Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A Deusa da Fortuna (outra vez)

por Pedro Silva, em 07.08.16

imgS620I179045T20160807204942.jpg 

imagem de zerozero

 

A selecção olímpica de Portugal venceu a selecção olímpica das Honduras e está praticamente apurado para a fase seguinte do torneio olímpico de futebol masculino. Mas não foi mesmo nada fácil conseguir-se um feito que, à partida, todos previam que os comandados de Rui Jorge iam levar a cabo com relativa facilidade. Mas não foi bem assim. Muito por culpa do onze escalado pelo Seleccionador de Portugal para esta partida porque o jogo foi outro, mas os disparates que todos vimos diante a Argentina repetiram-se.

 

O golo que os hondurenhos marcaram logo no início da partida é (no mínimo) ridículo. Alias, todo o jogo da selecção da América Central era tão básico - mesmo tão básico – que não se percebe porquê razão a defesa portuguesa teve tantas e tantas dificuldades em lidar com o dito durante os 90 e poucos minutos da partida. As Honduras jogavam sempre da mesma forma: tudo à defesa, espaços fechados, “chutão” para as alas. Um “extremo” corria quem nem um doido com a bola dominada e levava tudo à frente fazendo uso do sue físico, chegar à linha do fundo e cruzar a ver no que dá. Repito: Portugal ter sofrido um golo de uma equipa destas é- no mínimo – ridículo!

 

Para piorar o cenário o relvado do Estádio estava ainda pior do que aquando do encontro com a Argentina. Tal dificultava o estilo de jogo de Portugal que procurava, quase sempre, chegar á baliza adversária em posse e com jogadas combinadas que não davam em nada porque o esférico saltitava e porque o nervosismo e falta de qualidade de alguns dos atletas Lusos era por demais evidente.

 

Contudo quando Portugal se apanhou a perder eis que entrou em campo aquela que começa a ser a sua melhor amiga no futebol olímpico: a Deusa da Fortuna. Uma jogada estudada de um libre permitiu a que Tobias Figueiredo empatasse a partida. Mais tarde Gonçalo Paciência e o seu “faro matador” souberam aproveitar um ressalto na área do Guardião hondurenho e Portugal colocou-se na frente do marcador. E a coisa ficou-se por aí com a equipa Lusa a tremer por todos os lados sempre que um “velocista” hondurenho conseguia “meter a quinta” numa das faixas do ataque.

 

Mas factos são factos e, com sorte ou não, o que realmente interessa é que a bola entre na baliza adversária e Portugal marcou mais golos que as Honduras pelo que o apuramento para a fase seguinte da prova está praticamente assegurado. Contudo acho que já vai sendo mais do que hora de se deixar de confiar cegamente na sorte… A partir de agora a coisa vai começar a ficar muito mais complicada e nem sempre a “habitual amiga” vai marcar presença.

 

Chave do Jogo: Inexistente. Talvez seja fruto da época que está a começar para muitos jogadores, mas penso ter sido clara e notória a ausência de um lance que tivesse colocado um ponto final no jogo a favor de uma das equipas.

 

Positivo: Gonçalo Paciência. Oportuno e com “faro para o golo”. Habemus mais um ponta de lança da equipa de Todos Nós (e do Futebol Clube do Porto também). A manter e a melhorar se faz o favor.

 

Negativo: Salvador Agra. Acredito plenamente que o atleta do CD Nacional tenha sido uma espécie de recurso em desespero de Rui Jorge, porque este jogador é fraco para não dizer fraquinho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.08.2016 às 10:56

Caso não tenha reparado... O Benfica ganhou a Supertaça!!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Mandela 1918 - 2013


Triste direit(ol)a


Frase do Ano


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

CR7 (Bola de Ouro 2016)


Publicidade




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D