Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Este Porto ficou na retina

por Pedro Silva, em 31.07.16

imgS620I178729T20160731215326.jpg 

imagem de zerozero

 

Numa partida bem mais a sério do que as anteriores a primeira conclusão que retiro da prestação do Futebol Clube do Porto é a de que as coisas parecem estar a melhorar bastante. Mobilidade (muita mobilidade) e pressão alta são dois dos “ingredientes” deste “novo” Porto dos quais gostei bastante de ver. Finalmente o FC Porto tenta jogar na antecipação e não na tal espera de que Julen Lopetegui tanto gostava. Espero que esta forma de estar em campo se mantenha nos jogos oficiais seja quem for o adversário que esteja do outro lado do campo.

 

Conforta-me saber que este Dragão de Nuno Espirito Santo tem uma ideia de jogo e que a tenta aplicar nos jogos que realiza. É verdade que neste momento é ainda tudo um esboço daquilo que só veremos na perfeição lá para Novembro, mas conforta-me saber que este Porto está – finalmente – a tentar regressar aquilo que foi o futebol do Futebol Clube do Porto de AVB.

 

Também gostei muito de ver a actuação de José Sá. Seguríssimo na baliza Azul e Branca tanto entre os postes como fora deles. Quase que se me atrevo a dizer que os centrais não fizeram os habituais disparates por causa da segurança e tremenda confiança que Sá lhes transmitiu neste jogo ante o Vitória Sport Clube. Iker Casillas não entrou neste jogo, o que poderá querer dizer que Sá será o dono da baliza do Dragão na próxima época. Uma boa notícia - a meu ver -dado que o que o FC Porto precisa de um Guardião e não de uma estrela cadente.

 

Pela positiva destaco também a execução defensiva de Alex Telles que teve duas intervenções in extremis que evitaram o golo dos Vitorianos. É natural que o brasileiro tenha ainda algumas dificuldades em se “encaixar” no estilo de jogo exigido por Nuno, mas algo me diz que este atleta ainda vai dar muitas alegrias aos Portistas. O mesmo posso dizer de André Silva que cada vez mais se afirma como o homem golo da equipa. Contudo há que dar tempo e espaço de manobra a ambos (assim como a Felipe, central recém chegado do Brasil).

 

E já que falo aqui de espaço de manobra, espero que desta vez Ádrian López tenha o espaço de manobra que não teve com Julen Lopetegui. O treinador espanhol nunca percebeu (ou não quis perceber) que o melhor de Ádrian “vem ao de cima” quando este joga no apoio ao ponta de lança e nunca como extremo ou ponta de lança. Ádrian mostrou no jogo de hoje que é um exímio cabeceador e tal pode muito bem vir a ser uma excelente solução para os jogos onde as coisas estejam mais complicadas para os Dragões. Ádrian manter se o jogador continuar a mostrar vontade de trabalhar e evoluir.

 

Quanto ao resto uma última palavra de destaque para Otávio. Mais uma vez o “menino” voltou a espalhar magia no relvado com as suas diagonais e passes perfeitos para André Silva que não os desperdiçou. Uma tremenda lição para Brahimi que parece ter entrado numa de “Prima-dona”.

 

Em suma; o Futebol Clube do Porto mostrou hoje que parece estar a melhorar bastante. Mas é ainda prematuro dizer-se que este Futebol Clube do Porto está pronto para jogar com o Rio Ave FC e vencer. Até à jornada inaugural da Liga NOS ainda muito se vai passar, pelo que até lá vamos indo e vamos vendo se bem que não deixa de ser agradável a forma como este FC Porto “despachou” o Vitória SC de Pedro Martins.

 

Chave do Jogo: Apareceu ao minuto 32´, altura em que André Silva marcou o segundo golo Portista e resolveu a contenda a favor dos Dragões. A partir daí o Vitória “desapareceu” do jogo e os Portistas controlaram o jogo ao seu bel-prazer.

 

Positivo. Colectivo. O jogo colectivo, agradável e muito móvel do Futebol Clube do Porto do jogo de hoje é algo que faz as delícias de qualquer adepto. A manter Nuno!

 

Negativo: Equipa de arbitragem. Bem sei que se tratava de um jogo particular, mas exigia-se um árbitro ao nível das equipas e não um qualquer amador que nem respeito soube impor.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:08


O Estranho Mundo de Jack

por Pedro Silva, em 30.07.16

O-Estranho-Mundo-de-Jack.jpg 

AnimaçãoFantasiaNatal - (1993) "The Nightmare Before Christmas"

Realizador: Henry Selick 

Elenco: Danny Elfman, Chris Sarandon, Catherine O'Hara, William Hickey

 

Sinopse: Jack Skellington é o Rei das Abóboras na cidade de Haloween. Ele está aborrecido de repetir sempre as mesmas coisas todos anos para celebrar a Noite das Bruxas. Certo dia, por acaso, ele descobre a cidade do Natal e fica tão impressionado com a ideia do Natal, com a alegria, com a música e com a boa disposição que os seus olhos contemplam...!De regresso a casa, Jack conta a toda a sua cidade que viu, mas aí, nem ele nem ninguém é capaz de perceber realmente o espírito do Natal.

 

Critica: Já há muito (mesmo muito) tempo que andava para ver este filme. Mais por curiosidade do que propiamente por aquilo que se disse e escreveu sobre o dito e confesso que não foi do melhor que vi mas também não foi do pior. Isto porque eu não sou grande adepto de filmes de animação com muita “cantoria”, daí que não tenha “amado” este “O Estranho Mundo de Jack” embora reconheça que o dito está muito bem produzido, original e deveras interessante.

 

Em termos de argumento “O Estranho Mundo de Jack” de Henry Selick está simplesmente divinal. Original, cativante e muito diferente daquilo a que estamos habituados nos contos de Natal. O seu final é que escusava de ser o habitual “cliché” mas este é um pequeno mal que - na minha modesta opinião – se perdoa a um argumento tão rico. Se houve coisa que “prendeu” o meu interesse até ao fim foi o argumento.

 

Relativamente ao elenco pouco ou nada há a dizer. Felizmente vi - e ouvi – o filme na versão original (inglês) e não dei por alguma falha grande neste aspecto. O elenco fez aquilo que lhe competia e neste tipo de filmes é o que interessa e nada mais.

 

A nível gráfico tenho que dizer que fiquei encantado com “O Estranho Mundo de Jack”, Se não me engano esta forma de se fazer animação trouce uma pequena revolução ao cinema de animalão da altura e não foi por mero acaso de tão boa qualidade que este filme nos apresenta neste aspecto. Este foi o outro aspecto que “prendeu” a minha atenção desde o princípio ao fim de “O Estranho Mundo de Jack”.

 

Em jeito de conclusão. Embora não sendo um tipo de cinema que seja do meu inteiro agrado recomendo “O Estranho Mundo de Jack”. Vejam e deliciem-se com as tropelias de Jack na sua descoberta da razão de ser do Espírito Natalício.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:05


Hora Garfield (48)

por Pedro Silva, em 29.07.16

ga080130.gif 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55


O meu Animé (CLI)

por Pedro Silva, em 28.07.16

5457-1094417769.jpg 

Komachi Ono (小野 小町, Ono Komachi) -  Kochikame

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:09


Algumas melhoras e o problema de sempre

por Pedro Silva, em 27.07.16

imgS620I178547T20160727185712.jpg 

imagem de zerozero

 

Não me alongando muito sobre o último jogo do estágio do Futebol Clube do Porto na Alemanha queria começar por dizer que começam a surgir soluções mas o problema maior mantem-se. Dito de outra forma, foi com muito agrado que vi o regresso da pressão alta (coisa que Lopetegui tinha um asco daqueles), foi também com agrado que vi as rotinas de um mais do que provável 4x3x3 a serem cada vez melhores e é também com enorme agrado que vejo André Silva a afirmar cada vez mais como o “artilheiro” dos Dragões para a nova época, mas o problema da defesa que Lopetegui e Peseiro não conseguiram solucionar mantêm-se…

 

Começa a ser mais do que urgente a contratação de um central que imponha o respeito e traga alguma definição à linha defensiva Azul e Branca. Na imprensa desportiva há quem se4 “atire” a Felipe – que hoje voltou a estar mal no golo dos alemães – mas não creio que o problema resida num atleta que acabou agora de chegar ao futebol europeu. Para mim o problema está no facto de tanto Reyes como Marcano serem um “zero absoluto” em termos de centrais. São lentos, previsíveis e não tem técnica (o que os impede de ajudar a equipa nas saídas para o ataque). Chidozie não é - ainda – uma alternativa. Repito mais uma vez; é urgente contratar um central de qualidade!

 

Quanto ao resto há que dizer que o Futebol Clube do Porto 2015/16 começa a tomar forma. Nuno Espírito Santo está a tentar recuperar uma filosofia de jogo que fez de André Villas-Boas um Treinador de sucesso no comando do FC Porto, estão a surgir algumas aradáveis soluções para certos sectores onde habitavam algumas “primas donas” (Octávio e João Carlos Teixeira são disto exemplos), Bueno é cada vez mais (devagar, devagarinho) uma alternativa para a ligação entre o meio capo e o ataque, etc. Em suma Nuno está a “montar” uma boa equipa mas falta-lhe aquele “upgrade” que já aqui falei para que passe de boa equipa a equipa excelente capaz de lutar por todas as frentes com os seus rivais.

 

Agora uma coisa é certa, “Roma e Pavio não se fizeram num dia”. Convêm não esquecer que o Dragão esteve durante dois anos a praticar um futebol terrivelmente lento, pachorrento e altamente previsível e isto de se mudar processos no futebol é algo que leva o seu tempo e exige muito trabalho. Por isto deixem-se lá de fatalismos de treta.

 

Chave do Jogo: Apareceu no minuto 58´, altura em que Bayer Leverkusen empatou a partida. Até aí os Portistas estavam por cima na partida mas após o golo dos germânicos os Dragões perderam algum discernimento. Os alemães também não mostraram capacidade e querer para “quebrar” o empate pelo que o equilíbrio acabou por ser a nota dominante até ao fim da partida.

 

Positivo: Pressão alta. As grandes equipas não deixam que o seu adversário jogue o seu futebol. Finalmente o Futebol Clube do Porto tenta recuperar aquilo que perdeu há muito: a pressão alta. A continuar Nuno!

 

Negativo: Centrais precisam-se. Nunca é demais repetir que uma boa defesa precisa de um “patrão”. Não se espere que o recém-chegado Felipe seja o tal “patrão” pelo que há que ir ao mercado com urgência. De preferência antes do jogo com o Rio Ave.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:47

Pág. 1/7



Mais sobre mim

foto do autor


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Julho 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Mandela 1918 - 2013


Frase do Ano


Fechar Almaraz!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

CR7 (Bola de Ouro 2016)


Publicidade



subscrever feeds


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D