis e táxis, não é?
O problema é que existe uma máfia tão grande no mundo dos senhores taxistas que até a policia anda metida!
Por isso, enquanto houver UBER vou usar!
Sem imagem de perfil

De Zé Manel a 15.03.2016 às 11:27

gostava de saber se aqueles que defendem a Uber, também defendem que todas as nossas empresas fossem pagar os impostos num ofshore qualquer, e depois? tinhas estradas hospitais escolas? se somos a favor, se é em Portugal que ganhamos o nosso dinheiro, devemos pagar os nossos impostos em Portugal. e com a Uber não aconte-se isso, vale apenas acrescentar que nos Estados Unidos há montes de processos em tribunais por dividas aos motoristas Uber, em Portugal o numero maior de queixas em relação aos Taxistas, é que ou foram por itinerários mais longos, ou que obtruiram a visão do taxímetro, nos dois casos o cliente pode sempre, primeiro chamar a atenção do taxista para um ou outro caso, ou se não recorrer á policia, não custa nada o 112  serve para o ajudar, quando seus direitos não estão a ser respeitados. alem dos números directos a Policia, que são visíveis em qualquer viatura. hoje a legislação que rege a actividade é rígida tanto os motoristas como as viaturas são sujeitas a inspecções periódicas e os motoristas a formação, e logo para se obter a licença atribuída pela Camara Municipal tem que se ser possuidor de derminados conceitos, o mesmo acontece com os candidatos a motoristas, terá sempre  1000 razões para preferir um táxi, a utilizar uma aplicação que o levará não se sabe onde.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.03.2016 às 11:34

Por mais argumentos pros e contra UBER que possam existir há um argumento que ninguém pode negar: Só existe UBER em Portugal porque há mercado, ponto. Se o serviço de táxi é assim tão bom, tão profissional, desempenhado por gente tão competente, porque razão a UBER apareceu e continua a crescer? Seremos assim tao estúpidos em deixar de usar um serviço tão bom como o táxi e optar por esse "monstro" que é a UBER?
Pessoalmente, experimentei a UBER meio que por curiosidade e hoje posso dizer que sou orgulhosamente estupido por pagar muito menos do que pagava antes, viajar em carros que não cheiram a cavalo e ser conduzido por pessoas que se preocupam com o passageiro que transportam. Mas isto sou eu que sou estupido e não sei o que é bom para mim. Já tenho saudades de entrar num carro a cheirar a mal e ser conduzido por um traumatizado que se acha o rei da estrada e que os passageiros que transporta ainda são mais burros que ele. Um destes dias experimento outra vez, quando angola for de novo uma colonia portuguesa, assim já tenho tema de conversa.
Sem imagem de perfil

De Pedro Andrade a 15.03.2016 às 11:45

A Uber cresce porque cobra menos.
Cobra menos porque pratica uma atividade clandestina.
Quando acontecer o primeiro acidente e um cliente da Uber perceber que não está protegido, veremos como ficam as opiniões em relação à Uber.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.03.2016 às 12:03

Outro fenómeno para estudar.....Esse flagelo da sociedade que são os acidentes com UBER. Quantos acontecem e quais as consequências...todos os dias são capa de jornal. Já no lado dos bons e legais taxistas, do ultimo de que me recordo, um passageiro saltou do carro em andamento na 2ª circular, dado o comportamento de street racing que o responsável (e seguro) taxista mantinha. Como prémio, ganhou um caixão e o taxista,,,,seguiu a corrida.
Evoluir custa e muito, num país de gente limitada. Legalizem a UBER e os fogareiros acabam no dia seguinte. Os (verdadeiros) taxistas que sobrarem, vão agradecer pela purga.
Sem imagem de perfil

De Pedro Andrade a 15.03.2016 às 12:16

Há camelos em todo o lado.
Um taxista tem algo a perder quando se porta mal.
Um motorista da Uber não tem nada a perder.
Isto faz toda a diferença.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.03.2016 às 11:56

Em todas as classes e em todas as profissões sempre houve e sempre haverá o bom e o mau. No entanto, tomar o todo pela parte é simplesmente ignorância... temos tendência de generalizar e fazer estereótipos seja em relação a taxistas, camionistas, função pública... o que claramente se verifica neste comentário. Faça-se cumprir a lei que é para todos e não só para alguns
Sem imagem de perfil

De Pedro Andrade a 15.03.2016 às 11:43

Os transportes públicos estão regulamentados por legislação.
Se a Uber a cumprir, tudo bem.
Se não a cumprir, estará a cometer crimes.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.03.2016 às 12:23

Na minha opinião o que mais custa aos taxistas não é a evolução, o que custa é saber que eles tiveram que pagar montantes absurdos para obterem as licenças, mais o investimento dos veículos e agora são confrontados com algo extremamente liberal em que só é necessário um registo e o download da aplicação para se poder fazer o transporte de pessoas.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.03.2016 às 12:25

Isso de a Uber cobrar menos é uma falsa questão! Se calhar quem cobra muito são os taxistas, o que acham disto?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.03.2016 às 14:25

Acho que não sabe do que fala :)

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Mandela 1918 - 2013


No a l'opressió d'Espanya!


Catalunya lliure!


Frase do Ano


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

CR7 (Bola de Ouro 2017)


Publicidade




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D