Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Desgraça (FC Porto 1 x Sporting CP 3)

por Pedro Silva, em 30.04.16

2314202_w2.jpg 

Estive no Estádio do Dragão a assistir in loco à pesada derrota dos Azuis e Brancos diante do Sporting CP e neste momento pergunto a mim mesmo se tudo isto não será uma piada de mau gosto. Especialmente depois de ter ouvido Pinto da Costa e José Peseiro a queixarem-se do Árbitro…

 

Não que os Portistas não tenham razões de queixa do trabalho de Artur Soares Dias mas pelo amor da santa, vir a público dizer que o Futebol Clube do Porto não ganhou porque foi prejudicado pela arbitragem é de uma cegueira sem precedentes. E há quem vá atrás desta triste e enfadonha conversa que mais faz lembrar o Sporting de Godinho Lopes, Sousa Cintra e Bruno de Carvalho!

 

Meus amigos e minhas amigas a realidade é esta e só esta: o Futebol Clube do Porto não jogou absolutamente nada! A defesa e o meio campo simplesmente não existiram e foram os principais responsáveis pela derrota diante dos de Alvalade.

 

Contudo se me disserem que os Jogadores do FC Porto deram tudo o que podiam dar e que não conseguem dar muito mais do que a pobreza franciscana que se viu hoje (nem um passe sabem fazer) eu ainda sou como o outro… E também dou o braço a torcer se me disserem que José Peseiro parece cada vez mais perdido antes, durante e após os jogos. Agora não me venham com a história da arbitragem… Não quando TODOS vemos um Dragão doente, sem ambição, sem táctica, sem plano, sem garra, sem nada em campo!

 

Sobre o Clássico apenas quero acrescentar que os Azuis e Brancos mereciam ter perdido pela margem mínima mas a verdade seja dita que a sorte procura-se e isto de se ter na baliza um Guarda-redes do nível da Liga Norte-americana de futebol é aquela coisa.

 

E mais não digo senão que ou isto dá uma grande volta ou então a próxima temporada vai ser uma desgraça. E não, não vou perder mais o meu tempo a expor o que vai mal neste Porto de Peseiro porque os erros são sempre os mesmos!

 

Chave do Jogo: Apareceu no minuto 44 do jogo, altura em Slimani marcava o segundo golo dos Sportinguistas. A partir desta altura a equipa de Jorge Jesus quase que se limitou a gerir os acontecimentos dado que os Azuis e Brancos ficaram sem capacidade de reagir com calma e frieza à adversidade no marcador.

 

Positivo: Sérgio Oliveira. Foi o único Atleta dos Portistas que mostrou querer “remar contra o marasmo” que se apossou do Futebol Clube do Porto. Infelizmente um Homem só não faz uma equipa de futebol.

 

Negativo: Herrera. Podia ter aqui colocado José Àngel dado que foi pelo seu flanco que passou todo o futebol Leonino, mas o Mexicano Herrera não joga nem faz jogar. Nem um passe acerta quando pressionado por um adversário! Um Jogador que ainda estou para perceber o que faz de Azul e Branco vestido de tão mau que consegue ser.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:21


O meu Animé (CXXXIX)

por Pedro Silva, em 29.04.16

12163fc83b44ed9986e7837659bb361d33f0b398_hq.jpg 

Gémeos Tachibana - Captain Tsubasa

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:07


Hora Garfield (35)

por Pedro Silva, em 28.04.16

ga050204.png 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:05


Momento Mafalda (84)

por Pedro Silva, em 27.04.16

084.jpg 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:03


O fatalismo da Direita

por Pedro Silva, em 26.04.16

Imagem Crónica RS.jpg 

Obviamente que tenho o dever de respeitar a opinião de cada um. E faço-o porque sei que não sou, nem nunca serei, o dono da verdade absoluta e porque é na troca de ideias e de opiniões que poderei evoluir como cidadão pertencente a um mundo cada vez mais globalizado. Contudo não posso aceitar tudo e mais alguma coisa que se vai dizendo sobre o actual estado do nosso mundo porque, tal como tudo na Vida, ou aquilo que dizemos/escrevemos faz algum sentido ou então entramos numa espécie de guerra do disparate onde toda a gente se insulta.

 

Ora sendo esta a minha forma de estar acaba por ser tremendamente complicado aceitar aquilo que apelido de fatalismo da Direita. E quando falo aqui de “fatalismo da Direita” refiro-me aquelas teses da Direita que nos dizem que isto é irremediavelmente assim porque tem naturalmente de ser.

 

Dito de outra forma; para esta ala política as offshore existem porque sem elas alguns Países não teriam capacidade de sobreviver como Estados soberanos que são, Portugal (e outros) são pobres e como tal tem de ser pobres para todo o sempre sob pena de se endividarem até ao fim dos tempos.

 

Meus amigos e amigas afectos da Direita, lamento mas acreditem que estão a disparatar quando optam pela via do fatalismo para defesa da nossa visão do mundo.

 

Sim. Estão a disparatar porque quando dizem que ou o Panamá opta pela offshore porque de outra forma colapsará como País estão a legitimar as offshore europeias que tem contribuem, e muito, para o vosso outro fatalismo: o de que Portugal é um País pobre e que terá de ser pobre para todo o sempre.

 

Ou será que me vão dizer que Holanda, Áustria, Luxemburgo, Inglaterra e França só poderão sobreviver como Países se forem e/ou promoverem offshore?

 

As offshore são a maior “porcaria” que o mundo alguma vez poderia ter produzido. Um mal que é aproveitado pelo lado obscuro das nossas Sociedades para se manter no comando dos destinos do mundo. Em suma estas “aplicações financeiras” sevem somente para que os mesmos de sempre se mantenham nos lugares de topo. O exemplo disto mesmo tem sido bem visível naquilo que hoje denominamos de zona euro onde o Norte da Europa tem “esmagado” o Sul da Europa em todos os sentidos.

 

Ou será que os meus amigos e amigas afectos da Direita acham que é legítimo, por exemplo, a Holanda poder ser uma offshore e Portugal não? Mas porquê razão? Porque Portugal é fatalmente pobre e a Holanda fatalmente rica?

 

Mas pensem bem na resposta que irão dar a esta minha pergunta e se porventura tiverem resposta pronta para a dita sugiro que percam um pouco do vosso tempo e assistam ao filme “A Queda de Wall Street” ("The Big Short") do Realizador Adam McKay e vejam onde a teoria do fatalismo da Direita colocou o mundo.

 

p.s. Offshore e Paraíso fiscal na prática são a mesma coisa. É só para não me virem dizer que a Holanda, Áustria e Luxemburgo não são offshore. Estes Países têm um regime fiscal muito “apetecível” (o Grupo Jerónimo Martins – aka Pingo Doce - que o diga!).

 

Artigo publicado no Repórter Sombra

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:43

Pág. 1/6



Mais sobre mim

foto do autor


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Abril 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Mandela 1918 - 2013


Frase do Ano


Fechar Almaraz!


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

CR7 (Bola de Ouro 2016)


Publicidade



subscrever feeds


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D