Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Bom apesar de tudo

por Pedro Silva, em 31.05.14

Ao contrário de muitos iluminados que têm a felicidade de terem quem lhes pague para dizerem asneiras, eu sou da opinião que o jogo da nossa Selecção foi positivo não obstante o empate a zero.

 

A Grécia jogou da mesma maneira que jogará o Gana, ou seja, tudo fechado cá atrás e bola para a frente a ver no que dá. Tal é um grande alerta para que os comandados de Paulo Bento não deixem tudo para a última jornada como é bom velho hábito Tuga.

 

Gostei particularmente de ver a nossa Selecção jogar numa espécie de 4x4x2 em detrimento do habitual 4x3x3.

 

No primeiro sistema Portugal parece ter as linhas mais próximas, a defesa tranquila e o meio campo controlador, falhando apenas o ataque que continua a ser o perdulário do costume mas também quem tem o Hélder Postiga na frente não pode pedir mais que isto.

 

Espero que no Mundial o 4x4x2 seja utilizado em detrimento do gasto e pouco proveitoso 4x3x3. Aliás, se formos a ver bem as coisas Portugal começou a jogar mal e a recuar muito no terreno quando adoptou o 4x3x3 ante os Gregos.

 

Termino dizendo somente que houve para aí tanto barulho, reclamação e revolta com a convocatória de Nani e o tipo acabou por ter sido o Melhor em Campo neste jogo com os Helénicos.

 

Algo me diz que Nani vai ser um dos nossos melhores Jogadores no Mundial. O moço está “fresco que nem uma alface” dado que jogou muito pouco em Manchester e isto numa Competição que arranca no final da Temporada como é o caso do Campeonato do Mundo pode ser um factor muito, muito positivo.

 

Venha a irlanda!  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:55


Let's Follow CLUBE PENSADORES JOAQUIM JORGE

por Pedro Silva, em 30.05.14

Regressado que está o grande desafio do Blogs do SAPO das fantásticas follow Friday, desafio do qual já sentia aquela saudade, eis que vos vou deixar aqui com aquele que para mim é um dos Blogs de excelência da Blogosfera do SAPO.

 

CLUBE PENSADORES JOAQUIM JORGE. É um espaço de reflexão que pauta pela sensatez, espírito critica positivo e linguagem universal que permite que todos os leitores percebam com clareza os pontos de vista do seu autor.

 

Evidentemente que existem e existirão sempre pontos de discordância, mas a sensatez deste Blog (sempre ela) que salta à vista rapidamente nos conduz a uma conversa franca sem papas na língua.

 

Pessoalmente é dos Blogs que gosto muito de ler quando o tempo e disposição me deixam ou quando o SAPO destaca o espaço em questão.

 

p.s.: Entretanto o nosso Primeiro-ministro continua a dar uma de Al Capone e volta a ameaçar (sim são ameaças. Não somos burros Sr. Primeiro e aproveite para ir dar banho ao gato) o Tribunal Constitucional com os impostos. E até já manda os seus Capangas fazerem o trabalho sujo do costume como se estes cavalheiros não tivessem direito a escrever o que pensam por força da Constituição e Tribunal que tanto criticam…

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:34


Uma Ponte Longe Demais

por Pedro Silva, em 29.05.14

Drama, Guerra (1977) - A Bridge Too Far

Realizador: Richard Attenborough 

Elenco: Siem Vroom, Marlies van Alcmaer, Erik van 't Wout, Wolfgang Preiss

 

Sinopse: Em Setembro de 1944, incentivados pela vitória na invasão da Normandia, os Aliados lançam a operação “Market Garden”, uma tentativa insana para acabar com a guerra mais cedo através da tomada de uma ponte na Holanda ocupada e invadir a Alemanha. Porém, a política atrás das linhas aliadas, o mau planeamento e péssimas condições climatéricas levaram os aliados a um desastre que custou um número incalculável de vidas.

 

Critica: Sou um admirador confesso de filmes da 2º Guerra Mundial pois gosto de estudar o passado para poder opinar sobre os disparates do futuro, mas não consigo acompanhar filmes que se transformam em enormes e aborrecidos documentários.

 

Pouco e até mesmo nada profundo e desenvolvido em termos de cenários e com os actores a parecerem todos iguais, Uma Ponte Longe Demais acaba por aborrecer uma pessoa. Richard Attenborough esforça-se mais por mostrar o lado político da estupidez cometida pelos Aliados aquando desta operação em detrimento de uma explicação mais in loco de quem sofreu na pele a estupidez dos seus Comandantes.

 

Acaba por isto por ser um filme pobre mas com potencial para dar muito mais. Infelizmente não me agradou mas poderá fazer o gosto de muito boa gente.

 

E já agora, um off topic: pelos vistos esta vai ser a música de apoio à nossa Selecção. É caso para se dizer que estamos bem tramados com esta pobreza franciscana em todos os aspectos…

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:34


Farto da politiquice

por Pedro Silva, em 28.05.14

Estou farto, mais que farto da politiquice! Vem tal a propósito do facto de António Costa ter assumido publicamente a sua vontade de liderar o partido Socialista.

 

Não me vou meter para aqui a dizer quem é melhor ou pior. As coisas são o que são, António José Seguro é um Homem do aparelho, sem lugar na Praça Pública, movido pelos interesses do tal aparelho do qual é proveniente e tem uma tremenda dificuldade em lidar com os seus Camaradas de Partido. Já António Costa é o oposto dado que é uma figura pública muito conhecida, a sua opinião sobre a realidade actual do País é mais do que conhecida, tem trabalho feito em vários Governos PS/Câmara Municipal de Lisboa e não é uma figura que possa facilmente ser controlada pelo aparelho do PS.

 

Será pelo exposto natural que a Populaça tenha muito mais confiança em António Costa do que em António José Seguro.

 

Contudo é preciso termos em linha de conta que quando o Governo de Sócrates caiu António Costa remeteu-se ao esquecimento. E é preciso também recordar que na altura os Pesos Pesados do Partido Socialista não “se chegaram à frente” e até apoiaram o actual Secretário-geral do Partido. Só agora, depois de Seguro ter desempenhado o papel de “carne para canhão” é que se lembraram que afinal o Seguro não é lá muito seguro e há que colocar à frente do PS um Homem forte da Política Nacional.

 

Onde estava este Homem forte quando o Partido precisou dele? Aparece agora estilo Messias depois de duas vitórias eleitorais do Partido Socialista (Autárquicas e Europeias). Faz lembrar aqueles treinadores que deixam o Clube, o seu sucessor ganha Títulos e eles ainda vêm dizer que o mérito não é de quem lhes sucedeu mas sim deles próprios que já não lá estão.

È por causa destes “joguinhos” e do facto de os Políticos e restante pessoal á sua volta mudar de opinião como quem muda de cuecas que eu não tenho vontade alguma de voltar a participar na Política. Este tipo de coisas dá asco ao mais pobre dos Cidadãos!

 

Entretanto o circo pós Europeias segue o seu curso normal. Depois admiram-se que o pessoal se esteja a borrifar para a Europa, Parlamento Europeu e restante tralha desta União Europeia do Tratado de Lisboa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:17


O meu Anime (XL)

por Pedro Silva, em 27.05.14

Winry Rockbell (ウィンリィ・ロックベル, Uinrī Rokkuberu) - Série: Alquimista de Aço

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:15

Pág. 1/6



Mais sobre mim

foto do autor


gatos no telhado


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Maio 2014

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Mandela 1918 - 2013


Triste direit(ol)a


Frase do Ano


Portugal é uma Democracia

13769388_930276537084514_2206584325834026150_n

CR7 (Bola de Ouro 2016)


Publicidade



subscrever feeds


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D